Milão: mulheres estarão mais presentes do que nunca

A Semana da Moda Masculina de Milão pode estar a ficar mais curta, mas a cidade terá um fim de semana movimentado a partir desta sexta-feira (15), com uma oferta mista e não apenas masculina. Os quatro dias dedicados à temporada do prêt-à-porter masculino - oficialmente conhecida como Milano Moda Uomo - começam no dia 15 de junho, com a presença de uma série de coleções femininas.


Ver o desfile
Alberta Ferretti - outono-inverno 2018 - prêt-à-porter feminino - Milão - © PixelFormula

De facto, o primeiro desfile profissional da temporada, que acontece na sexta-feira à noite, será de uma coleção primavera 2019 para mulher, a de Alberta Ferretti. O lugar: o Scalone Arengario, no antigo palácio real na praça principal da cidade, a Piazza Duomo. O destaque da Milano Moda Uomo será o desfile da britânica Stella McCartney na noite de segunda-feira.

"O que é interessante é que a fronteira entre o masculino e o feminino desapareceu completamente. Completamente! Nesta temporada, temos três coleções completas - Alberta Ferretti, Stella McCartney e a marca finlandesa Aalto - que serão apresentadas em Milão durante a semana dos desfiles masculinos. E há também todos os desfiles mistos, de marcas clássicas e da nova geração, que vão apresentar coleções masculinas e femininas ao mesmo tempo. Esta é uma grande mudança", explica Carlo Capasa, presidente da Camera della Moda, instituição que administra a moda italiana.

Notavelmente, marcas tão diversas como Daks, Dsquared2, Frankie Morello, Hunting World, Isabel Benenato, M1992, Marcelo Burlon County of Milan, Neil Barrett, Palm Angels, Sartorial Monk e Sunnei vão todas apresentar desfiles mistos. E, segundo as últimas notícias recebidas, o próximo desfile secreto da Dolce & Gabbana, programado para a noite de sábado, também seguirá nessa direção. Como muitas vezes, será um desfile misto encenado como um cocktail na passarela, no coração do famoso palazzo da dupla de designers, na Corso Venezia.


Ver o desfile
Ermenegildo Zegna - outono-inverno 2018 - prêt-à-porter masculino - Milão - © PixelFormula

Logo após o de Ferretti, está previsto um desfile masculino muito importante, o de Ermenegildo Zegna. Nesta temporada, a linha principal deste gigante da moda masculina high end será apresentada num lugar lendário. O designer Alessandro Sartori leva Zegna ao Mondadori de Segrate, o mais importante e mais famoso edifício do século XX da cidade, embora o menos visitado. Este edifício de escritórios com esplêndidas ondulações foi criado por Oscar Niemeyer para a editora Mondadori, que se mudou para lá em 1975.

"O prédio lembra as páginas de um livro esvoaçante, e as modelos desfilarão diante do enorme lago num parque urbano. Vamos torcer para tenhamos um belo pôr do sol", diz Alessandro Sartori, cujas coleções são muitas vezes inspiradas na arquitetura.

Ainda na sexta-feira, com o apoio da Câmara Italiana de Jovens Talentos, o primeiro evento de prêt-à-porter masculino nas passarelas será um desfile conjunto intitulado "Milano Moda Graduate", com a participação de estudantes de diversas escolas italianas de moda. O novo ministro italiano da cultura, Alberto Bonisoli, também estará presente.

Esta temporada terá também várias estreias, como a de Besfxxk, fundada por Dona Kim e Jae Lim, formados pela London Fashion School, que misturam estilo militar funcional e cortes clássicos. Há também a de Vien, a marca local do criador Vincenzo Palazzo, nascido no sul de Itália (Taranto, na Puglia, o salto da bota que é a península italiana).


Besfxxk outono-inverno 2018 - Seoul: Instagram/ Besfxxk - Foto: Instagram/Besfxxk

Também se vão apresentar pela primeira vez em Milão a marca coreana Spyder, a francesa Ih Nom Uh Nit, e as italianas Doucal's e Triple RRR, esta última fundada por Robert Cavalli, o filho mais novo de Roberto.

Entre as outras novidades está a Diesel Red Tag, que lançou a sua primeira coleção-cápsula feminina em março, em Paris, com uma "celebração comercial" criada por Shayne Oliver. Nesta temporada, no entanto, o designer belga Glenn Martens, da Y / Project, está por trás da criação da segunda coleção Diesel Red Tag. Este último, que venceu o Grand Prix 2017 da ANDAM, é realmente um nome que deve ser acompanhado.

"Algumas marcas fazem desfiles de moda, outras fazem exposições e apresentações. Não há realmente grandes diferenças entre esses formatos. É por isso que temos um calendário global, que não distingue mais desfiles de moda de apresentações. Temos quase setenta histórias, que serão contadas ao longo de quatro dias. Acredito que todos estarão bem ocupados”, concluiu Carlos Carpasa.

Traduzido por Novello Dariella

Copyright © 2018 FashionNetwork.com. Todos os direitos reservados.

Moda - Pronto-a-vestirModa - DiversosDesfiles
SUBSCREVA A NOSSA NEWSLETTER