×
410
Fashion Jobs
ADIDAS
General Ledger Manager (m/f)
Efetivo - CLT · Porto
ADIDAS
Financial Controller & Reporting Senior Specialist (m/f)
Efetivo - CLT · Porto
ADIDAS
HR Controlling & Data Analytics Senior Specialist (m/f)
Efetivo - CLT · Porto
ADIDAS
HR Specialist - German Speaker (m/f)
Efetivo - CLT · Porto
ADIDAS
Manager - Project Management & Strategy (m/f)
Efetivo - CLT · Porto
JD SPORT
Senior Kids Footwear Buyer
Efetivo - CLT · Alicante
L'OREAL GROUP
Business Partner Dpp
Efetivo - CLT · Lisbon
BWGROUP
Comercial Internacional - Espanha
Efetivo - CLT · BRAGA
JD SPORT
Demand Planner Retail
Efetivo - CLT · Alicante
SALSA
IT Sap Specialist fi/co e HR
Efetivo - CLT · Vila Nova de Famalicão
POLOPIQUE
Designer de Moda Sénior (m/f) – Vestuário de Senhora e Criança em Tecido
Efetivo - CLT · SANTO TIRSO
ADIDAS
Store Manager Designer Outlet Algarve - Loulé
Efetivo - CLT · Faro
ADIDAS
Accounting Team Leader (m/f)
Efetivo - CLT · Porto
ADIDAS
Sales Associate
Efetivo - CLT · Faro
ADIDAS
Senior Specialist Gbs Operations h2r - Payroll (m/f)
Efetivo - CLT · Porto
ADIDAS
General Ledger Accountant (m/f)
Efetivo - CLT · Porto
ADIDAS
Specialist Financial Structures Sap-co (m/f)
Efetivo - CLT · Porto
ADIDAS
Junior Accountant (m/f)
Efetivo - CLT · Porto
ADIDAS
Tax Accountant (m/f)
Efetivo - CLT · Porto
ADIDAS
Senior o2c Credit Specialist (m/f) - Adigolf - German Speaker
Efetivo - CLT · Porto
ADIDAS
Transition Manager (m/f)
Efetivo - CLT · Porto
ADIDAS
Senior o2c Customer Master Data Specialist (m/f)
Efetivo - CLT · Porto

Lucro da Hugo Boss dececiona e cai 22% no primeiro trimestre de 2019

Por
Reuters API
Traduzido por
Novello Dariella
Publicado em
today 3 de mai de 2019
Tempo de leitura
access_time 2 Minutos
Partilhar
Fazer download
Fazer download do artigo
Imprimir
Clique aqui para imprimir
Text size
aA+ aA-

A marca alemã Hugo Boss anunciou na quinta-feira (2) que registou queda no lucro do primeiro trimestre devido aos custos de reorganização, maiores despesas de marketing, um dólar forte e vendas em baixa nos Estados Unidos.



A Hugo Boss informou que no primeiro trimestre o lucro operacional caiu 22% para 55 milhões de euros, um aumento de 1% nas vendas a taxas de câmbio constantes para 664 milhões de euros. Os analistas esperavam lucro operacional de 65 milhões de euros e vendas de 669 milhões de euros.

As vendas caíram 8%, com ajuste do dólar, mas aumentaram 4% na Ásia, impulsionadas pelo crescimento de dois dígitos na China continental, onde o presidente-executivo Mark Langer ressaltou a sua confiança para o futuro.

Conhecida pelos seus fatos masculinos, a Hugo Boss introduziu mais roupas casuais e desportivas para atrair um público mais jovem e fez um forte investimento na sua oferta online.

As vendas online aumentaram 26% no primeiro trimestre, enquanto as vendas no retalho aumentaram 4% em mesmas lojas, com a renovação das lojas da marca casual Boss para impulsionar o crescimento ao longo do ano.

O investimento em digitalização e reorganização pesou sobre os lucros no primeiro trimestre, mas Mark Langer disse que a empresa deve melhorar a eficiência para o resto do ano.

A empresa também informou que os efeitos relacionados com as despesas de marketing também devem impulsionar o lucro durante o ano, enquanto os efeitos do câmbio devem ser reduzidos. 

A Hugo Boss confirmou a sua perspetiva de 2019 para um aumento percentual de um dígito no lucro operacional e um aumento percentual médio de um dígito nas vendas ajustadas ao câmbio.

© Thomson Reuters 2020 All rights reserved.