×
302
Fashion Jobs
DIRETOR(A) INDUSTRIAL
Diretor(a) Industrial
Efetivo · MONACO-VILLE
GIANNI KAVANAGH
PR / Influencers Management
Efetivo · BRAGA
ADIDAS
Specialist Gbs HR Services Bik - German Speaker (M/F/D)
Efetivo · Porto
TIFFOSI
Comprador de Vestuário (m/f)
Efetivo · Porto
CONFIDENCIAL
Country Manager Iberica Textile
Efetivo · PORTO
SALSA
Ecommerce Product Manager – Desenvolvimento do Negócio Digital da Marca
Efetivo · Vila Nova de Famalicão
SPORT ZONE
Marketplace Business Developer (m/f)
Efetivo · Maia
SALSA
Ecommerce Product Specialist – Oportunidade de Especialização em Ecommerce
Efetivo · Vila Nova de Famalicão
ADIDAS
Buyer (M/F/D)
Efetivo · Porto
ADIDAS
Sap Fico Tech Consultant (M/F/D)
Efetivo · Porto
ADIDAS
Senior Sap Fico Consultant (M/F/D)
Efetivo · Porto
ADIDAS
Specialist Gbs Direct to Consumer Ecommerce (M/F/D)
Efetivo · Porto
ADIDAS
Sales Associate Part-Time - Centro Comercial The Style Outlets - Vila do Conde
Efetivo · Porto
TIFFOSI
Gestor de Produto (m/f)
Efetivo · Porto
ADIDAS
HR Specialist Gbs Operations - General Admin - German Speaker (M/F/D)
Efetivo · Porto
ADIDAS
Senior Director Gbs Accounting & Tax Europe (m/f)
Efetivo · Porto
DAMA DE COPAS
Consultora de Lingerie
Efetivo · PORTO
THE KOOPLES
Sales Assistant 16h - Eci Lisbon
Efetivo · LISBOA
EMPRESA DE MODA NO SETOR DO LUXO
Vendedor/a de Loja de Gama Alta
Temporario · LISBOA
SALSA
Salsa Vendedor(a) de Loja - Foz Plaza - a Tua Melhor Versão
Efetivo · Figueira da Foz
COURIR PORTUGAL
Sales Assistant - Coimbra cc Forum Coimbra - CDI - Part-Time - 20h - m/h
Efetivo ·
COURIR PORTUGAL
Sales Assistant - Lisboa cc Chiado - CDI - Part-Time - 20h - m/h
Efetivo · LISBOA
Traduzido por
Novello Dariella
Publicado em
26 de abr. de 2022
Tempo de leitura
2 Minutos
Partilhar
Fazer download
Fazer download do artigo
Imprimir
Clique aqui para imprimir
Text size
aA+ aA-

LVMH, Fendi e universidades de Londres desenvolvem couro cultivado em laboratório à base de queratina

Traduzido por
Novello Dariella
Publicado em
26 de abr. de 2022

As marcas de moda de luxo, que já foram as maiores consumidoras de couros finos, estão a liderar uma iniciativa para os substituir. Na sexta-feira (22 de abril), a LVMH e a sua marca Fendi anunciaram uma colaboração com um grupo de instituições de ensino em Londres para desenvolverem peles cultivadas em laboratório.


ALVMH, Fendi e universidades de Londres desenvolvem couro cultivado em laboratório à base de queratina - Photo: LVMH/ARR

 
O conglomerado de luxo francês e a marca italiana estão a trabalhar com o Imperial College London e a Central Saint Martins numa "colaboração estratégica chave que aproveita o potencial da pesquisa académica em design e ciência para criar protótipos de novos biotexteis".

Trata-se de uma iniciativa de pesquisa de dois anos, que "desenvolverá novas fibras de couro cultivadas em laboratório para a moda de luxo". Os parceiros afirmam que "pela primeira vez, a queratina será o foco de um estudo para criar uma fibra capaz de imitar vários materiais de luxo, incluindo a pele".

O anúncio ocorre meses após a Dolce & Gabbana comunicar que deixaria de usar peles, mas trabalharia com empresas "para criar roupas e acessórios de peles ecológicas, uma alternativa sustentável de peles sintéticas, que utiliza materiais reciclados e recicláveis".

Tudo faz parte dos esforços que estão a ser feitos na indústria de luxo para criar materiais que tenham a atração e as qualidades das peles verdadeiras sem causar sofrimento aos animais.

O projeto da LVMH e Fendi basear-se-á na experiência em Biologia Sintética do professor investigador Tom Ellis, do Imperial College, e na experiência em Biodesign da professora investigadora Carole Collet, da Central Saint Martins. O professor Ellis disse que na última década "a nossa compreensão dos materiais de base biológica e de como a natureza os produz aumentou dramaticamente. Agora é o momento perfeito para começar a projetar fibras para a indústria da moda feitas de forma sustentável".

"A estratégia ambiental 'LVMH Life 360' ​​integra um programa de pesquisa e inovação dedicado ao luxo sustentável. A criação de novos materiais, novas práticas regenerativas e novas tecnologias permitirão que as nossas maisons atinjam os seus objetivos climáticos e de biodiversidade", declarou Hélène Valade, diretora de Desenvolvimento Ambiental da LVMH.

O presidente e CEO da Fendi, Serge Brunschwig, destacou que "desde a sua fundação em 1925, a Fendi sempre esteve na vanguarda da experimentação, sendo pioneira no desenvolvimento de materiais tradicionais e inovadores, fornecendo aos clientes as melhores matérias-primas de acordo com as suas escolhas pessoais. Hoje em dia, estamos ativa e constantemente envolvidos na pesquisa e desenvolvimento de novos recursos que podem oferecer opções ainda mais sustentáveis", disse.
 

Copyright © 2022 FashionNetwork.com. Todos os direitos reservados.