×
309
Fashion Jobs
SACOOR BROTHERS
Brand Manager (m/f)
Efetivo · Lisboa
SACOOR BROTHERS
Sales Assistant- c. Comercial Ubbo Alfragide
Efetivo · Lisboa
TIFFOSI
Area Manager (m/f)
Efetivo · Porto
SALSA
Conversion Rate Optimization Specialist – Otimizar a Experiência de Compra no Ecommerce
Efetivo · Vila Nova de Famalicão
ADIDAS
HR Specialist - Gbs Operations - General Admin (M/F/D)
Efetivo · Porto
ADIDAS
Specialist Gbs Direct to Consumer Ecommerce (M/F/D)
Efetivo · Porto
ADIDAS
Senior Project Manager - Fulfilment Programs (M/F/D)
Efetivo · Porto
ADIDAS
Manager Scm Products - Product Supply / Fulfillment (M/F/D)
Efetivo · Porto
ADIDAS
HR Specialist Gbs Operations - Mobility (M/F/D)
Efetivo · Porto
ADIDAS
Manager Gbs HR Services (M/F/D)
Efetivo · Porto
ADIDAS
Procurement Manager (M/F/D)
Efetivo · Porto
ADIDAS
Senior Sap Consultant - Sap sd (Afs & s4/Hana) (M/F/D)
Efetivo · Porto
ADIDAS
Manager Scm Products - Product Supply Primary Data (M/F/D)
Efetivo · Porto
ADIDAS
Manager Supply Chain Management Products - Tms Integration (M/F/D)
Efetivo · Porto
ADIDAS
Senior Project Manager Supply Chain (M/F/D)
Efetivo · Porto
SALSA
Marketplaces Account Manager - Oportunidade de Contrubuir Para a Internacionalização da Marca
Efetivo · Vila Nova de Famalicão
ADIDAS
Senior Sap Consultant - Sac/bw-ip/Fico (M/F/D)
Efetivo · Porto
ADIDAS
Buyer (M/F/D)
Efetivo · Porto
ADIDAS
Senior HR Specialist - HR Systems Support (M/F/D)
Efetivo · Porto
ADIDAS
HR Specialist - Systems Support (M/F/D)
Efetivo · Porto
FOREO
Marketing Manager - Portugal
Efetivo · Lisbon
SACOOR BROTHERS
Sales Assistant- c.c. Vasco da Gama
Efetivo · Lisboa
Por
Agência LUSA
Publicado em
22 de jan. de 2016
Tempo de leitura
2 Minutos
Partilhar
Fazer download
Fazer download do artigo
Imprimir
Clique aqui para imprimir
Text size
aA+ aA-

Museu do Design e da Moda encerra para obras em julho, mas mantém programação

Por
Agência LUSA
Publicado em
22 de jan. de 2016

Lisboa (Lusa) - O edifício do Museu do Design e da Moda (MUDE), em Lisboa, vai fechar em julho deste ano para obras, mas a programação irá continuar, noutro espaço da capital, disse à agência Lusa a diretora daquela entidade, Bárbara Coutinho.

Instalado na Baixa de Lisboa desde 2009, no antigo edifício do Banco Nacional Ultramarino (BNU), o MUDE aguarda obras de reabilitação desde essa altura, e o concurso público foi lançado no ano passado, com um valor base de nove milhões de euros.


De acordo com dados do MUDE, o museu recebeu 270 mil visitantes, em sete exposições realizadas em 2015 - mais dez mil visitas do que no ano anterior -, e as entradas continuam a ser gratuitas desde a inauguração, em maio de 2009.

"O MUDE não vai fechar. O edifício será alvo de obras no início do segundo semestre do ano, mas o museu vai continuar ativo, com a programação", disse à Lusa Bárbara Coutinho, referindo-se, nomeadamente, à exposição sobre a relação entre o design e as artes, que deverá inaugurar em maio, em Lisboa, e no MACE - Museu de Arte Contemporânea de Elvas.

O polo expositivo em Lisboa ficará num espaço que o MUDE irá divulgar em breve.

As obras para a reabilitação integral do edifício em Lisboa - que ocupa o quarteirão definido pela rua Augusta 24-32, rua da Prata 23-43, rua de São Julião 79-111 e rua do Comércio 66-10 - "cumprem mais um passo importante da consolidação do projeto do MUDE na capital", comentou a diretora.

Em 2013, o museu inaugurou a primeira exposição antológica de um designer português de moda, Felipe Oliveira Baptista - diretor criativo da marca Lacoste - com 130 peças, e, nos anos seguintes, foram alvo de retrospetivas, estilistas, designers e artistas plásticos, como André Saraiva, António Lagarto e Eduardo Afonso Dias.

Num cenário original de paredes descarnadas do antigo edifício do BNU, o museu tem apresentado uma programação constante, com exposições de moda e design, conferências, conversas e lançamentos de publicações destas áreas.

O MUDE possui um espaço de 15 mil metros quadrados em sete pisos - cinco usados em exposições - e abriu com um acervo com cerca de mil peças de design de equipamento, e mais de 1.200 de moda, adquiridas pela Câmara Municipal de Lisboa, em 2002, ao colecionador Francisco Capelo.

Desde a inauguração, o acervo foi crescendo, recebendo várias coleções de designers portugueses de relevo, entre elas de Eduardo Afonso Dias, Daciano da Costa e António Garcia, entre outras doações.

Copyright © 2022 Agência LUSA. Todos os direitos reservados.