×
370
Fashion Jobs
JD SPORT
Marketplace Business Developer (m/f)
Efetivo · Maia
FOREO
Business Development Specialist
Efetivo · Lisbon
SALSA
Ecommerce Product Specialist – Oportunidade de Especialização em Ecommerce
Efetivo · Vila Nova de Famalicão
ADIDAS
Buyer (M/F/D)
Efetivo · Porto
ADIDAS
Sap Fico Tech Consultant (M/F/D)
Efetivo · Porto
ADIDAS
Specialist Gbs HR Services - Compensation (M/F/D)
Efetivo · Porto
ADIDAS
Senior Sap Fico Consultant (M/F/D)
Efetivo · Porto
ADIDAS
Specialist Gbs Direct to Consumer Ecommerce (M/F/D)
Efetivo · Porto
ADIDAS
Sales Associate Part-Time - Centro Comercial The Style Outlets - Vila do Conde
Efetivo · Porto
TIFFOSI
Gestor de Produto (m/f)
Efetivo · Porto
JD SPORT
Demand Planner (m/f)
Efetivo · Maia
ADIDAS
HR Specialist Gbs Operations - General Admin - German Speaker (M/F/D)
Efetivo · Porto
ADIDAS
Senior Specialist Gbs HR Services Bik - German Speaker (M/F/D)
Efetivo · Porto
ADIDAS
Senior Director Gbs Accounting & Tax Europe (m/f)
Efetivo · Porto
ADIDAS
Associate Accountant Accounts Payable (m/f)
Efetivo · Porto
JD SPORT
Vendedor (m/f) Sport Zone Fórum Aveiro
Temporario · Aveiro
JD SPORT
Vendedor (m/f) Sport Zone Sines
Temporario · Sines
JD SPORT
Vendedor (m/f) Sport Zone Cascais
Temporario · Cascais
JD SPORT
Vendedor (m/f) Sport Zone Caldas Rainha
Temporario · Caldas da Rainha
JD SPORT
Vendedor (m/f) Sport Zone Vila Real - Nosso Shopping
Temporario · Vila Real
JD SPORT
Trainees Sport Zone (m/f)
Estágio · Maia
SALSA
Salsa Vendedor(a) de Loja - Barcelos - a Tua Melhor Versão
Efetivo · Braga
Traduzido por
Helena OSORIO
Publicado em
27 de jan. de 2022
Tempo de leitura
6 Minutos
Partilhar
Fazer download
Fazer download do artigo
Imprimir
Clique aqui para imprimir
Text size
aA+ aA-

Moda masculina: 10 tendências para o inverno 2022/23 ditadas na passerelle

Traduzido por
Helena OSORIO
Publicado em
27 de jan. de 2022

Enquanto a pandemia parece não ter fim à vista, os estilistas de moda redobraram os seus esforços para oferecerem aos homens um guarda-roupa versátil para a estação de outono-inverno 2022/2023, tanto sofisticado como casual, mas profundamente renovado, como ilustrado pela maratona de desfiles de moda masculina que terminou no domingo (23 de janeiro), de Milão a Paris. O estilo de cocooning do período de confinamento é definitivamente esquecido com um regresso marcado por um desejo de moda real. Mas a evolução está a decorrer sem problemas com coleções equilibradas por uma nova elegância urbana confortável, onde a silhueta é redefinida por proporções, cortes e texturas inovadoras, enquanto a ênfase é colocada no vestuário exterior, as novas peças emblemáticas do guarda-roupa masculino.


Louis Vuitton, outono-inverno 2022/23 - © PixelFormula


1- O traje revisitado



Os fatos de treino para desporto e pijamas desapareceram! No próximo inverno, o fato clássico está de volta. É retrabalhado com precisão e declinado em todos os tipos de materiais (seda, veludo, ganga, tweed, flanela, lã e até mesmo couro mostarda com Bianca Saunders). O blazer com duplo peito está de volta em modelos diferentes.

O casaco está a tornar-se mais comprido, assim como as mangas, e está a ficar mais cheio, especialmente em torno dos ombros. É curvo, muitas vezes "esquadriado" com ombros imponentes, ou completamente desestruturado ou assumindo uma nova forma arredondada. As calças são também objeto de construções inventivas no fecho, as pregas, os dardos, bem como na forma, por exemplo com pernas arqueadas.


Jordanluca, outono-inverno 2022/23 - © PixelFormula


2- Saia tailleur 



O vestido túnica e a saia maxi, vistos vezes sem conta nas coleções masculinas durante várias estações, já não são tabu. Tal como a joalharia, que é agora essencial para o look diário de cada homem. Neste longo caminho para a total indiferença de género, as únicas coisas que faltavam eram o vestido de noiva e o fato com saia. O passo foi dado nesta época.
 
O primeiro apareceu na última coleção de Virgil Abloh para a Louis Vuitton, enquanto o fato com saia foi proposto por algumas maisons ousadas. A Dolce & Gabbana com um fato clássico de pied de poule, a Moschino com um blazer e minissaia plissada turquesa, a JordanLuca através de um fato de lã amarelo dourado composto por um casaco comprido de peito duplo e uma kilt. A EgonLab e Miguel Vieira variam sobre o tema, acrescentando uma saia plissada no mesmo tecido ao seu fato clássico, que é estratificada sobre as calças.


Dior Men, outono-inverno 2022/23 - © PixelFormula

 

3- O jogging liberado 



Estas são as novas calças por excelência. Abandonam o seu rigoroso e confortável registo (concebido para se deixarem estar na sala de estar) para se tornarem uma peça super chique e essencial do guarda-roupa, para ser usada como um fato debaixo de um casaco. Prático com o seu cordão, adquire um novo estatuto em particular quando é proposto em linha reta com a sua dobra na frente. Quer esteja largo, cónico ou apertado no tornozelo, o fato de jogging presta-se a mil interpretações. Cortado na Sankuanz, puxado na Y/Project. Muito elegante em malha ocre na Rhude ou em caxemira sublime na Brioni.


Dolce & Gabbana, automne-hiver 2022/23 - © PixelFormula

 

4- Yeti

 

Embora a pele seja gradualmente banida de todas as maisons, nunca esteve tão presente na passerelle, fabricada em novos materiais. Em particular, encontra-se em grandes coleiras e lapelas peludas ou em mangas de três quartos. O casaco, especialmente o casaco de pêlo comprido, frequentemente tingido com cores pop (azul céu em Dries Van Noten), deve fazer parte do guarda-roupa do próximo inverno. Naturalmente com botas peludas a condizer, para um look yeti perfeito.


Loewe, outono-inverno 2022/23 - © PixelFormula


5- Casaco de tosquia



O vestuário exterior está no centro das atenções. A par do casaco de pele, outros artigos de vestuário exterior tradicional estão a provar ser os verdadeiros destaques do guarda-roupa pós-pandémico. Tal como o casaco de aviador, outro essencial oferecido em todo o tipo de formas, o casaco extra largo e colorido, a parka de três quartos de comprimento... E acima de tudo o casaco em pele de ovelha ou lã encaracolada que pode ser encontrado em todo o lado, voluntariamente revisitado como na Y/Project, que o desconstrói, ou totalmente transformado por Jonathan Anderson, na Loewe ou na sua própria coleção, enquanto que na Hermès o forro peludo é azul colorido.
 

DSquared2, outono-inverno 2022/23 - © PixelFormula

 

6- Plaid



A noção de proteção persiste. Revela-se em particular através da sobreposição de roupas e casacos com golas múltiplas, mas também através da hibridização de tecidos, e em particular das estolas que são colocadas sobre as roupas. A manta deixa o quarto para se convidar a si própria para viver o ar livre.
 
Em riscas ou com os seus reconhecíveis tartans, é transformada numa túnica com um comboio na Rick Owens, um poncho multiestratificado na Dsquared2 ou na White Mountaineering. O plaid com franjas transforma-se num casaco com capuz na Kenzo, enquanto a Bluemarble utiliza cobertores clássicos de cetim para fazer os seus casacos.


Rains, outono-inverno 2022/23 - © PixelFormula


7- A penugem matelassé



O acolchoado ainda está na moda e está a espalhar-se pelo guarda-roupa do próximo inverno, para além do clássico casaco ou casaco acolchoado. Pode ser encontrado em capotes e enormes cachecóis que parecem mantas, ou mesmo sacos de dormir, onde o corpo, pescoço e cabeça estão presos (Justin Gall, Hed Mayner, Y/Project, Rains, Dsquared2).

Em muitos coletes salva-vidas ou coletes à prova de bala, assemelham-se a couraças futuristas (Rick Owens, A-Cold-Wall). Não esquecendo as calças volumosas estilo Bibendum para esquiar (Dolce & Gabbana, EgonLab, Spyder), uma vez que a tendência dos desportos de inverno atraiu mais do que um designer.


Walter Van Beirendonck, outono-inverno 2022/23 - © PixelFormula

 

8-  A balaclava



A máscara anti-COVID-19 deixou a sua marca e continuará a fazê-lo durante muito tempo. Nas passerelles, isto traduz-se em rostos sistematicamente escondidos, nomeadamente através da balaclava, que se prepara para se tornar o "seu acessório" do próximo inverno. Paul Smith está a usá-lo em lã nas suas listras finas típicas, Sulvam num tecido de pied-de-coq. Tem a forma de um coração na Loewe, combina com fatos na Louis Vuitton ou é decorado com o famoso monograma da maison. Numa balaclava de lycra ou na versão de chapéu de piloto, permite obter um look de mau da fita quando é zipada, apenas com duas fendas para os olhos (Sankuanz, Rick Owens, Walter Van Beirendonck). 
 
Em geral, o chapéu está a tornar-se a peça essencial para definir a nova silhueta masculina. Quer seja uma boina, um gorro peruano, um chapéu de feltro, um chapéu de cowboy ou outra coisa qualquer, é omnipresente.


GmbH, outono-inverno 2022/23 - © PixelFormula


9- Botas de coxa alta



Nesta estação, os homens estão também a assumir outro símbolo de feminilidade, recuperando um acessório que no passado distante pertencia ao guarda-roupa masculino: a bota de coxa alta. A GmbH está a oferecer botas de coxa muito altas em diferentes peles. Na Rick Owens, são encimadas por plataformas. Na Sean Suen imaginam-se como botas pretas de sete léguas. A Acne Studios e Louis Vuitton têm botas altas, enquanto a Moschino as apresenta sob a forma de polainas de couro coloridas e removíveis que chegam até à coxa.


Wales Bonner, , automne-hiver 2022/23 - © PixelFormula


10- O sapato de fivela



Os estilistas de moda têm estado particularmente ativos nesta estação na criação de calçado original, tal como os tamancos de feltro cinzento bordados da Dior feitos com a Birkenstock, que certamente serão um sucesso. Mas também, explorando o sapato de fivela, inspirado no modelo clássico feminino Mary Jane, que poderia muito bem encontrar o seu caminho para o guarda-roupa masculino. A Fendi oferece uma versão luxuosa com um relógio na bracelete. Grace Wales Bonner opta por um modelo mais desportivo com uma cinta larga. Hed Mayner oferece-a como bailarina plana.
 

Copyright © 2022 FashionNetwork.com. Todos os direitos reservados.