×
362
Fashion Jobs
MINGA LONDON
Ecommerce Manager
Efetivo - CLT · GUIMARÃES
MINGA LONDON
Head of Creative Content / Art Director
Efetivo - CLT · GUIMARÃES
SALSA
IT Retail Systems Specialist – Oportunidade de Suporte e Participação em Projetos de IT
Efetivo - CLT · Vila Nova de Famalicão
GIANNI KAVANAGH
Marketing Director
Efetivo - CLT · BRAGA
SALSA
IT Development Specialist – Oportunidade de Fazer a Diferença no Dia a Dia do Utilizador Final
Efetivo - CLT · Vila Nova de Famalicão
ADIDAS
Sap Fico Tech Consultant (m/f)
Efetivo - CLT · Porto
TIFFOSI
Area Manager (m/f)
Efetivo - CLT · Faro
ADIDAS
Buyer - German Speaker (m/f)
Efetivo - CLT · Porto
JD SPORT
Stock Financial Controller
Efetivo - CLT · Alicante
JD SPORT
Demand Planner
Efetivo - CLT · Alicante
TAPESTRY
Sales Associate ii - ce pt Vila do Conde (20-39 Hours)
Efetivo - CLT · Vila do Conde
SALSA
Estágio Curricular - People & Talent
Estágio · Vila Nova de Famalicão
SALSA
Salsa Vendedor(a) de Loja - Estação Viana - a Tua Melhor Versão
Efetivo - CLT · Viana do Castelo
THE KOOPLES
Store Manager
Efetivo - CLT · LISBOA
HUGO BOSS
Sales Associate Hugo Boss Factory Outlet Almancil (f/m)
Efetivo - CLT · Quarteira
HUGO BOSS
Sales Associate Hugo Boss Factory Outlet Almancil (f/m) 1
Efetivo - CLT · Porto
HUGO BOSS
Sales Associate Hugo Boss Factory Outlet Vila do Conde (f/m)
Efetivo - CLT · Porto
HUGO BOSS
Assistant Store Manager Hugo Boss Factory Outlet Vila do Conte (f/m)
Efetivo - CLT · Porto
HUGO BOSS
Assistant Store Manager Hugo Boss Factory Outlet Vila do Conte (f/m)
Efetivo - CLT · Porto
HUGO BOSS
Ales Associate Hugo Boss Factory Outlet Almancil (f/m)
Efetivo - CLT · Quarteira
HUGO BOSS
Sales Associate Boss Store Quinta do Lango (f/m)
Efetivo - CLT · Almancil
HUGO BOSS
Sales Associate Boss Store Quinta do Lago (f/m)
Efetivo - CLT · Almancil
Traduzido por
Helena OSORIO
Publicado em
17 de jun de 2020
Tempo de leitura
2 Minutos
Partilhar
Fazer download
Fazer download do artigo
Imprimir
Clique aqui para imprimir
Text size
aA+ aA-

Neiman Marcus garante aprovação de financiamento

Traduzido por
Helena OSORIO
Publicado em
17 de jun de 2020

Dallas, o retalhista de lojas de departamento Neiman Marcus Group, sediado no Texas, anunciou terça-feira (16 de junho) que vai passar à fase seguinte do seu processo de falência, obtendo a aprovação do Tribunal de Falências dos EUA para o Southern District of Texas, divisão de Houston, para um pacote de financiamento de 675 milhões de dólares (cerca de 600 milhões de euros) em dívida (DIP).


Neiman Marcus garante financiamento de milhões para cobrir dívida - Instagram: @neimanmarcus


O pacote inclui a disponibilidade imediata de 250 milhões de dólares (cerca de 223 milhões de euros), bem como um montante adicional de 150 milhões de dólares (cerca de 134 milhões de euros), conforme necessário, após 4 de setembro de 2020. Anteriormente, a Neiman Marcus já tinha recebido uma aprovação provisória de 275 milhões de dólares (cerca de 245 milhões de euros) quando os procedimentos do Capítulo 11 arrancaram, no início de maio de 2020.
 
"Com a aprovação do tribunal para ter acesso total ao financiamento DIP significativo que garantimos dos nossos credores, estamos bem posicionados para continuar a servir os nossos clientes e parceiros da marca de luxo global", disse o presidente e CEO da Neiman Marcus, Geoffroy van Raemdonck, num comunicado.

"Este financiamento proporciona-nos uma ampla liquidez para assegurar a continuidade do negócio, à medida que reabrimos gradualmente as nossas lojas, investimos no inventário de outono e financiamos a expansão da nossa oferta digital à medida que continuamos a nossa jornada para nos tornarmos a plataforma do cliente de luxo preeminente. É importante que continuemos no bom caminho para sairmos deste processo no outono de 2020", acrescentou o executivo.
 
A Neiman Marcus declarou falência no início de maio, depois de a pandemia do coronavírus COVID-19 a ter levado a fechar temporariamente todas as suas lojas em meados de março.


Neiman Marcusdeclaroufalência em maio, após fechar todas as lojas em março


Nessa altura, a empresa celebrou um acordo de reestruturação vinculativo com titulares que representavam mais de dois terços da sua dívida pendente. A estrutura de capital pós-emergência do retalhista deverá eliminar aproximadamente 4 mil milhões de dólares (cerca de 3,6 mil milhões de euros) de dívida existente, sem prazos de vencimento a curto prazo.
 
A partir do início deste mês, a Neiman Marcus começou a reabrir os seus locais com marcação de visitas privadas, tendo agora aberto, em certa medida, 90% da sua frota de lojas.
 
De acordo com a empresa, as vendas foram mais fortes do que o esperado durante o processo de reabertura. No entanto, as receitas do retalhista estão ainda muito abaixo dos níveis anteriores ao COVID-19 e o facto de as suas lojas terem sido encerradas durante os primeiros meses da falência significou que registou um "cash flow negativo" de cerca de 300 milhões de dólares (cerca de 267 milhões de euros).
 

Copyright © 2021 FashionNetwork.com. Todos os direitos reservados.