×
349
Fashion Jobs
GRUPO CÃES DE PEDRA
Head of Marketing / Brand Manager
Efetivo - CLT · PORTO
ADIDAS
Senior Sap Apo (Snp/Ibp) Consultant
Efetivo - CLT · Porto
ADIDAS
Sap Apo (Snp/Ibp) Consultant
Efetivo - CLT · Porto
ADIDAS
Senior Technology Consultant Sap (Afs) Fico (Finance & Controlling)
Efetivo - CLT · Porto
ADIDAS
Senior HR Specialist - Core Benefits & Time - German Speaker (m/f)
Efetivo - CLT · Porto
ADIDAS
Sap Fico Tech Consultant (m/f)
Efetivo - CLT · Porto
SALSA
CRM Specialist - Opportunity to Create Impact on The Value And Customer Loyalty
Efetivo - CLT · Vila Nova de Famalicão
ADIDAS
Buyer (m/f) - French Speaker
Efetivo - CLT · Porto
ADIDAS
Senior Technology Consultant (m/f)
Efetivo - CLT · Porto
ADIDAS
Technology Consultant (m/f)
Efetivo - CLT · Porto
TIFFOSI
Area Manager (m/f)
Efetivo - CLT · Faro
TIFFOSI
Comprador de Moda (m/f)
Efetivo - CLT · Porto
ADIDAS
Buyer - German Speaker (m/f)
Efetivo - CLT · Porto
ADIDAS
Buyer - Italian Speaker (m/f)
Efetivo - CLT · Porto
JD SPORT
Stock Financial Controller
Efetivo - CLT · Alicante
JD SPORT
Demand Planner
Efetivo - CLT · Alicante
TIFFOSI
Coordenador Logística (m/f)
Efetivo - CLT · Porto
GRUPO CÃES DE PEDRA
Diretor(a) Creativo Moda Hombre / Mujer
Efetivo - CLT · VILA DO CONDE
GRUPO CÃES DE PEDRA
Designer de Comunicação / Designer Gráfico (m/f)
Efetivo - CLT · VILA DO CONDE
TIFFOSI
Modelo de Provas
Efetivo - CLT · Porto
WETHEKNOT
Copywriting And Digital Content Creator
Estágio · LISBOA
ISABEL MARANT
Store Manager
Efetivo - CLT · LISBOA
Por
Reuters API
Traduzido por
Helena OSORIO
Publicado em
8 de abr de 2020
Tempo de leitura
2 Minutos
Partilhar
Fazer download
Fazer download do artigo
Imprimir
Clique aqui para imprimir
Text size
aA+ aA-

Levi Strauss volta à vida na China com a reabertura de lojas e aumento das vendas online

Por
Reuters API
Traduzido por
Helena OSORIO
Publicado em
8 de abr de 2020

A Levi Strauss & Co afirmou, terça-feira (7 de abril), que a maioria das suas lojas na China, onde o surto de COVID-19 surgiu pela primeira vez, em dezembro de 2019, continuaram abertas com as vendas a recuperar semanalmente, assim como as vendas digitais aumentaram no mês passado.

A empresa também reportou lucros e receitas melhores do que o esperado, para o primeiro trimestre, terminado em 23 de fevereiro, e mesmo com as vendas na Ásia a diminuirem devido ao encerramento de lojas, enviando as ações da Levi para cima cerca de 3%.


Levi Strauss a subir vendas na China


Como muitos retalhistas norte-americanos, a Levi's foi atingida pela crise do coronavírus COVID-19, com o encerramento de lojas na China e nos EUA, para travar a propagação da infecção, o que obrigou ao encerramento de lojas. A Levi's resistiu às guerras mundiais e à pandemia de gripe de 1918 nos seus 167 anos de história.

Quase todas as lojas na China continental, incluindo a loja em Wuhan, o epicentro do surto, estavam agora abertas, disse a Levi Strauss.

O tráfego e as vendas na região continuaram em baixa, mas o desempenho das vendas semanais foi melhorando sequencialmente, disse a empresa, acrescentando que as vendas dos seus websites e outras plataformas online cresceram em março impulsionadas pela procura do vestuário feminino.

O retalhista tem vindo a investir mais no seu negócio de comércio electrónico, acrescentando funcionalidades destinadas a atrair jovens compradores, para fazer face ao declínio do tráfego nos centros comerciais e grandes superfícies, devido a uma mudança nas preferências de compra.

"Estamos a tentar encontrar formas de nos relacionarmos mais fortemente com os consumidores, durante o período em que se encontram em regime de isolamento social. Vamos continuar a alavancar o digital", disse o diretor executivo, Chip Bergh, numa chamada pós-aprendizagem.


Lojas da Levi Strauss continuam fechadas nos EUA


A empresa disse que o impacto do surto seria "materialmente significativo" para o segundo trimestre, uma vez que as lojas continuam fechadas nos EUA, onde foram reportadas mais de 10.000 mortes.

A Levi Strauss disse que iria abandonar todo o seu pessoal retalhista no país, uma medida tomada por muitos retalhistas à medida que prolongam o encerramento de lojas. A empresa tinha cerca de 7.300 funcionários nos EUA, a 24 de novembro, de acordo com o seu registo anual.

Disse também que pediu emprestados 300 milhões de dólares numa linha de crédito para aumentar o seu balanço.

Para o primeiro trimestre terminado a 23 de fevereiro, a Levi's informou que as vendas aumentaram 5% para 1,51 biliões de dólares, impulsionadas pelo seu negócio direto ao consumidor. Os analistas esperavam 1,47 mil milhões de dólares, segundo os dados do IBES da Refinitiv. Excluindo itens isolados, a empresa ganhou 40 centavos, superando as estimativas de Wall Street em 5 centavos.
 

© Thomson Reuters 2021 All rights reserved.