×
267
Fashion Jobs
ADIDAS
HR Specialist Gbs Operations - Mobility (M/F/D) - Maternity Leave Cover
Efetivo ·
ADIDAS
Senior Technology Consultant - Product & Supply Chain (M/F/D)
Efetivo ·
ADIDAS
Tech Analyst - Digital & Omnichannel/ Manage Business (M/F/D)
Efetivo ·
ADIDAS
Senior Tech Project Manager - Sales Tech (M/F/D)
Efetivo ·
PRIMARK - PORTUGAL
Estágio Curricular Manager Comercial
Efetivo · PORTO
ADIDAS
Service Manager - Sales Services (M/F/D)
Efetivo ·
ADIDAS
Buyer - German/Italian/French/Spanish (M/F/D)
Efetivo ·
ADIDAS
Senior Specialist Payroll (m/f) - HR Services - German Speaker
Efetivo ·
ADIDAS
Sap Consultant - bw4hana/Sac (M/F/D)
Efetivo ·
ADIDAS
Senior Sap Consultant - bw4hana/Sac (M/F/D)
Efetivo ·
ADIDAS
Senior Sap Consultant - Ariba (M/F/D)
Efetivo ·
SACOOR BROTHERS
Fiel de Armazém (Storekeeper) - c. Comercial Colombo
Efetivo · Lisboa
SPORT ZONE
Financial Controller (m/f)
Efetivo · Maia
SACOOR BROTHERS
Sales Assistant- c. Comercial Ubbo Alfragide
Efetivo · Lisboa
ADIDAS
Senior Sap Consultant - Sac/bw-ip/Fico (M/F/D)
Efetivo · Porto
TIFFOSI
Comprador de Vestuário (m/f)
Efetivo · Porto
FOREO
Marketing Manager - Portugal
Efetivo · LISBON
COURIR PORTUGAL
Sales Assistant - Coimbra cc Forum Coimbra - CDI - Part-Time - 20h - m/h
Efetivo ·
COURIR PORTUGAL
Sales Assistant - Lisboa cc Chiado - CDI - Part-Time - 20h - m/h
Efetivo · LISBOA
SALSA
Salsa Vendedor(a) de Loja (Part-Time) - Amoreiras - a Tua Melhor Versão
Efetivo · Lisboa
ADIDAS
Data Engineer (M/F/D)
Efetivo ·
ADIDAS
Associate Data Engineer (M/F/D)
Efetivo ·
Por
Europa Press
Traduzido por
Novello Dariella
Publicado em
5 de set. de 2022
Tempo de leitura
2 Minutos
Partilhar
Fazer download
Fazer download do artigo
Imprimir
Clique aqui para imprimir
Text size
aA+ aA-

Meta quer integrar recursos de pagamento no WhatsApp, Instagram e Facebook

Por
Europa Press
Traduzido por
Novello Dariella
Publicado em
5 de set. de 2022

A Meta está a montar uma nova lista de produtos pagos para as suas plataformas de mensagens e redes sociais WhatsApp, Instagram e Facebook, de acordo com um memorando interno ao qual The Verge teve acesso.


Arquivo - Tracy Le Blanc para Pexels


O portal online de notícias e media The Verge revisou um documento no qual a empresa indica que este trabalho será realizado pela equipa de 'Novas Experiências de Monetização' e liderado por um ex-responsável de pesquisa de marca, Pratiti RayChoudhury.
 
Além disso, neste momento a empresa de tecnologia sugere principalmente que começará a trabalhar numa série de recursos de pagamento no WhatsApp, Instagram e Facebook, sem determinar quais serão ou quando espera testá-los.

O The Verge lembra que atualmente a receita da Meta vem principalmente de anúncios, embora já tenha alguns recursos pagos, mas que não são uma prioridade nos seus serviços.
 
Neste momento, esta seria a principal fonte de receitas, como sugere o vice-presidente desta área, John Hegeman, que sublinhou que a Meta não pretende oferecer aos usuários a opção de remover anúncios pagos. "Acredito que vemos oportunidades para criar novos tipos de produtos, recursos e experiências que as pessoas estariam dispostas a pagar e animadas para pagar", disse ao The Verge.

Até agora, não se sabe quais serão essas novas funcionalidades de pagamento que a fabricante espera introduzir nos seus serviços, embora a Meta espere que se tornem uma parte "bastante significativa" dos seus negócios.

Vale a pena lembrar que, atualmente, os administradores de determinados grupos do Facebook já podem cobrar pelo acesso a conteúdos exclusivos e que as estrelas ('Stars') podem ser compradas para enviar a determinados criadores de conteúdo.

Além disso, o WhatsApp cobra a certas empresas o envio de mensagens para os seus clientes e o Instagram planeia introduzir as Assinaturas do Instagram, um serviço de assinaturas pago que oferece acesso a imagens ou vídeos ao vivo exclusivos de determinados criadores de conteúdo nas redes sociais.

Também se deve notar que a Meta anunciou, há alguns meses, novas funcionalidades nas opções de monetização no Facebook e Instagram para criadores de conteúdo, incluindo um novo mercado e a abertura do programa de bónus Reels para mais pessoas.
 
De seguida, o CEO da empresa, Mark Zuckerberg, anunciou que esses criadores do Facebook e Instagram não teriam de dividir parte da sua renda com as plataformas até 2024.
 

Copyright © 2022 Europa Press. Está expressamente proibida a redistribuição e a retransmissão do todo ou parte dos conteúdos aqui apresentados sem o prévio e expresso consentimento.

Tags :
Médias