×
Por
AFP-Relaxnews
Traduzido por
Novello Dariella
Publicado em
21 de jun. de 2022
Tempo de leitura
2 Minutos
Partilhar
Fazer download
Fazer download do artigo
Imprimir
Clique aqui para imprimir
Text size
aA+ aA-

Meta introduz-se na alta costura digital

Por
AFP-Relaxnews
Traduzido por
Novello Dariella
Publicado em
21 de jun. de 2022

A gigante da web, Meta, está a fazer uma incursão notável no mundo da alta moda, com a sua primeira loja de roupas digitais. Batizada de Avatars Store, a loja da Meta irá oferecer peças da Balenciaga, Prada e Thom Browne. O luxo a um clique de distância.


A gigante da web, Meta,Meta entra no mundo da alta costura digital - DR


Vestir-se com Prada não está ao alcance de todos, mas a moda digital deve tornar as roupas das maiores marcas de luxo mais acessíveis, fazendo com que seja possível vesti-las nas redes sociais e no Metaverso através do seu próprio avatar. Este é o novo projeto do grupo Meta, anunciado pelo presidente e CEO Mark Zuckerberg, com o lançamento da sua primeira loja de roupas digitais, a Meta Avatars Store.

Foi através de uma Live no Instagram que Mark Zuckerberg e Eva Chen, vice-presidente de parcerias de moda da Meta, anunciaram a novidade, referindo-se a uma nova vitrina para os avatares dos usuários do Facebook, Instagram e Messenger. A nova loja deve começar a ser implantada nesta semana em diversos países, inclusive nos Estados Unidos.

Inicialmente, os usuários poderão adquirir roupas da Balenciaga e da Prada, duas marcas que já experimentaram algumas das possibilidades do Metaverso, mas também da Thom Browne. O luxo é acessível, em suma, embora o gigante da web ainda não tenha comunicado sobre o preço destes equipamentos digitais. No entanto, fez saber que a loja será enriquecida com o tempo por roupas concebidas por outras grandes marcas de moda.

As primeiras fotos reveladas por Eva Chen e Mark Zuckerberg destacam um macacão de motard, uma camisola Balenciaga, além de roupas vistas nos últimos desfiles de Thom Browne – e vestidas por uma série de celebridades no último Met Gala. “Os bens digitais serão um importante meio de autoexpressão no Metaverso e um grande impulsionador da economia criativa”, disse o CEO da Meta.

Se inicialmente os players da moda investiram em coleções de NFTs, estes agora entram aos poucos na moda digital, outra possibilidade oferecida pelo Metaverso. A DressX é uma das especialistas neste mercado, mas marcas como a Gucci, Balenciaga, Nike, Tommy Hilfiger e até mesmo UGG já fizeram algumas incursões através de parcerias com a Zepeto, Roblox ou Fortnite, gigantes dos jogos sociais.
 

Copyright © 2022 AFP-Relaxnews. All rights reserved.