×
Por
Portugal Textil
Publicado em
29 de set. de 2021
Tempo de leitura
3 Minutos
Partilhar
Fazer download
Fazer download do artigo
Imprimir
Clique aqui para imprimir
Text size
aA+ aA-

My Cute Pooch converte lixo em luxo

Por
Portugal Textil
Publicado em
29 de set. de 2021

Produzida a partir das sobras de solas de sapatos 100% recicladas, a My Cute Pooch acaba de lançar uma linha de luxo adornada com peças banhadas em ouro, com olho no mercado do Dubai. A marca portuguesa de malas personalizáveis está ainda em conversações com o El Corte Inglés e a Walt Disney.


Mara Ferreira


O buldogue francês de Mara Ferreira, chamado Pooch, serviu de inspiração à marca portuguesa de malas e acessórios.

Produzida a partir dos desperdícios de produção da Bolflex – conhecida pelas solas inovadoras feitas a partir de borras de café ou de pneu com apoio da Rubberlink, a empresa de reciclagem que providencia os materiais para os artigos do grupo –, a My Cute Pooch nasceu em 2019 e rapidamente se expandiu pelo território nacional.

Classificada pela fundadora como uma “pandora”, e inspirada nas orelhas e focinho do seu buldogue francês, a mala da My Cute Pooch permite várias combinações, através dos múltiplos acessórios disponibilizados pela marca. «É uma mala versátil porque é personalizada. Pode convertê-la em 20 modelos diferentes, ou mais. Basta trocar as orelhinhas, o interior ou atá mesmo a alça e fica uma mala completamente diferente», explica, ao Portugal Têxtil, Mara Ferreira.



My Cute Pooch


Fabricadas em borracha ultraleve, 100% reciclada e vegan, certificada pelo PETA – People for the Ethical Treatment of Animals, a marca totalmente made in Portugal tem ainda todos os seus acessórios livres de níquel, podendo ser usada por quem habitualmente faz alergias a metais.

Malas de luxo adornadas com ouro

«À venda praticamente por todo o país», a My Cute Pooch está presente em 10 lojas multimarca em Espanha, três em França e duas em Itália, para além do canal online, que não só serviu de motor de arranque como também foi força motora de crescimento na era Covid-19. «Registámos um boom de vendas durante a pandemia, sobretudo em Portugal, Espanha e França. Como o comércio físico estava fechado, acabámos por aumentar as vendas, sobretudo porque as pessoas tinham necessidade de comprar para oferecer», revela a fundadora.

Prestes a entrar no Dubai, a marca lançou recentemente uma linha premium «com acessórios banhados a ouro português de 19,2 quilates» cujo preço de venda ao pública ronda os 1.500 euros.


My Cute Pooch

A marca incorporou ainda, na sua oferta, chinelos com peles sintéticas recicladas, que estarão à venda no próximo verão, e apresentará, no próximo ano, uma linha de sneakers.

A par dos novos mercados que têm surgido, como a Grécia e o Canadá, a My Cute Pooch está a tentar entrar nas department stores, estando já em conversações com o El Corte Inglês. A marca está ainda em contacto com a Walt Disney para estudar a viabilidade de lançar uma parceria destinada ao segmento infantil.

Com cerca de 70 mil malas vendias em 2020, Mara Ferreira ambiciona fechar 2021 «com vendas de 1 milhão de euros», indica.

Copyright © 2022 Portugal Têxtil. Todos os direitos reservados.