Max Mara cria roupas punk-chic de olhos postos no Dubai

A Max Mara deu uma aula sobre como organizar um desfile de moda e como gerir a sua marca. A marca italiana criou uma coleção Posh Punk que, ironicamente, se destinou à mulher profissional contemporânea.


Photo: Camera della Moda/ Instagram

As extensões de cabelo dignas de Siouxsie and the Banshees brotaram nas cabeças da maioria das modelos neste desfile, realizado no início da manhã de quinta-feira (22), numa Milão húmida e chuvosa, com uma atmosfera de clube noturno e um set escuro, criados dentro do enorme pátio do Palazzo Serbelloni. Embora a coleção tenha sido muito direcionada às mulheres que trabalham, com maravilhosos casacos em caxemira e fatos masculinos.
  
Feitos numa paleta de cores pied-de-poule antracite escolhida de forma inteligente, riscas finas e listradas em tecidos sombreados Prince of Wales de cor caramelo escuro, os casacos (marca registada da Max Mara) foram cortados com imensa autoridade. Muitos deles tinham franjas nas mangas e nos ombros.

A Max Mara é também uma marca que nunca poupa nos custos. Isso ficou claro no elenco, composto por Gigi Hadid, Doutzen Kroes e Lara Stone, que abriram o desfile vestindo uma série de blusas fantásticas com estampado de leopardo e chita, bem como casacos e jodhpurs alongados. As modelos tinham os olhos pretos bem marcados, para aumentar o ar de sedução, acentuado pelos cintos punk vagamente sadomasoquistas que completaram os vestidos justos e as saias-lápis.
 
Para enfatizar ainda mais o humor jovem do desfile, uma série de t-shirts foram inspiradas nos desenhos do artista François Berthoud, maravilhosos esboços de rostos otimistas.
 
A Max Mara é também uma marca que pensa fora da caixa, o que pôde ser observado na sua mostra sobre os 60 anos da moda italiana, "Coats!", apresentada no ano passado na Coreia, juntamente com um desfile dentro do Dongdaemun Design Plaza, projetado por Zaha Hadid.
 
Próxima paragem? A marca de moda segue para Dubai no final de 2018.
 
"O nosso objetivo é comunicar com arte, criatividade e cultura. Não apenas com roupas. É assim que vemos a Max Mara hoje, e é por isso que vamos para o Dubai", disse o CEO Luigi Maramotti à FashionNetwork.com, enquanto o público saía sob a típica e constante chuva da Lombardia.
 
O mais alto executivo da Max Mara também revelou que a empresa vai desenvolver uma série de looks mais modestos, voltados para o mercado do Médio Oriente, incluindo alguns hijabs. Caxemira com classe e cultura.
 

Traduzido por Novello Dariella

Copyright © 2019 FashionNetwork.com. Todos os direitos reservados.

Moda - Pronto-a-vestirLuxo - Pronto-a-vestirDesfiles
SUBSCREVA A NOSSA NEWSLETTER