×
Traduzido por
Estela Ataíde
Publicado em
6 de fev de 2020
Tempo de leitura
2 Minutos
Partilhar
Fazer download
Fazer download do artigo
Imprimir
Clique aqui para imprimir
Text size
aA+ aA-

Olivier Theyskens é o novo diretor artístico da Azzaro

Traduzido por
Estela Ataíde
Publicado em
6 de fev de 2020

A Azzaro encontrou em Olivier Theyskens o seu novo diretor artístico. O cargo estava vago há um ano, desde a saída da Maxime Simoëns em março de 2019. O couturier belga fica responsável, com efeito imediato, pelas coleções de alta costura, bem como pelas linhas de prêt-à-porter e acessórios de homem e mulher, anuncia a casa parisiense.


Olivier Theyskens assume as rédeas da maison parisiense - Azzaro


"O legado deixado por Loris Azzaro é considerável e muito inspirador", disse em comunicado o designer, que deseja conferir a sua visão "a esta maison mítica e iconoclasta para a qual a liberdade e o hedonismo permanecem como valores fundadores sempre atuais". Theyskens vai apresentar a sua primeira coleção Azzaro Couture em julho de 2020 em Paris.

Esta nomeação abre um novo capítulo para a casa francesa, criada em 1967 por Loris Azzaro e comprada em 2006 pelo family office com sede em Andorra Reig Capital Group, que começou em 2017, ano do seu quinquagésimo aniversário, um importante relançamento.

Com o seu estilo refinado tingido de romantismo, o ex-menino prodígio da moda belga, que comemorou recentemente o seu 43.º aniversário, deverá incutir na marca uma nova sensibilidade e um toque de classe. Gabriel de Linage, CEO da marca, sublinha: "Olivier Theyskens tem uma capacidade única para absorver um património e reinterpretá-lo na energia contemporânea. A sua predileção por uma sensualidade assertiva e os contrastes fluidos dos materiais e cortes fazem naturalmente eco do estilo de Loris Azzaro e as suas musas icónicas."

O designer, formado na escola La Cambre, em Bruxelas, lançou a sua própria marca em 1997, que teve que interromper em 2002, incapaz de gerir sozinho o forte crescimento da sua maison. De seguida, encadeou direções artísticas, da Rochas à Nina Ricci, passando pela Theory, acumulando uma vasta experiência, antes de relançar a sua maison em 2016, que desde então desfila no calendário de prêt-à-porter feminino e que continuará a dirigir.

Copyright © 2021 FashionNetwork.com. Todos os direitos reservados.