Natura & Co vai investir 5 milhões de dólares em novas marcas

A empresa brasileira de cosméticos Natura & Co, proprietária das marcas Natura, The Body Shop e Aesop, pretende investir até 5 milhões de dólares (4,47 milhões de euros) em novas marcas de beleza e bem-estar americanas e europeias através de um fundo de capital de risco.


Instagram: @naturabroficial

"Dynamo Beauty Ventures é o primeiro fundo que atende aos nossos critérios e prioridades, mas acreditamos que pode haver outros veículos de investimento deste tipo no futuro”, declarou Roberto Marques, presidente do conselho de administração da Natura, durante uma conferência com analistas sobre os resultados trimestrais da empresa.

As ações da Natura caíram 0,4% no final da tarde de sexta-feira (3), para 50,29 reais, após o anúncio de resultados abaixo do esperado num contexto de lenta recuperação económica no Brasil.

No primeiro trimestre, o lucro líquido subiu 72,8% para 41,9 milhões de reais (9,51 milhões de euros), abaixo da estimativa da Refinitiv de 59,1 milhões de reais, uma vez que o aumento das despesas foi maior que os ganhos de receita.

"Os resultados da Natura no primeiro trimestre mostraram um declínio na forte tendência de crescimento da marca no Brasil, resultando numa redução potencial nas nossas estimativas", disseram analistas do Itaú BBA num relatório.

Apesar das condições difíceis nos seus principais mercados, especialmente no Brasil, a Natura ainda está no caminho certo para atingir os seus objetivos e continuar a reduzir a sua dívida, pelo menos de acordo com Roberto Marques, que explicou que a empresa espera reduzir a sua relação dívida líquida / Ebitda para 1,4 em 2021, em comparação com 2,95 no final de março deste ano.

Os demais players do mercado estão a acompanhar de perto a Natura, que está atualmente em negociações com a empresa americana de cosméticos Avon, dois anos após ter comprado a marca britânica The Body Shop à L'Oréal por mil milhões de euros. "Por enquanto, não temos notícias sobre as nossas negociações com a Avon", afirmou Roberto Marques.

Traduzido por Novello Dariella

© Thomson Reuters 2019 Todos os direitos reservados.

CosméticaEstéticaBem-estarNegócios
SUBSCREVA A NOSSA NEWSLETTER