×
362
Fashion Jobs
LION OF PORCHES
Diretor(a) de Marketing / Marketing Director
Efetivo - CLT · PORTO
TIFFOSI
Comprador de Moda (m/f)
Efetivo - CLT · Porto
SALSA
IT Retail Systems Specialist – Oportunidade de Suporte e Participação em Projetos de IT
Efetivo - CLT · Vila Nova de Famalicão
SALSA
IT Development Specialist – Oportunidade de Fazer a Diferença no Dia a Dia do Utilizador Final
Efetivo - CLT · Vila Nova de Famalicão
ADIDAS
Sap Fico Tech Consultant (m/f)
Efetivo - CLT · Porto
TIFFOSI
Area Manager (m/f)
Efetivo - CLT · Faro
JD SPORT
Stock Financial Controller
Efetivo - CLT · Alicante
JD SPORT
Demand Planner
Efetivo - CLT · Alicante
SCALPERS
Sales Assistant -Coimbra -Part Time
Trainee · COÍMBRA
SCALPERS
Sales Assistant -Oeiras Park -Part Time
Trainee · OEIRAS
SCALPERS
Sales Assistant -Eci Lisboa -Part Time
Trainee · LISBOA
MINGA LONDON
Criador de Conteúdos Digitais/ Fotógrafo
Efetivo - CLT · GUIMARÃES
CLAUDIE PIERLOT PORTUGAL
Vendedor(a) - 20h - CDI - Lisboa Colombo - H/F
Efetivo - CLT · LISBOA
SACOOR BROTHERS
Sales Assistant- c. c. Colombo (m, f)
Efetivo - CLT · Lisboa
SACOOR BROTHERS
Sales Assistant- c. c. Alegro Alfragide (m, f)
Efetivo - CLT · Lisboa
SACOOR BROTHERS
Sales Assistant- Strada Outlet Odivelas (m, f)
Efetivo - CLT · Lisboa
SACOOR BROTHERS
Sales Assistant- Arrábida Shopping - Vila Nova de Gaia (m, f)
Efetivo - CLT · Porto
CLAUDIE PIERLOT PORTUGAL
Vendedor(a) - 10h - CDI - Porto Norte - H/F
Efetivo - CLT · VILA NOVA DE GAIA
BOUTIQUE DOS RELÓGIOS
Assistente de Vendas - Cascais
Efetivo - CLT · CASCAIS
BOUTIQUE DOS RELÓGIOS
Sales Assistant
Efetivo - CLT · LISBOA
LOJA DAS MEIAS
Sales Assistant Loja Das Meias - av. da Liberdade
Efetivo - CLT · LISBOA
ZADIG&VOLTAIRE
Sales Assistant 25h Porto
Trabalho temporário · PORTO
Publicado em
31 de jan de 2014
Tempo de leitura
2 Minutos
Partilhar
Fazer download
Fazer download do artigo
Imprimir
Clique aqui para imprimir
Text size
aA+ aA-

No final, o Who’s Next viu a sua visitação crescer um ínfimo 1%

Publicado em
31 de jan de 2014

Encontrar uma dinâmica mais favorável depois de várias edições apresentando retração: esta era a esperança na véspera do salão Who’s Next, que decorreu no Paris Expo Porte de Versailles, de 25 a 28 de janeiro. Na verdade, ecos positivos se fizeram ouvir de novo nos corredores. E quanto à visitação, os números chegaram ao azul... por pouco. Na realidade, foi de apenas 1% o avanço na visitação verificada no salão, que alcançou um número total de 58.232 visitantes.

Um dos pavilhões do Who’s Next durante a edição de janeiro último. Foto: Who’s Next.


Este retorno ao crescimento foi puxado pelos Franceses, que representaram 64% da visitação e que se mostraram 3,6% mais numerosos que na edição de inverno de 2013. Logicamente, foi o contingente estrangeiro que freou o retorno ao azul. A Europa (fora França), que contou com 26% dos visitantes, registou um recuo de 1%.

Pontos positivos: a Itália se fez de novo um pouco mais presente no salão (+4%), assim como a Espanha (+10%), a Bélgica (+11%) ou ainda a Alemanha (+9%). Pelo contrário, o contingente britânico apresentou um forte recuo (-20%), assim como os turcos (-15%).

Mas foi principalmente a Ásia que freou o desempenho internacional do salão, em especial com um país do top 5, o Japão, o qual enviou 18% menos visitantes. Embora menos quantitativamente representados dentre os visitantes, a China e a Coreia do Sul também fecharam com um recuo de 32% e 17% respetivamente.

Sempre um grande exportador, a América do Norte também apresentou recuo, com uma presença 8% inferior à do ano passado. O Médio Oriente, pelo contrário, trouxe um avanço de 5% dentre os visitantes do salão. Já entre as pequenas delegações, a África e a Oceania ficaram com -23% e -12% respetivamente.

As impressões recolhidas junto aos expositores foram, ainda assim, mais positivas, apesar das disparidades entre os pavilhões. Classicamente, em matéria de pronto-a-vestir, por exemplo, o pavilhão Fame foi muito mais frequentado que os pavilhões 7.1 e o 4, mas as marcas estavam, de uma maneira global, mais ativas comercialmente que no inverno de 2013. Uma edição que foi marcada, em particular, por um recuo de 17% na frequência francesa por conta, entre outras coisas, das nevascas que atingiram a região no período.

Copyright © 2021 FashionNetwork.com. Todos os direitos reservados.