×

Max Mara aposta em casacos ecológicos com CameLuxe

Publicado em
today 28 de mar de 2019
Tempo de leitura
access_time 2 Minutos
Partilhar
Fazer download
Fazer download do artigo
Imprimir
Clique aqui para imprimir
Text size
aA+ aA-

A Max Mara integra a economia circular e o upcycling no seu processo de produção com o seu projeto CameLuxe, focado na reciclagem de sobras de tecido. O projeto foi apresentado na terça-feira (26) em Milão, durante a conferência organizada pela Camera Nazionale della Moda Italiana sobre desenvolvimento sustentável. O objetivo? Limitar o desperdício, dando uma segunda vida aos resíduos de tecidos e respeitando o meio ambiente.


O forro ecológico CameLuxe, desenvolvido pela Max Mara, é proveniente dos resíduos de tecidos dos seus casacos - Stefano Trovati/SGP


O grupo italiano de moda, conhecido pelos seus lendários casacos de lã e caxemira, liderou uma reflexão justamente sobre o seu principal produto, que, uma vez cortado, gerava um excesso de tecidos "camel" não utilizados.

"Estamos a trabalhar há um ano e meio neste projeto, que agora nos permite reutilizar esses resíduos de tecidos para criar um novo material isolante, o CameLuxe. Este forro será usado a partir de 2020 em alguns modelos dos nossos casacos The Cube", explica Elia Maramotti, que representa a terceira geração da família fundadora da Max Mara.

Os materiais recuperados são inicialmente recolhidos e selecionados nas fábricas do grupo em Itália e depois transformados em fibras finas e, em seguida, misturados com poliéster reciclado, criando assim um isolante pronto para ser trabalhado para dar forma ao forro. O processo foi desenvolvido pela Max Mara com a tecnologia da Imbotex Lab, uma empresa veneziana especializada no fabrico de forros têxteis.


Protótipo de um modelo de casaco The Cube Max Mara feito com CameLuxe - ph Dominique Muret


“É feito nas nossas fábricas com pouco impacto em termos de consumo de energia e água, geração de resíduos e emissões de CO2. Com o CameLuxe, conseguimos obter um isolante térmico, um forro potente, capaz de conservar as mesmas propriedades de um material virgem, sem a necessidade de consumo adicional de matérias-primas", ressalta Elia Maramotti.

"Este processo, para o qual um pedido de patente foi arquivado, permite-nos criar um produto altamente resistente com características extraordinárias de elasticidade e resistência e uma grande capacidade de isolamento térmico", conclui a marca num documento.

Copyright © 2019 FashionNetwork.com. Todos os direitos reservados.