×
374
Fashion Jobs
keyboard_arrow_left
keyboard_arrow_right

Luxottica lança a sua primeira coleção digital de óculos

Traduzido por
Novello Dariella
Publicado em
today 8 de nov de 2019
Tempo de leitura
access_time 2 Minutos
Partilhar
Fazer download
Fazer download do artigo
Imprimir
Clique aqui para imprimir
Text size
aA+ aA-

"Na nossa empresa, gostamos de quebrar os paradigmas estabelecidos, de propor novidades interessantes no mercado”, disse Paolo Alberti, presidente do atacado do Grupo Luxottica, no início do seu discurso no 24.º Fashion Summit da Pambianco e Deutsche Bank.


Paolo Alberti, presidente de atacado do Grupo Luxottica.

 
A novidade com a qual a gigante dos óculos pretende quebrar os paradigmas é o lançamento da primeira coleção digital de óculos. "A necessidade de recorrer ao digital nasce de uma necessidade industrial. Trabalhamos com inúmeras marcas de moda que têm momentos diferentes em relação às coleções. Industrialmente, após um desfile de moda, antes de pensar no próximo, era necessário começar a produzir as coleções antes mesmo de saber se seriam vendidas. Decidimos, portanto, apresentar as novas propostas numa versão digital, indo contra todos aqueles que nos disseram que as óticas nunca comprariam um produto sem antes o verem fisicamente."

Este ano, a Luxottica apresentou cerca de 10% da sua coleção com esta nova modalidade, mas pretende expandir as propostas "virtuais". Além disso, segundo Alberti, o projeto também pode ser traduzido para o modelo B2C. "Equipámos algumas lojas dos nossos canais de retalho e atacado com uma plataforma tecnológica que estende potencialmente ao infinito as propostas da loja. De facto, o cliente pode escolher entre muitas opções ou personalizar os seus óculos ao máximo, inclusivamente acrescentando uma assinatura ou criando uma embalagem à sua escolha. Pode fazer o pedido online com o seu oftalmologista de confiança, que encaminha o seu pedido para nós, concluindo uma venda antes mesmo de comprar o produto. É um território ainda inexplorado, mas acreditamos que o maior risco é o de não tentar."

Neste momento, o projeto abrange apenas óculos de sol, mas futuramente poderá ser estendido aos óculos graduados, abrindo assim outro mercado enorme. "Estamos a investir fortemente na internet, mas também no retalho; os dois ativos devem coexistir e integrar-se", conclui Alberti. "Para se ter sucesso no mundo digital, é preciso de recursos: hoje, na empresa, nessa área, temos uma equipa de 200 pessoas, há três anos havia apenas 50.”

Copyright © 2019 FashionNetwork.com. Todos os direitos reservados.