×
422
Fashion Jobs
PRIMARK - PORTUGAL
Estágio Curricular Manager Comercial
Efetivo · PORTO
SACOOR BROTHERS
Brand Manager (m/f)
Efetivo · Lisboa
SACOOR BROTHERS
Sales Assistant- c. Comercial Ubbo Alfragide
Efetivo · Lisboa
TIFFOSI
Area Manager (m/f)
Efetivo · Porto
SALSA
Conversion Rate Optimization Specialist – Otimizar a Experiência de Compra no Ecommerce
Efetivo · Vila Nova de Famalicão
ADIDAS
HR Specialist - Gbs Operations - General Admin (M/F/D)
Efetivo · Porto
ADIDAS
Specialist Gbs Direct to Consumer Ecommerce (M/F/D)
Efetivo · Porto
ADIDAS
Senior Project Manager - Fulfilment Programs (M/F/D)
Efetivo · Porto
ADIDAS
Manager Scm Products - Product Supply / Fulfillment (M/F/D)
Efetivo · Porto
ADIDAS
HR Specialist Gbs Operations - Mobility (M/F/D)
Efetivo · Porto
ADIDAS
Manager Gbs HR Services (M/F/D)
Efetivo · Porto
ADIDAS
Procurement Manager (M/F/D)
Efetivo · Porto
ADIDAS
Senior Sap Consultant - Sap sd (Afs & s4/Hana) (M/F/D)
Efetivo · Porto
ADIDAS
Manager Scm Products - Product Supply Primary Data (M/F/D)
Efetivo · Porto
ADIDAS
Manager Supply Chain Management Products - Tms Integration (M/F/D)
Efetivo · Porto
ADIDAS
Senior Project Manager Supply Chain (M/F/D)
Efetivo · Porto
SALSA
Marketplaces Account Manager - Oportunidade de Contrubuir Para a Internacionalização da Marca
Efetivo · Vila Nova de Famalicão
ADIDAS
Senior Sap Consultant - Sac/bw-ip/Fico (M/F/D)
Efetivo · Porto
TIFFOSI
Comprador de Vestuário (m/f)
Efetivo · Porto
ADIDAS
Buyer (M/F/D)
Efetivo · Porto
ADIDAS
Senior HR Specialist - HR Systems Support (M/F/D)
Efetivo · Porto
ADIDAS
HR Specialist - Systems Support (M/F/D)
Efetivo · Porto
Por
AFP
Traduzido por
Helena OSORIO
Publicado em
4 de fev. de 2022
Tempo de leitura
2 Minutos
Partilhar
Fazer download
Fazer download do artigo
Imprimir
Clique aqui para imprimir
Text size
aA+ aA-

Nike contra StockX – a plataforma que vende NFTs das suas sapatilhas

Por
AFP
Traduzido por
Helena OSORIO
Publicado em
4 de fev. de 2022

A Nike intentou uma ação em Nova Iorque, na quinta-feira (3 de fevereiro) contra a plataforma de comércio eletrónico americana StockX por vender NFTs (Non Fungible Tokens) de sneakers da marca (os populares certificados de propriedade digital à prova de falsificação) sem a sua permissão.


A Nike está a procurar obter uma indemnização e uma injunção judicial para forçar a StockX a parar as vendas de NFTs desneakersda marca - GETTY IMAGES NORTH AMERICA/AFP/Archives


"A StockX imprime NFTs que apresentam proeminentemente os logótipos da Nike, promove-os usando a marca Nike, e vende estes NFTs a preços inflacionados a consumidores insuspeitos que acreditam, ou são suscetíveis de acreditar, que estes bens digitais (como a StockX os chama) são endossados pela Nike quando não o são", dizem os advogados da Nike.
 
A gigante do desporto está a pedir uma indemnização e uma injunção judicial para forçar a StockX a parar as vendas.

A plataforma americana oferece a compra e revenda de vestuário e produtos tecnológicos, mas é principalmente especializada em leilões de sneakers. Os fãs podem encontrar pares coletáveis que se vendem por centenas de milhares de dólares, como os lendários Air Jordans.
 
Agora também oferece NFTs, objetos digitais cuja propriedade é rastreável.
 
Uma pesquisa no site com a palavra-chave NFT, por exemplo, produz uma imagem de "KAWS Sacai Nike Blazer Low Blue (Vault NFT)", a ser comprada por um mínimo de 500 dólares (436,02 euros).
 
A ficha de venda indica que os NFTs podem ser revendidos ou trocados "por um par real armazenado no nosso cofre".
 
Na sua queixa, a Nike descreve os NFTs como "uma nova e excitante forma de as marcas interagirem com os clientes no mundo real e no Metaverso", o universo paralelo da realidade aumentada e virtual descrito como o futuro da Internet.
 
Mas, "este novo horizonte tornou-se rapidamente um recreio para os falsificadores (...), que utilizam marcas comerciais não autorizadas para venderem os seus produtos virtuais e gerarem lucros ilícitos", acrescentou a Nike.
 
Segundo o grupo, a StockX já vendeu mais de 550 NFTs da marca Nike. As duas empresas não responderam imediatamente aos pedidos de comentários da AFP.
 
Em abril deste ano, a StockX foi avaliada em 3,8 mil milhões de dólares (3,31 mil milhões de euros) depois de angariar 255 milhões de dólares (222,37 milhões de euros) em financiamento. A plataforma comunicou receitas de 400 milhões de dólares (348,81 milhões de euros) em 2020.
 

Copyright © AFP. Todos os direitos reservados. A Reedição ou a retransmissão dos conteúdos desta página está expressamente proibida sem a aprovação escrita da AFP.