×
404
Fashion Jobs
ADIDAS
General Ledger Manager (m/f)
Efetivo - CLT · Porto
ADIDAS
Financial Controller & Reporting Senior Specialist (m/f)
Efetivo - CLT · Porto
ADIDAS
HR Controlling & Data Analytics Senior Specialist (m/f)
Efetivo - CLT · Porto
ADIDAS
HR Specialist - German Speaker (m/f)
Efetivo - CLT · Porto
ADIDAS
Manager - Project Management & Strategy (m/f)
Efetivo - CLT · Porto
JD SPORT
Senior Kids Footwear Buyer
Efetivo - CLT · Alicante
BWGROUP
Comercial Internacional - Espanha
Efetivo - CLT · BRAGA
JD SPORT
Demand Planner Retail
Efetivo - CLT · Alicante
ADIDAS
Internship Marketing Department
Estágio · Lisboa
ADIDAS
Accountant (m/f)
Efetivo - CLT · Porto
ADIDAS
Stockroom Manager The Outlet Styles Vila do Conde
Efetivo - CLT · Porto
TEM-PLATE
Web And Communication
Estágio · LISBON
SALSA
Vendedores de Loja Part-Time - Gaia Shopping (m/f)
Efetivo - CLT · Vila Nova de Gaia
SALSA
Vendedores de Loja - Grande Porto
Efetivo - CLT · Matosinhos
SALSA
Vendedores de Loja Part-Time - Ferrara Plaza (m/f)
Efetivo - CLT · Paços de Ferreira
SALSA
Vendedores de Loja Part-Time - Fórum Castelo Branco (m/f)
Efetivo - CLT · Castelo Branco
POLOPIQUE
Designer de Moda Sénior (m/f) – Vestuário de Senhora e Criança em Tecido
Efetivo - CLT · SANTO TIRSO
ADIDAS
Accounting Team Leader (m/f)
Efetivo - CLT · Porto
ADIDAS
Sales Associate
Efetivo - CLT · Faro
ADIDAS
Senior Specialist Gbs Operations h2r - Payroll (m/f)
Efetivo - CLT · Porto
ADIDAS
General Ledger Accountant (m/f)
Efetivo - CLT · Porto
ADIDAS
Specialist Financial Structures Sap-co (m/f)
Efetivo - CLT · Porto

LVMH reduziu emissões de CO2 em 16% entre 2013 e 2018

Por
AFP
Traduzido por
Novello Dariella
Publicado em
today 26 de set de 2019
Tempo de leitura
access_time 2 Minutos
Partilhar
Fazer download
Fazer download do artigo
Imprimir
Clique aqui para imprimir
Text size
aA+ aA-

A LVMH, líder mundial em luxo, anunciou na quarta-feira (25) que reduziu as suas emissões de CO2 em 16% entre 2013 e 2018, período no qual a sua atividade cresceu exponencialmente.


Bernard Arnault, 25 de setembro de 2019 - © Gabriel de La Chapelle - LVMH


O presidente executivo da empresa, Bernard Arnault, apresentou um balanço sobre a política ambiental do grupo na quarta-feira, com a presença da designer britânica Stella McCartney, pioneira em moda ética e sustentável, que deixou o grupo rival Kering em julho para se juntar à LVMH.

A LVMH explicou que em vez de escolher o caminho da compensação, prefere reduzir as suas emissões de CO2, e deve atingir a meta estabelecida em 2012 de diminuir as emissões em 25% até 2020. O grupo, que tem mais de 160 mil funcionários globalmente, destacou que já reduziu as suas emissões de CO2 em 16% entre 2013 e 2018, "um período no qual as suas vendas cresceram muito fortemente".

Em 2013, a faturação do grupo foi de 29 mil milhões de euros, enquanto em 2018 esse número subiu para 46 mil milhões. A redução das emissões foi alcançada, principalmente, graças à diminuição no consumo de energia nas lojas do grupo, devido ao "aumento do uso de luzes LED".

Sylvie Bénard, diretora de meio ambiente do grupo, disse à AFP que só em 2018 o fundo interno de carbono, que conta com a contribuição das suas 70 marcas com base na emissão de gases de efeito estufa, arrecadou 12 milhões de euros.

O fundo, lançado em 2015, permitiu financiar 112 projetos de redução de CO2 no ano passado. Cada marca, em função das emissões de gases de efeito estufa geradas pelas suas atividades, centros de produção e lojas, paga uma contribuição de 30 euros por tonelada de CO2 produzido. "Esse dinheiro não é dado às organizações para limpar o nosso nome, mas é usado internamente para melhorar e reduzir as emissões. E isso é muito mais difícil do que encontrar uma organização para doar dinheiro para plantar árvores, por exemplo", disse Bernard Arnault

Para Sylvie Bénard, "existem muitas questões científicas sobre a plantação de árvores, porque podem tornar-se emissoras de CO2 no caso de uma onda de calor, uma vez que podem perder as folhas e não armazenar mais CO2".

No que diz respeito às matérias-primas, a LVMH também se comprometeu a garantir  até 2025 “total rastreabilidade ao país de origem, ou mesmo à quinta, no caso de peles”.

Copyright © AFP. Todos os direitos reservados. A Reedição ou a retransmissão dos conteúdos desta página está expressamente proibida sem a aprovação escrita da AFP.