×
Traduzido por
Helena OSORIO
Publicado em
6 de out. de 2021
Tempo de leitura
3 Minutos
Partilhar
Fazer download
Fazer download do artigo
Imprimir
Clique aqui para imprimir
Text size
aA+ aA-

Maison Margiela exalta juventude e moda vital em Paris

Traduzido por
Helena OSORIO
Publicado em
6 de out. de 2021

A Paris Fashion Week continua a reservar-nos algumas agradáveis surpresas. Tal como as criações vitais e inventivas de John Galliano reveladas na segunda-feira (4 de outubro) para a Maison Margiela. É uma reconexão com a natureza que o diretor artístico da maison prevê para a estação de primavera-verão 2022. Mas isto não é tão simples como parece, especialmente quando se trata de observar "os desejos de uma nova juventude utópica na era da emergência".


John Galliano advoga um estilo de pescador para o próximo verão - Maison Margiela


O filme, que apresenta a nova coleção "Co-Ed" (ou seja, a linha de pronto-a-vestir versus a linha de alta costura chamada Artisanal), foi realizado por Olivier Dahan (La Môme, Grace de Monaco), que já tinha assinado a obra anterior dedicada à alta costura para a Margiela, com base numa ideia do designer. O vídeo é apresentado como uma série de tableaux numa montagem sincopada, onde imagens, música e telescópio de cenas surrealistas são apresentadas numa decoração de cartão feita de materiais reciclados.

A figura do pescador inspira John Galliano com pequenos veleiros pintados nos botões. Oferece um look lúdico com capas de algodão ou chapéus de pesca, sacos em forma de balde, tops de ganga desfiada e minicalções para usar com as limas de borracha de cor gigante. Também vale a pena notar as botas Tabi em borracha reciclada com as mesmas cores primárias. Não faltam à panóplia nem as jardineiras de cintura alta com as suas cintas largas, nem o grande capote para proteção de intempéries.

O designer retrabalhou a peça de vestuário de forma brilhante. Em particular, utiliza a nova técnica "Essorage" da empresa, que, através de tratamentos enzimáticos e lavagens, parece deixar os vestígios do tempo nas peças de vestuário.

Aqui desconstrói uma peça. Ali, enriquece-a com inserções de ganga. O tule colorido (amarelo, azul, vermelho), por vezes decorado com penas multicoloridas, é colocado sobre um casaco de borla, sobre saias de lã ou sobre fatos brancos para um efeito de filtro. Um xadrez atirado sobre os ombros cobre o corpo como uma capa. Os panos de cozinha são utilizados como forro para casacos ou são atados à volta do pescoço.


Um look para a primavera-verão 2022 - Maison Margiela


O final da exposição oferece uma série de looks mais ricos, onde as jovens modelos são transformadas em cavaleiros, como metáfora para os jovens de hoje que se veem confrontados com um mundo muito complicado. Entre nevoeiro, inundações e viagens noturnas, o filme parece estar mergulhado num caos perpétuo.

Conseguirão salvar o planeta? Com os meios à mão, as modelos parecem colocar toda a sua energia e otimismo, usando as suas imponentes botas de couro preto Seven Leagues. Mesmo que as coroas, que algumas delas usam, sejam apenas de papelão. Por vezes usam uma luva grossa de cravos pretos num braço, como a luva de um falcoeiro, enquanto o capacete do cavaleiro é transparente, feito de simples pedaços de plástico.
 

Copyright © 2022 FashionNetwork.com. Todos os direitos reservados.