×
Traduzido por
Novello Dariella
Publicado em
20 de fev. de 2020
Tempo de leitura
2 Minutos
Partilhar
Fazer download
Fazer download do artigo
Imprimir
Clique aqui para imprimir
Text size
aA+ aA-

Old Navy, marca pertencente à Gap, deixa a China a 1 de março

Traduzido por
Novello Dariella
Publicado em
20 de fev. de 2020

Um mês após cancelar o plano de se separar da sua controladora, a Gap, a marca Old Navy anunciou que deixará o mercado chinês nas próximas semanas para redesenhar a sua estratégia internacional e focar-se nas suas operações na América do Norte.


Old Navy fechará todas as suas lojas chinesas a 1 de março de 2020 - Instagram: @oldnavy

 
A loja Old Navy na plataforma chinesa de comércio eletrónico Tmall já deixou de vender os seus produtos e um anúncio no site oficial da marca na China explica que todas as lojas da China serão fechadas a 1 de março de 2020.

A marca americana iniciou as suas operações na China em 2014 e atualmente possui dez lojas no país, seis das quais estão localizadas em Pequim. Os planos de retirada do mercado já haviam sido revelados em novembro do ano passado.

A marca de moda jovem é a mais recente de uma série de marcas internacionais a retirar-se da China nos últimos anos, como Forever 21, Asos e New Look.
 
Em fevereiro de 2019, o grupo americano Gap anunciou que planeava separar-se da Old Navy tornando-a uma empresa independente para concentrar os esforços na sua estratégia de expansão. No entanto, essa divisão foi reconsiderada quando a Old Navy começou a desacelerar e, em janeiro deste ano, a Gap revelou que não iria adiante com a separação, explicando que o custo e a complexidade da operação colocaram em dúvida a capacidade da empresa de criar valor após a separação.
  
A Gap irá anunciar os seus resultados financeiros para o quarto trimestre e o ano fiscal de 2019 a 27 de fevereiro.

Copyright © 2021 FashionNetwork.com. Todos os direitos reservados.