×
350
Fashion Jobs
Traduzido por
Novello Dariella
Publicado em
26 de fev de 2021
Tempo de leitura
2 Minutos
Partilhar
Fazer download
Fazer download do artigo
Imprimir
Clique aqui para imprimir
Text size
aA+ aA-

Microplásticos têxteis danificam células pulmonares

Traduzido por
Novello Dariella
Publicado em
26 de fev de 2021

Más notícias para o setor da moda. Segundo um estudo divulgado na quarta-feira (24 de fevereiro), realizado por cientistas da Universidade de Groningen na Holanda, da Organização Holandesa para Pesquisa Científica Aplicada e do Laboratório Marinho de Plymouth em Inglaterra, os microplásticos oriundos de tecidos danificam as células pulmonares. Os investigadores afirmam também que os microplásticos podem inibir os nossos pulmões de reparar os danos causados ​​pela doença de COVID-19.


Novo estudo assegura que os microplásticos têxteis criam danos nos pulmões - Photo: Public domain/Pixabay


Tais descobertas não são algo que o setor da moda possa dar-se ao luxo de ignorar. Afinal de contas, já verificamos como as notícias negativas relacionadas com os microplásticos levaram a uma ação reguladora que afetou o setor da beleza.

De acordo com o estudo, tanto o nylon como o poliéster afetaram negativamente o crescimento e a reparação do tecido das vias aéreas. E com os seres humanos expostos diariamente a fibras microplásticas, os cientistas também alertaram para os potenciais riscos para a saúde daqueles com pulmões em desenvolvimento, tais como as crianças. 

A Prof.ª Doutora Barbro Melgert, professora associada do Departamento de Farmacocinética, Toxicologia e Alvo da Universidade de Groningen, investigadora principal, afirmou: "Um vírus danifica os pulmões, pelo que necessita de reparação, e se os pulmões estão cheios de fibras que estão a inibir esta reparação, então, para além do COVID-19, terá de enfrentar outro problema". 

Então, o que é que os investigadores realmente fizeram para chegar a estas conclusões? Expuseram os organoides das vias respiratórias e dos sacos aéreos (pulmões miniatura) a microfibras de nylon e poliéster durante 14 dias para determinar o seu impacto, utilizando fibras suficientemente pequenas para serem inaladas. 

“Os dados resultantes sugerem que a fibra têxtil microplástica pode prejudicar especialmente as vias aéreas em desenvolvimento ou as vias respiratórias em reparação”, afirmaram os cientistas. E concentraram-se no nylon e poliéster, por serem materiais mais abundantes em ambientes interiores, onde os seres humanos passam a maior parte do seu tempo. 
 

Copyright © 2021 FashionNetwork.com. Todos os direitos reservados.