×
370
Fashion Jobs
SACOOR BROTHERS
Sales Assistant- c. Comercial Alegro Alfragide (m, f)
Efetivo · Lisboa
TIFFOSI
Comprador de Moda (m/f)
Efetivo · Porto
CONFIDENCIAL
Gestor de Produção
Efetivo · PORTO
SACOOR BROTHERS
Sales Assistant- Centro Comercial Vasco da Gama (m, f)
Efetivo · Lisboa
SACOOR BROTHERS
Sales Assistant- c. Comercial Braga Parque (m, f)
Efetivo · Braga
ADIDAS
Buyer - German Speaker (m/f)
Efetivo · Porto
JD SPORT
Stock Financial Controller
Efetivo · Alicante
JD SPORT
Demand Planner
Efetivo · Alicante
BA&SH
Sales Assistant - el Corte Ingles Porto
Temporario · PORTO
SACOOR BROTHERS
Sales Assistant- Leiriashopping (m, f)
Efetivo · Leiria
SACOOR BROTHERS
Sales Assistant - Lojas do Porto (m, f)
Efetivo · Porto
CONFIDENCIAL
Senior Sales Assistant
Efetivo · LISBOA
BOUTIQUE DOS RELÓGIOS
Assistente de Vendas - Cascais
Efetivo · CASCAIS
SALSA
Salsa Vendedor(a) de Loja - Barcelos - a Tua Melhor Versão
Efetivo · Barcelos
MINGA LONDON
Fashion Photographer
Efetivo · GUIMARÃES
SALSA
Salsa Gerente de Loja – Grande Porto – Encontra Aqui a Tua Paixão
Efetivo · Porto
TIFFOSI
Team Leader (m/f)
Efetivo · Braga
ESTÉE LAUDER
Finance Administrator (Part-Time)
Efetivo · LISBON
SALSA
Salsa Vendedor(a) de Loja - Vasco da Gama - a Tua Melhor Versão
Efetivo · Lisboa
KLEED LOUNGEWEAR
Sales / E-Commerce / Customer Care Manager
Efetivo · LISBOA
SALSA
Salsa Vendedor(a) de Loja - Porto - a Tua Melhor Versão
Efetivo · Porto
ABSOLUTARGET
Ecommerce Assistant
Estágio · VILA DO CONDE
Publicidade
Por
Agência LUSA
Publicado em
8 de jul de 2021
Tempo de leitura
2 Minutos
Partilhar
Fazer download
Fazer download do artigo
Imprimir
Clique aqui para imprimir
Text size
aA+ aA-

Mais de 80% das empresas de calçado com encomendas para pelo menos um mês

Por
Agência LUSA
Publicado em
8 de jul de 2021

Mais de 80% das empresas de calçado diz ter encomendas para, pelo menos, o próximo mês, e 33% afirma ter trabalho assegurado para o próximo trimestre, segundo o ‘Inquérito Covid’ efetuado pela associação setorial e divulgado na quarta-feira.


Foto: Raoul Ortega / Unsplash


De acordo com o questionário da Associação Portuguesa dos Industriais de Calçado, Componentes, Artigos de Pele e Seus Sucedâneos (APICCAPS), embora a ‘redução de encomendas internacionais’ ainda seja a maior preocupação dos empresários, com 54% das respostas, este é o valor mais baixo dos últimos meses, que compara com uma média de 70% nos últimos inquéritos.

Já o ‘abastecimento de matérias-primas importadas’ “começa, agora, a perfilar-se como uma preocupação adicional, com 44% das respostas” ao inquérito, no qual participaram 79 empresas, responsáveis por 7.977 postos de trabalho e um volume de negócios próximo dos 640 milhões de euros.

“O setor dá sinais de consolidação dos negócios. Estamos a fazer os trabalhos de casa, desenvolvendo novos produtos e indo ao encontro dos nossos clientes em todo o mundo, mas, no final, estaremos sempre dependentes da evolução da pandemia”, considera o presidente da APICCAPS, Luís Onofre, citado num comunicado.

Já este mês, destaca a associação, o setor do calçado regressa às feiras internacionais, com a participação de 20 empresas na Expo Riva Schuh, em Riva Del Garda, no norte de Itália.

De acordo com os últimos dados divulgados pelo Instituto Nacional de Estatística (INE), em abril as exportações de calçado cresceram 121% face ao mesmo mês de 2020, registando o segundo mês consecutivo de crescimento.

No acumulado dos primeiros quatro meses do ano, Portugal exportou 22 milhões de pares, no valor de 497 milhões de euros, o que representa um acréscimo de 4,3%.

Ainda assim, depois do forte impacto da pandemia do setor de calçado, que levou a uma quebra do consumo mundial de calçado na ordem dos 22% no último ano, as estimativas apontam que a recuperação plena do setor poderão acontecer apenas em 2023, de acordo com o World Footwear.

PD // JNM (LUSA)

Copyright © 2021 Agência LUSA. Todos os direitos reservados.