×
401
Fashion Jobs
JD SPORT
Senior Kids Footwear Buyer
Efetivo - CLT · Alicante
L'OREAL GROUP
Business Partner Dpp
Efetivo - CLT · Lisbon
ADIDAS
Senior Manager Non-Trade Procurement (m/ f)
Efetivo - CLT · Porto
ADIDAS
HR Specialist - German Speaker (m/f)
Efetivo - CLT · Porto
BWGROUP
Comercial Internacional - Espanha
Efetivo - CLT · BRAGA
ADIDAS
Financial Controller & Reporting Senior Specialist (m/f)
Efetivo - CLT · Porto
JD SPORT
Demand Planner Retail
Efetivo - CLT · Alicante
ADIDAS
HR Controlling & Data Analytics Senior Specialist (m/ f
Efetivo - CLT · Porto
ADIDAS
Manager - Project Management & Strategy
Efetivo - CLT · Porto
SALSA
IT Sap Specialist fi/co e HR
Efetivo - CLT · Vila Nova de Famalicão
ADIDAS
General Ledger Manager (m/f)
Efetivo - CLT · Porto
JD SPORT
Prácticas Comunicación y Responsabilidad Social Sprinter
Efetivo - CLT · Alicante
JD SPORT
Mantenimiento Instalaciones Automatizadas Sprinter
Efetivo - CLT · Alicante
EL CORTE INGLÉS, GRANDES ARMAZÉNS SA
Sales Assistant (m/f)
Efetivo - CLT · LISBOA
SALSA
Vendeur(se) Aeroville 30h
Efetivo - CLT · Paris
SALSA
Vendedores de Loja Part-Time - Strada Outlet (m/f)
Efetivo - CLT · Odivelas
SALSA
Vendedores de Loja Part-Time - Alegro Setúbal (m/f)
Efetivo - CLT · Setúbal
SALSA
Vendedores de Loja Part-Time - Campera Outlet (m/f)
Efetivo - CLT · Carregado
SALSA
Vendedores de Loja Part-Time (m/f) - el Corte Inglês Lisboa
Efetivo - CLT · Lisboa
MR.MOOD
Estágio - Copywriter
Estágio · PORTO
ADIDAS
Senior Specialist Gbs Operations h2r - Payroll (m/f)
Efetivo - CLT · Porto
ADIDAS
General Ledger Accountant (m/f)
Efetivo - CLT · Porto

O que deseja o consumidor do futuro?

Por
Portugal Textil
Publicado em
today 3 de out de 2018
Tempo de leitura
access_time 3 Minutos
Partilhar
Fazer download
Fazer download do artigo
Imprimir
Clique aqui para imprimir
Text size
aA+ aA-

Que preferências dos consumidores vão ter um impacto significativo no futuro do retalho e dos destinos de lazer? Experiências em centros comerciais, uma grande atenção a comportamentos éticos e um serviço envolvente e inteligente.


O estudo “The Future Shopper”, elaborado pelo The Future Laboratory a pedido do Centre MK, afirma que estas são as três principais tendências às quais os «proprietários e gestores do retalho e locais de lazer devem ter em atenção para sobreviverem e serem bem-sucedidos nos próximos 10 anos». E «em vez de ameaçar o papel futuro dos centros comerciais, cada um representa uma grande oportunidade», pode ler-se no estudo. De acordo com o documento, em 2025, os novos consumidores vão optar por empresas de retalho de todo o mundo com as características abaixo numeradas.
 

  • Criadoras do sentido de comunidade

Os consumidores irão a centros comerciais à procura de experiências comunitárias, onde comprar produtos é uma experiência integrada, com interações sociais, o que impulsionará a lealdade a retalhistas.

As lojas vão tornar-se centros de atividade, com “recompensas”, como produtos exclusivos, experiências envolventes que melhorem a perceção da marca, ou serviços de lifestyle que têm como objetivo fornecer soluções simples para estilos de vida ocupados, encorajando a participação numa comunidade com valores semelhantes.
 
A conduzir esta tendência, note-se que 75% dos consumidores geração Z já preferem espaços que proporcionem uma oferta positiva e memorável. De acordo com o relatório, 50% dos jovens de 20 anos procuram de experiências de retalho aprimoradas nas lojas físicas.
 
  • À procura de heróis

Os futuros consumidores vão dar uma importância ainda maior à ética das marcas. No ano passado, o Edelman Trust Barometer concluiu que 56% dos consumidores já consideram as práticas éticas e de transparência importantes na credibilidade da marca. Segundo o estudo, esta crença irá crescer significativamente e moldar os negócios de retalho, os locais e as atividades nas quais o consumidor do futuro vai procurar envolver-se.

O cliente privilegiará espaços que se envolvem com as comunidades, que retribuem, ou marcas que empregam e apoiam as pessoas do local onde estão inseridas. Por esta altura, os consumidores já procuram marcas cujos valores refletem os seus, prova disso é o crescimento anual em compras éticas no Reino Unido, que estão agora avaliadas em 38 mil milhões de libras (ou 42 mil milhões de euros), de acordo com o relatório The Ethical Consumer Markets, de 2016, publicado pelo Triodos Bank.
 

  • Equipas envolventes e inteligentes

Para irem às compras, os consumidores vão querer um staff bem informado e entusiasta. Segundo o estudo, 78% dos clientes consideram que ter uma equipa de vendas com um conhecimento detalhado do produto e com confiança na tecnologia da loja são fatores essenciais para a lealdade perante uma marca. Para o retalho e destinos de lazer, isso vai implicar empregar fãs da marca, com inteligência emocional, altamente motivados e bem pagos – indivíduos que têm conhecimento sobre as marcas, as lojas e as experiências disponíveis num espaço como o Centre MK, por exemplo.

Os serviços de retalho, restauração e lazer presentes nos centros comerciais deverão também refletir esta mudança no serviço, progredindo e envolvendo as marcas que exemplifiquem esta evolução e essa motivação para o provar no futuro, desenvolver essas capacidades e, por último, o papel dos seus trabalhadores.

Kathryn Bishop, editora no Future Laboratory e autora do relatório The Future Shopper, explica que «ao longo dos próximos 10 anos, uma série de novas forças sociais, culturais e tecnológicas vão remodelar as expetativas dos consumidores em relação ao retalho e os espaços de lazer. Os consumidores de amanhã vão procurar um maior sentido de pertença (que os centros comerciais podem oferecer), transparência total das marcas e experiências envolventes com a equipa. Os destinos inteligentes são os que reconhecem as mudanças que estão a acontecer agora e respondem, em vez de esperarem, já que será tarde demais».

Copyright © 2020 Portugal Têxtil. Todos os direitos reservados.

See also