×
712
Fashion Jobs
SALSA
Quality Manager - Oportunidade de Trabalhar o Produto Para Atingir Uma Qualidade de Excelência
Efetivo · Vila Nova de Famalicão
JD SPORT
Demand Planner_Sport Zone(m/f)
Efetivo · Maia
TIFFOSI
Area Manager (m/f)
Efetivo · Braga
ADIDAS
Specialist Gbs Direct to Consumer Ecommerce (M/F/D)
Efetivo · Porto
ADIDAS
Specialist Gbs Direct to Consumer Ecommerce (M/F/D)
Efetivo · Porto
ADIDAS
Specialist Gbs Direct to Consumer Ecommerce (M/F/D)
Efetivo · Porto
ADIDAS
Senior Specialist Direct-tO-Consumer Ecommerce (M/F/D)
Efetivo · Porto
ADIDAS
Specialist Gbs Direct to Consumer Ecommerce (M/F/D)
Efetivo · Porto
ADIDAS
Buyer - Spanish Speaker (M/F/D)
Efetivo · Porto
ADIDAS
Sap Apo (Snp/Ibp) Consultant (M/F/D)
Efetivo · Porto
ADIDAS
Senior Sap Fico Consultant (M/F/D)
Efetivo · Porto
ADIDAS
Specialist Gbs Non-Trade Procurement Business Analysis (M/F/D)
Efetivo · Porto
ADIDAS
Sap Fico Consultant (M/F/D)
Efetivo · Porto
JD SPORT
Footwear Buyer
Efetivo · Alicante
JD SPORT
Apparel Buyer
Efetivo · Alicante
SACOOR BROTHERS
Fiel de Armazém (Storekeeper) - c. Comercial Colombo (m, f)
Efetivo · Lisboa
SACOOR BROTHERS
Sales Assistant - c. Comercial Norteshopping (m, f)
Efetivo · Porto
ADIDAS
HR Specialist - People Services - German Speaker (M/F/D)
Efetivo · Porto
JD SPORT
Demand Planner (m/f)
Efetivo · Maia
ADIDAS
Manager Gbs Delivery Excellence - Resource Planning (M/F/D) -Porto/Herzo
Efetivo · Porto
ADIDAS
Senior Specialist Reporting & Analytics (M/F/D) - Direct to Consumer Ecommerce
Efetivo · Porto
ADIDAS
Manager Gbs Delivery Excellence - Resource Planning (M/F/D) -Porto/Herzo 1
Efetivo · Porto
Publicado em
29 de set. de 2021
Tempo de leitura
2 Minutos
Partilhar
Fazer download
Fazer download do artigo
Imprimir
Clique aqui para imprimir
Text size
aA+ aA-

Moda nacional veste equipas do Pavilhão de Portugal na Expo Dubai

Publicado em
29 de set. de 2021

A indústria portuguesa da moda irá marcar presença na Expo Dubai. Assinado pelo designer Filipe Augusto, num projeto com curadoria de Miguel Flor, o fardamento das equipas do Pavilhão de Portugal da exposição mundial, que arranca a 1 de outubro, foi produzido em solo nacionais por 11 empresas locais de tecido, calçado e vestuário.
 

As fardas das equipas do Pavilhão de Portugal na Expo Dubai foram desenhadas por Filipe Augusto, num projeto com curadoria de Miguel Flor - ©MODAPORTUGAL

 
O desafio foi lançado à AICEP - Agência para o Investimento e Comércio Externo de Portugal pela ANIVEC - Associação Nacional das Indústrias de Vestuário e Confeção. “Este projeto é o resultado da mobilização de várias empresas de três setores (têxtil, calçado e vestuário) que, de forma exemplar, reafirmaram a sua excelência criativa e industrial, em linha com a sua experiência em disponibilizar soluções para desafios de complexidade e escala num curto período de tempo”, explica em comunicado César Araújo, presidente da ANIVEC.

Com a chancela do projeto MODAPORTUGAL e coordenadas pelo  CENIT – Centro de Inteligência Têxtil e pela ANIVEC e com colaboração da APPICCAPS (Associação Portuguesa dos Industriais do Calçado, Componentes, Artigos de Pele e Seus Sucedâneos), as empresas Belcinto, Calvelex, Carité, Lameirinho, Marfel, Paulo de Oliveira, Polopiqué, Riopele, Trotinete, Twintex e Vandoma foram responsáveis pela produção dos uniformes, que incluem vestuário, calçado e acessórios. 


As fardas foram produzidas por 11 empresas nacionais de tecido, calçado e vestuário - ©MODAPORTUGAL

  
Falando sobre o processo criativo, o designer Miguel Flores explicou, em declarações ao ECO, que os azulejos azuis e brancos tipicamente portugueses foram parte da inspiração para as fardas. “A coleção é extremamente gráfica e é difícil passar despercebida sem ser demasiado exuberante. A ideia deste projeto foi criar vários padrões que acabam por dar uma identidade forte às indumentárias.”

«A Europa é o principal centro da Indústria da Moda no mundo, uma tradição enraizada na história, no território, na cultura e no estilo de vida europeu, e a Indústria Têxtil e do Vestuário portuguesa é um elemento fundamental desta Indústria da Moda europeia”, destaca o presidente da ANIVEC, recordando que as empresas nacionais gerem cadeias de fornecimento de elevada exigência e dão resposta aos mais exigentes desafios colocados pelas dinâmicas e tendências internacionais de consumo. 


Os azulejos azuis e brancos tipicamente portugueses inspiraram o design das fardas - ©MODAPORTUGAL


Confiante na capacidade da criação nacional, César Araújo conclui que, “com estratégia e com os necessários investimentos, a fileira da moda portuguesa pode assumir a liderança no desenvolvimento de um modelo industrial de vanguarda que permita a transição para 'Fábrica do futuro - NextGeneration'”.

Copyright © 2021 FashionNetwork.com. Todos os direitos reservados.