×
350
Fashion Jobs
Traduzido por
Helena OSORIO
Publicado em
9 de fev de 2021
Tempo de leitura
2 Minutos
Partilhar
Fazer download
Fazer download do artigo
Imprimir
Clique aqui para imprimir
Text size
aA+ aA-

Louis Vuitton assume direitos da marca Vendôme

Traduzido por
Helena OSORIO
Publicado em
9 de fev de 2021

A Vendôme cedeu à Louis Vuitton parte dos direitos sobre a sua marca. Em 2018, pouco depois de a marca emblemática do grupo LVMH ter anunciado a sua intenção de criar uma oficina de artigos de couro nesta pequena cidade da região de Loir-et-Cher, a menos de 200 quilómetros a sul de Paris, a Câmara Municipal vendeu-lhe a marca Vendôme por 10.000 euros para produtos de couro. No início deste ano, a empresa voltou a vender a marca, pela mesma quantia, desta vez para produtos de joalharia.


Vendôme vendeu a sua marca à Louis Vuitton para artigos de couro e joalharia - vendome.eu


Contactada pelo site FashionNetwork.com, a maison confirma a informação, mas não deseja comentar esta iniciativa, nem dar mais detalhes sobre o projecto "Vendôme", que deverá ser revelado nos próximos meses. Entretanto, a Louis Vuitton, que abriu a sua primeira oficina de artigos de couro no coração da pequena cidade de Vendôme, em setembro, acaba de lançar os trabalhos para a criação do segundo workshop na periferia da cidade, em Villiers-sur-Loir, com várias centenas de novos empregados previstos para serem contratados nos dois locais.
 
Mais uma vez, o grupo francês de luxo conseguiu garantir um nome de prestígio, mesmo que este apenas diga respeito às categorias de artigos de couro e de joalharia da Louis Vuitton. De facto, a Vendôme refere-se inevitavelmente à famosa praça parisiense com o mesmo nome, sinónimo de luxo por excelência, que alberga as principais maisons de joalharia do mundo  nomeadamente, a boutique de joias emblemáticas da Louis Vuitton.


Louis Vuitton - primavera-verão 2021 -moda feminina- Paris - © PixelFormula


Não por acaso a cidade, que tanto apelou à LVMH, registou o nome Vendôme no Instituto Nacional da Propriedade Industrial de França (INPI) em 2012, a fim de proteger a marca francesa, sendo assim proprietária da Vendôme em várias classes de bens e serviços, como nos recorda o diário local La Nouvelle République.
 
Esta não é a primeira vez que a holding francesa LVMH procura obter direitos de uma marca comercial com um nome de prestígio. Depois de deitar a mão em 2018 à histórica Jean Patou (desde 1914), o gigante de luxo tomou o nome do seu emblemático perfume "Joy" e vendeu-o à Christian Dior, a sua outra maison estrela ao lado da Louis Vuitton.
 

Copyright © 2021 FashionNetwork.com. Todos os direitos reservados.