×
366
Fashion Jobs
MINGA LONDON
Ecommerce Manager
Efetivo - CLT · GUIMARÃES
MINGA LONDON
Head of Creative Content / Art Director
Efetivo - CLT · GUIMARÃES
SALSA
IT Retail Systems Specialist – Oportunidade de Suporte e Participação em Projetos de IT
Efetivo - CLT · Vila Nova de Famalicão
GIANNI KAVANAGH
Marketing Director
Efetivo - CLT · BRAGA
SALSA
IT Development Specialist – Oportunidade de Fazer a Diferença no Dia a Dia do Utilizador Final
Efetivo - CLT · Vila Nova de Famalicão
ADIDAS
Sap Fico Tech Consultant (m/f)
Efetivo - CLT · Porto
TIFFOSI
Area Manager (m/f)
Efetivo - CLT · Faro
ADIDAS
Buyer - German Speaker (m/f)
Efetivo - CLT · Porto
JD SPORT
Stock Financial Controller
Efetivo - CLT · Alicante
JD SPORT
Demand Planner
Efetivo - CLT · Alicante
BROWNIE
Store Manager
Efetivo - CLT · LISBOA
SANDRO
Sales Assistant 12hr Corner Porto h/m
Trainee · LARAMIE
LION OF PORCHES
Gerente (m/f) - Algarve Shopping
Efetivo - CLT · GUIA
LION OF PORCHES
Gerente (m/f) - Oeiras Parque
Efetivo - CLT · LISBOA
CLAUDIE PIERLOT PORTUGAL
Vendedor(a) - 40h - CDI - Eci Lisboa - H/F
Efetivo - CLT · LISBOA
CLAUDIE PIERLOT PORTUGAL
Gestor de Loja - 40h - CDI - Lisboa Colombo - H/F
Efetivo - CLT · LISBOA
CLAUDIE PIERLOT PORTUGAL
Vendedor(a) - 40h - CDI - Lisboa Colombo - H/F
Efetivo - CLT · LISBOA
TAPESTRY
Sales Associate ii - ce pt Vila do Conde (20-39 Hours)
Efetivo - CLT · Vila do Conde
SALSA
Estágio Curricular - People & Talent
Estágio · Vila Nova de Famalicão
SALSA
Salsa Vendedor(a) de Loja - Estação Viana - a Tua Melhor Versão
Efetivo - CLT · Viana do Castelo
THE KOOPLES
Store Manager
Efetivo - CLT · LISBOA
HUGO BOSS
Sales Associate Hugo Boss Factory Outlet Almancil (f/m)
Efetivo - CLT · Quarteira
Por
AFP
Traduzido por
Novello Dariella
Publicado em
15 de abr de 2021
Tempo de leitura
2 Minutos
Partilhar
Fazer download
Fazer download do artigo
Imprimir
Clique aqui para imprimir
Text size
aA+ aA-

LVMH regista forte crescimento no primeiro trimestre

Por
AFP
Traduzido por
Novello Dariella
Publicado em
15 de abr de 2021

O grupo francês LVMH – líder mundial do luxo que anunciou na terça-feira (13 de abril) ter começado o ano com um forte crescimento – registou 14 mil milhões de euros em vendas no primeiro trimestre, superando amplamente as do mesmo período de 2019, antes da pandemia. Os resultados excederam as estimativas das agências Bloomberg e Facset que esperavam, respectivamente, 12,7 e 12,5 mil milhões de euros.


A LVMH limitou declínio nas vendas e lucros do ano passado graças a uma "forte" recuperação na Ásia eboomnas compras online - AFP


O grupo de Bernard Arnault – o primeiro do índice bolsista CAC 40 a divulgar os seus resultados trimestrais – relatou um crescimento de receita de 30% em relação a 2020 e de 8% em relação a 2019, a taxas de câmbio constantes.

A sua principal divisão de Moda e Marroquinaria “teve um excelente início de ano e atingiu níveis recordes de vendas”, segundo uma nota do grupo. Só esta divisão arrecadou 6,738 mil milhões de euros no trimestre, representando um crescimento orgânico de 52% em relação a 2020 e +37% em relação a 2019.

A divisão Relógios e Joias – que em janeiro acrescentou a marca Tiffany adquirida por 13 mil milhões de euros – atingiu 1,883 mil milhões de euros, um aumento de 35% em relação a 2020 (+1% em relação a 2019). O negócio de Vinhos e Destilados cresceu na mesma ordem. “O trimestre marca a integração pela primeira vez do icónico joalheiro Tiffany & Co, que teve um excelente início de ano”, destacou o grupo.

Apenas o Retalho Seletivo continua penalizado pela limitação das viagens internacionais, com vendas orgânicas de 2,337 mil milhões de euros (-5%). “Os Estados Unidos e a Ásia estão em forte crescimento enquanto a Europa segue em declínio devido ao fecho de lojas em vários países e da paralisação do turismo”, especificou também o comunicado.

O grupo LVMH limitou o declínio nas vendas e lucros do ano passado graças a uma "forte" recuperação na Ásia e a um boom nas compras online. Em 2020, as vendas da LVMH totalizaram 44,6 mil milhões de euros, uma queda de 17%.
 

Copyright © AFP. Todos os direitos reservados. A Reedição ou a retransmissão dos conteúdos desta página está expressamente proibida sem a aprovação escrita da AFP.