×
368
Fashion Jobs
MINGA LONDON
Ecommerce Manager
Efetivo - CLT · GUIMARÃES
MINGA LONDON
Head of Creative Content / Art Director
Efetivo - CLT · GUIMARÃES
SALSA
IT Retail Systems Specialist – Oportunidade de Suporte e Participação em Projetos de IT
Efetivo - CLT · Vila Nova de Famalicão
GIANNI KAVANAGH
Marketing Director
Efetivo - CLT · BRAGA
SALSA
IT Development Specialist – Oportunidade de Fazer a Diferença no Dia a Dia do Utilizador Final
Efetivo - CLT · Vila Nova de Famalicão
ADIDAS
Sap Fico Tech Consultant (m/f)
Efetivo - CLT · Porto
TIFFOSI
Area Manager (m/f)
Efetivo - CLT · Faro
ADIDAS
Buyer - German Speaker (m/f)
Efetivo - CLT · Porto
JD SPORT
Stock Financial Controller
Efetivo - CLT · Alicante
JD SPORT
Demand Planner
Efetivo - CLT · Alicante
SANDRO
Sales Assistant 12hr Corner Porto h/m
Trainee · LARAMIE
LION OF PORCHES
Gerente (m/f) - Algarve Shopping
Efetivo - CLT · GUIA
LION OF PORCHES
Gerente (m/f) - Oeiras Parque
Efetivo - CLT · LISBOA
CLAUDIE PIERLOT PORTUGAL
Vendedor(a) - 40h - CDI - Eci Lisboa - H/F
Efetivo - CLT · LISBOA
CLAUDIE PIERLOT PORTUGAL
Gestor de Loja - 40h - CDI - Lisboa Colombo - H/F
Efetivo - CLT · LISBOA
CLAUDIE PIERLOT PORTUGAL
Vendedor(a) - 40h - CDI - Lisboa Colombo - H/F
Efetivo - CLT · LISBOA
TAPESTRY
Sales Associate ii - ce pt Vila do Conde (20-39 Hours)
Efetivo - CLT · Vila do Conde
SALSA
Estágio Curricular - People & Talent
Estágio · Vila Nova de Famalicão
SALSA
Salsa Vendedor(a) de Loja - Estação Viana - a Tua Melhor Versão
Efetivo - CLT · Viana do Castelo
THE KOOPLES
Store Manager
Efetivo - CLT · LISBOA
HUGO BOSS
Sales Associate Hugo Boss Factory Outlet Almancil (f/m)
Efetivo - CLT · Quarteira
HUGO BOSS
Sales Associate Hugo Boss Factory Outlet Almancil (f/m) 1
Efetivo - CLT · Porto
Por
Reuters API
Traduzido por
Novello Dariella
Publicado em
29 de jun de 2020
Tempo de leitura
2 Minutos
Partilhar
Fazer download
Fazer download do artigo
Imprimir
Clique aqui para imprimir
Text size
aA+ aA-

Nike regista perda trimestral com COVID-19 impactando negócios grossistas

Por
Reuters API
Traduzido por
Novello Dariella
Publicado em
29 de jun de 2020

A marca desportiva americana anunciou ter registado uma perda trimestral inesperada, a primeira em mais de dois anos, devido ao fecho de centros comerciais e lojas, provocado pela pandemia de COVID-19.


A receita da Nike caiu 3% na região da Grande China e quase 47% na América do Norte. - Nike


O negócio grossista, por meio do qual a Nike vende mercadorias para outros retalhistas, congelou devido à crise sanitária. Isso levou a uma queda de 50% nas remessas, ao aumento de stock e custos mais altos devido ao cancelamento de pedidos.

Como resultado, a margem bruta caiu 820 pontos base no quarto trimestre, quando as lojas próprias e outros retalhistas permaneceram fechados por quase oito semanas. No entanto, os investimentos da Nike na sua plataforma digital, ao longo dos anos, ajudaram a registar um aumento de 75% nas vendas online.

O CEO da companhia, John Donahoe, explicou aos analistas que a empresa está agora a acelerar a sua presença online e espera que os negócios em geral atinjam 50% de penetração digital. As vendas online representaram 30% da receita total no trimestre.

"O COVID-19 mostrou que a nossa estratégia é sólida", declarou Donahoe.


Nikeregistou aumento de 75% nas vendas online


Na China, onde o vírus foi detectado pela primeira vez, todas as lojas Nike foram reabertas. A receita caiu 3% na região da Grande China, e quase 47% na América do Norte. 

A analista de retalho da Forrester Research, Sucharita Kodali, disse que a marca Nike ainda é forte e o número de vendas na China é um indicador do que se espera nos mercados ocidentais e nos EUA, à medida que as coisas normalizam. "Não há dificuldades financeiras… Não existem os problemas de retalho que outras empresas estão a enfrentar", afirmou.

O prejuízo líquido da Nike foi de 51 centavos por ação e sua receita caiu 38%, para 6,31 biliões de dólares (cerca de 5,62 biliões de euros) no trimestre. Wall Street previa um lucro de 7 centavos por ação e receita de 7,32 biliões de dólares (cerca de 6,56 biliões de euros), segundo dados Refinitiv do IBES.
 

© Thomson Reuters 2021 All rights reserved.