Moda infantil conquista o seu espaço no Portugal Fashion

Entre 2014 e 2017, o volume de negócios do subsetor do vestuário infantil cresceu cerca de 17,1% em Portugal, representando 521 milhões de euros e correspondendo a 14,1% do fabrico total de vestuário, conclui um estudo promovido recentemente pelo CENIT (Centro de Inteligência Têxtil) e a QSP – Consultoria de Marketing, citado pelo Portugal Fashion. Números que terão estado entre os motivos para uma decisão inédita da organização do evento, que na sua última edição, que decorreu entre 14 e e 17 de março, consagrou uma manhã do seu calendário à moda infantil.


Laranjinha, Portugal Fashion - Fotografia: Ugo Camera / Portugal Fashion

Reconhecendo a importância crescente do segmento infantil na moda nacional, a 44ª do Portugal viu nascer a Portugal Kids Fashion Week powered by ModaPortugal, uma ação que “visa valorizar a moda infantil portuguesa e criar condições para o sucesso comercial das marcas nacionais deste segmento, a partir de fatores críticos como o design, a inovação, o branding e a tecnologia”, explica a organização em comunicado. A ação surge com o empowerment do ModaPortugal, uma iniciativa da ANIVEC (Associação Nacional das Indústrias de Vestuário, Confeção e Moda) e do CENIT, que tem vindo a promover a moda infantil, nomeadamente através da participação em eventos profissionais do setor, como a Pitti Bimbo ou a Playtime.
 
Depois de, em edições passadas do evento, a moda infantil ter integrado as coleções apresentadas por algumas marcas, como Lion of Porches ou Miguel Vieira, “a vontade do Portugal Fashion de abarcar o máximo de subsetores da fileira moda nacional” levou a que nesta edição o segmento kidswear tivesse um calendário próprio. Assim, além de coleções de marcas como Diogo Miranda, Luís Buchinho, Nuno Baltazar ou Marques Almeida, foi possível ver desfilar nesta edição do Portugal Fashion as novidades de quatro marcas nacionais de moda para os mais pequenos. Laranjinha, Phi Clothing, Play Up e Turquesa Beach subiram à passarela na manhã de domingo (17) para mostrarem as suas novas propostas.
 
Phi Clothing, Portugal Fashion - Fotografia: Ugo Camera / Portugal Fashion

Além de espaço no calendário de desfiles, a moda infantil esteve ainda em destaque numa conversa informal que abriu o último dia do evento. Moderada pela ex-manequim Diana Pereira, a ação “NOT a small talk: o negócio da moda infantil” contou com a presença dos oradores Ione Rangel (influenciadora digital), Ana Cravo (cofundadora & CSO da Kidde, plataforma do grupo Minty Square), Catarina Rio (fundadora do evento Um dia no Mercado) e Luís Hall Figueiredo (CEO da Hall e Cª, detentora da Laranjinha), que debateram este segmento da moda. No domínio comercial, entre as mais de 70 marcas presentes no showroom Brand Up estiveram nove marcas de vestuário infantil.

Copyright © 2019 FashionNetwork.com. Todos os direitos reservados.

Moda - Pronto-a-vestirDesfiles
SUBSCREVA A NOSSA NEWSLETTER