×
358
Fashion Jobs
MINGA LONDON
Ecommerce Manager
Efetivo - CLT · GUIMARÃES
MINGA LONDON
Head of Creative Content / Art Director
Efetivo - CLT · GUIMARÃES
SALSA
IT Retail Systems Specialist – Oportunidade de Suporte e Participação em Projetos de IT
Efetivo - CLT · Vila Nova de Famalicão
GIANNI KAVANAGH
Marketing Director
Efetivo - CLT · BRAGA
SALSA
IT Development Specialist – Oportunidade de Fazer a Diferença no Dia a Dia do Utilizador Final
Efetivo - CLT · Vila Nova de Famalicão
ADIDAS
Sap Fico Tech Consultant (m/f)
Efetivo - CLT · Porto
TIFFOSI
Area Manager (m/f)
Efetivo - CLT · Faro
ADIDAS
Buyer - German Speaker (m/f)
Efetivo - CLT · Porto
JD SPORT
Stock Financial Controller
Efetivo - CLT · Alicante
JD SPORT
Demand Planner
Efetivo - CLT · Alicante
EL CORTE INGLÉS, GRANDES ARMAZÉNS SA
Vendedores de Moda
Efetivo - CLT · LISBOA
RE/MAX COLLECTION, MAXGROUP
Profissional do Setor de Moda (m/f) Com Vertente Comercial
Estágio · LISBOA
BROWNIE
Sales Advisor
Efetivo - CLT · PORTO
BROWNIE
Sales Advisor
Efetivo - CLT · LISBOA
SALSA
Salsa Vendedor(a) de Loja - 8ª Avenida - a Tua Melhor Versão
Efetivo - CLT · São João da Madeira
SALSA
Salsa Vendedor(a) de Loja - Parque Atlântico - a Tua Melhor Versão
Efetivo - CLT · Ponta Delgada
CONFIDENCIAL
Engenheiro(a) de Qualidade Têxtil - Vestuário
Efetivo - CLT · PORTO
SANDRO PORTUGAL
Concession Manager - Lisboa el Corte Ingles h/m
Efetivo - CLT · LISBOA
LION OF PORCHES
Técnico(a) de Qualidade
Efetivo - CLT · VILA DO CONDE
RALPH LAUREN
Sales Associate (Vendedor Loja)
Efetivo - CLT · Alcochete
SANDRO PORTUGAL
16 Hours Sales Assistant Lisbon h/m
Trainee · LISBOA
MINGA LONDON
Stylist
Efetivo - CLT · GUIMARÃES
Traduzido por
Helena OSORIO
Publicado em
8 de abr de 2021
Tempo de leitura
4 Minutos
Partilhar
Fazer download
Fazer download do artigo
Imprimir
Clique aqui para imprimir
Text size
aA+ aA-

Maison Mode Méditerranée transforma-se em fundo de dotações

Traduzido por
Helena OSORIO
Publicado em
8 de abr de 2021

O ano de 2020 – marcado pela pandemia de COVID-19 – levou muitos intervenientes da moda a repensarem-se. Entre eles, a Maison Mode Méditerranée (MMM). Lançada em 1988 por Maryline Bellieud-Vigouroux e presidida durante muito tempo por Azzedine Alaïa, a instituição sediada em Marselha que apoia o design mediterrânico está a completar um ciclo. Como está a renascer sob a forma de um fundo de dotações para apoiar projectos relacionados com a moda e com o Mediterrâneo.


Fundo de dotações apoiará projectos relacionados com a moda e com o Mediterrâneo - Ph Mark Blezinger - dotationmodemed.fr


"Há 30 anos que investimos para promover a moda, para criar um museu e uma formação universitária, para organizar exposições... Apoiámos os estilistas de Marselha e depois – através do concurso OpenMyMed – alargámos o nosso âmbito ao Mediterrâneo. Mais tarde surgiu a crise, o que nos levou a repensar o nosso formato. Hoje, a MMM, tal como foi concebida, terminou o seu ciclo e deve fechar", explicou Maryline Bellieud-Vigouroux ao site FashionNetwork.com.
 
Em junho de 2020 foi assim criado o fundo de dotações da Maison Mode Méditerranée para apoiar "projectos de interesse geral, culturais e científicos ligados à partilha de conhecimentos e à transformação das profissões da moda". A primeira candidata selecionada foi Saveria Mendella de Marselha, cujo fundo financiará 50% da sua investigação de doutoramento sobre "a linguagem da moda" até 2022.

"Com este fundo, uma página totalmente nova está a ser escrita, totalmente diferente. A ideia é financiar projectos que façam sentido a partir de Marselha. Continuaremos a apoiar projectos franceses e mediterrânicos liderados por investigadores, instituições e criadores. O objectivo é também partilhar o financiamento com empresas interessadas no assunto", explicou a fundadora da MMM, mencionando a constituição de "um colégio de peritos" para avaliar os projectos.
 
No seu website, o fundo de dotações explica que pretende "promover o conhecimento e a transformação do setor para uma moda ética, responsável, tanto artesanal como tecnológica, local e inovadora", ao mesmo tempo que encoraja "o intercâmbio e a transmissão de know-how entre a Europa, África e países da bacia mediterrânica". 
 
Venda em leilão

Para financiar este fundo, a MMM colocou à venda a sua excecional colecção reunida ao longo dos últimos 30 anos com o apoio de Azzedine Alaïa. Com mais de 500 peças históricas, de Jeanne Lanvin, Jean Patou, Chanel, Madeleine Vionnet, Molyneux ou Anne-Marie Berretta, cobrindo 70 anos de história da moda de 1910 a 2000, este leilão – organizado pela Cornette de Saint Cyr Maison de Ventes, no final de fevereiro – teve um sucesso sem precedentes, atraindo quase 25 museus franceses e internacionais.


Em 2019, a MMM organizou uma exposição sobre os 30 vencedores do OpenMyMed 2010/18 - dotationmodemed.fr


A venda rondou os 800.000 euros, graças em particular a um casaco Schiaparelli de 1938 concebido em tecido de lã preto bordado pela Maison Lesage, que foi vendido por 540.000 euros (incluindo taxas). Este é um começo muito auspicioso para o fundo de dotações, cujo conselho de administração inclui Maryline Bellieud-Vigouroux, o historiador de moda Olivier Saillard, a designer Sakina M'sa e a ex-presidente da MMM Jina Luciani.
 
Como lembrete, a MMM tem desempenhado um papel pioneiro ao trazer a moda para a vanguarda. O seu museu de moda inaugurado em 1988 no Château Borély – e instalado em 1993 num espaço dedicado, na rua histórica La Canebière do centro antigo de Marselha, concebido pelo arquitecto Jean-Michel Wilmotte – foi um catalisador que levou outros museus e instituições francesas a interessarem-se pela moda contemporânea. Em 2009, o museu tornou-se um museu municipal como parte do Musée des Arts Décoratifs, de la Faïence et de la Mode com a sua coleção de 5.000 peças.
 
"Fomos os primeiros a trazer a moda contemporânea para o museu. Por exemplo, organizámos a primeira exposição Chanel em França. Fomos experimentais e muito produtivos com um total de 48 exposições coproduzidas com o museu da moda de 1988 a 2019", recordou Maryline Bellieud-Vigouroux, que gosta de lembrar que a MMM também criou uma formação universitária em colaboração com a Universidade de Aix-Marseille, um curso de bacharelato e dois de mestrado em Gestão de Profissões da Moda. Esteve também por detrás da criação da Casa Moda Academy em Marrocos.
 
Finalmente, a instituição sediada em Marselha tem acompanhado e apoiado numerosas marcas, em particular através do seu concurso para jovens designers. Desde 2010, o prémio OpenMyMed tem apoiado 117 marcas, 80% das quais mantêm e desenvolvem os seus negócios a partir do país de origem. Tal como a Okhtein, a marca egípcia de artigos de couro, que tem seduzido celebridades americanas.
 

Copyright © 2021 FashionNetwork.com. Todos os direitos reservados.