×
370
Fashion Jobs
Traduzido por
Helena OSORIO
Publicado em
26 de mar. de 2021
Tempo de leitura
2 Minutos
Partilhar
Fazer download
Fazer download do artigo
Imprimir
Clique aqui para imprimir
Text size
aA+ aA-

Louis Vuitton em Singapura, Fendi em Xangai, luxo no fim do mundo

Traduzido por
Helena OSORIO
Publicado em
26 de mar. de 2021

Tal como shows chave-na-mão, os desfiles de moda estão a ser exportados para terras longínquas. Embora as semanas da moda tenham sido sujeitas a formatos virtuais durante as duas últimas estações devido à pandemia, algumas maisons de luxo que investiram em espectáculos reais, na sua maioria apresentados à porta fechada, decidiram duplicá-los na Ásia, onde a situação sanitária já está mais sob controlo. A Louis Vuitton foi a Singapura na terça-feira (23 de março), enquanto que a Fendi expôs em Xangai no dia 19 de março.


Final do desfile Louis Vuitton em Singapura - Louis Vuitton


Esta é a primeira vez que o diretor artístico Nicolas Ghesquière organiza um espectáculo no Sudeste Asiático. Concebeu-o como um desfile de moda derivado do que foi realizado em outubro passado em Paris, no La Samaritaine, com a coleção para a estação de primavera-verão 2021/2022, ao qual acrescentou uma cápsula de Verão 2021 inspirada na praia.

No total, 67 silhuetas com minissaias combinadas com gabardinas de grandes dimensões, fatos chiques usados com ténis cintilantes e vestidos de manga curta com estampas gráficas em cores Pop.

Foi o primeiro desfile de moda a realizar-se em Singapura desde a difusão do COVID-19. Os 112 convidados (incluindo muitas celebridades) foram todos mascarados e ficaram à distância na cave do ArtScience Museum, que foi transformado para a ocasião num conjunto futurista totalmente verde para permitir a exibição de excertos do filme Der Himmel über Berlin (As Asas do Desejo) de Wim Wenders. O programa híbrido, que combinava elementos virtuais e físicos, foi também transmitido na Web.   

Por seu lado, a Fendi reproduziu no Centro de Exposições de Xangai, o desfile de moda para a primavera-verão 2021/2022 que a sua nova diretora artística Kim Jones tinha encenado em janeiro no Palais Brongniart em Paris.

Enquanto o conjunto era idêntico ao seu labirinto de janelas transparentes, o elenco era diferente, com modelos e celebridades ocidentais a darem lugar aos seus homólogos chineses, enquanto três silhuetas foram adicionadas aos 19 looks revelados em janeiro. Cerca de 400 pessoas participaram no evento.

O próximo evento, a 12 de abril, será Christian Dior, que apresentará a sua pré-coleção para o outono de 2021 durante a Shanghai Fashion Week, pela primeira vez sob a forma de um desfile na passerelle.
 

Copyright © 2022 FashionNetwork.com. Todos os direitos reservados.