×
550
Fashion Jobs
ADIDAS
Manager HR Learning & Development Gbs Porto (m/f)
Efetivo · Porto
FOREO
Marketing Manager
Efetivo · Lisbon
FARFETCH
Menswear Styling Editor
Efetivo · GUIMARÃES
ADIDAS
HR Specialist Gbs - Offboarding (M/F/D)
Efetivo · Porto
ADIDAS
Specialist HR Specialist Gbs Operations - General Admin (M/F/D)
Efetivo · Porto
ADIDAS
Associate HR Specialist (M/F/D) - Gbs Operations - Benefits
Efetivo · Porto
ADIDAS
Senior Sap Apo/Ibp (Snp) Consultant (m/f)
Efetivo · Porto
ADIDAS
HR Specialist (M/F/D) - Gbs Operations - German Speaker - Bik
Efetivo · Porto
ADIDAS
Specialist Gbs Direct to Consumer Ecommerce (M/F/D)
Efetivo · Porto
JD SPORT
Demand Planner_sport Zone(m/f)
Efetivo · Maia
JD SPORT
Footwear Buyer
Efetivo · Alicante
CH CAROLINA HERRERA
Area Manager
Efetivo · LISBOA
ADIDAS
Senior Sap Consultant - Sac/Bw-Ip/Fico (m/f) 1
Efetivo · Porto
ADIDAS
Senior Director Gbs Accounting & Tax Europe (m/f)
Efetivo · Porto
ADIDAS
Buyer - French Speaker
Efetivo · Porto
ADIDAS
Technology Consultant - Retail sd/mm (M/F/D)
Efetivo · Porto
ADIDAS
Senior Specialist Gbs HR Services - Compensation (M/F/D)
Efetivo · Porto
ADIDAS
Senior Specialist Reporting & Analytics (M/F/D) - Direct to Consumer Ecommerce (M/F/D)
Efetivo · Porto
SALSA
Quality Manager - Oportunidade de Trabalhar o Produto Para Atingir Uma Qualidade de Excelência
Efetivo · Vila Nova de Famalicão
JD SPORT
Demand Planner_Sport Zone(m/f)
Efetivo · Maia
TIFFOSI
Area Manager (m/f)
Efetivo · Braga
ADIDAS
Specialist Gbs Direct to Consumer Ecommerce (M/F/D)
Efetivo · Porto
Traduzido por
Novello Dariella
Publicado em
15 de nov. de 2021
Tempo de leitura
3 Minutos
Partilhar
Fazer download
Fazer download do artigo
Imprimir
Clique aqui para imprimir
Text size
aA+ aA-

Natura regista queda nas vendas do terceiro trimestre

Traduzido por
Novello Dariella
Publicado em
15 de nov. de 2021

A Natura & Co (Natura, The Body Shop, Avon e Aesop) anunciou que registou uma queda nas vendas no terceiro trimestre, mas apresentou um forte crescimento nos primeiros nove meses do ano.


Natura regista queda nas vendas do terceiro trimestre - Facebook: The Body Shop


A receita líquida consolidada no terceiro trimestre caiu 4,5% a taxas de câmbio constante, para 9,5 mil milhões de reais (1,53 mil milhões de euros). Nos primeiros nove meses do ano, a receita líquida foi de 28,5 mil milhões de reais (4,59 mil milhões de euros), um aumento de 14,4% em relação ao mesmo período do ano passado.

No trimestre, as vendas digitais atingiram 52% da receita total, enquanto o EBITDA ajustado foi de 819,1 milhões de reais (131,96 milhões de euros), com uma margem de 8,6%. O lucro líquido totalizou 272,9 milhões de reais (43,96 milhões de euros), ante 381,7 milhões de reais (61,49 milhões de euros) no terceiro trimestre do ano passado.

“Apesar de uma comparação muito difícil com o ano passado, quando crescemos mais de 20%, e alguns obstáculos externos persistentes relacionados à pandemia global, a Natura & Co continua a progredir nas suas principais iniciativas, atestando a força subjacente dos nossos negócios”, disse Roberto Marques, presidente executivo e CEO do grupo.

"Mais uma vez, este ano superámos o mercado global de cosméticos, produtos de higiene e fragrâncias até agora, e em comparação com níveis pré-pandémicos todas as nossas marcas e negócios registaram um crescimento durante nove meses e a digitalização do grupo continuou a progredir. Fizemos também progressos significativos na integração da Avon. Com a implementação do novo modelo de negócio na Avon, a continuação da implantação de ferramentas de venda social na Natura, mais conversões para o novo conceito de loja na The Body Shop e os preparativos para uma entrada no mercado chinês da Esopo já em curso, temos uma série de iniciativas para impulsionar o crescimento em 2022 e mais além".

Por marca, no trimestre, a força da insígnia Natura atingiu o seu nível máximo, enquanto a marca Avon continuou a ganhar força. A receita líquida da Avon International diminuiu 14,3% no terceiro trimestre, mas aumentou 6,3% nos primeiros nove meses. Da mesma forma, a The Body Shop apresentou outro sólido desempenho, com a receita líquida a crescer 0,4% em reais no trimestre e 20,6% nos nove meses. A Aesop também registou outro trimestre forte, com a receita líquida a crescer 12% em reais no terceiro trimestre e 39,8% em nove meses. A Aesop continua a mostrar uma forte dinâmica, registando um crescimento de receitas, especialmente na Ásia e nas Américas.

Olhando para o futuro, a empresa atualizou a sua orientação a médio prazo e espera agora alcançar uma margem EBITDA ajustada de cerca de 15% em 2024, em comparação com 2023. 

O grupo também anunciou que vai lançar um plano de recompra de ações de até 1,5 mil milhões de reais (0,24 mil milhões de euros) e está a avaliar a alteração da sua cotação primária na NYSE.
 

Copyright © 2022 FashionNetwork.com. Todos os direitos reservados.