×
374
Fashion Jobs
keyboard_arrow_left
keyboard_arrow_right

Os relógios de luxo seduzem ainda mais a Ásia

Por
AFP-Relaxnews
Publicado em
today 25 de mar de 2015
Tempo de leitura
access_time 2 Minutos
Partilhar
Fazer download
Fazer download do artigo
Imprimir
Clique aqui para imprimir
Text size
aA+ aA-

Os relógios de luxo nunca foram tão apreciados como agora: o interesse dos consumidores saltou 10% entre 2013 e 2014, de acordo com a edição 2015 do relatório World Watch.


O fenómeno observa-se sobretudo na Ásia, onde a clientela aumentou 68%, tendo a China como principal motor. Em escala internacional, só Brasil, Hong Kong e Tailândia não apresentam crescimento.
 
Os consumidores exibem um interesse cada vez mais claro pelos modelos cujo preço está situado entre 6.000 e 8.000 dólares. Rolex (e mais particularmente o relógio Oyster Perpetual Submarine) tiram vantagem desse fenómeno. Um dos materiais mais apreciados continua a ser o ouro branco.

“Os consumidores de produtos de luxo pretendem conquistar o luxo com seu dinheiro. Eles focalizam-se mais no saber-fazer do que apenas na estética. A clientela busca maioritariamente a exclusividade. Por outro lado, existe uma barreira psicológica situada nos 5.000 dólares”, comenta Ines Lazaro, diretora de produto e marketing do Digital Luxury Group.
 
Igualmente em progressão: Patek Philippe, cuja segunda loja foi aberta em Pequim em 2014. A marca observa um aumento do interesse do mercado chinês em 2014.
 
A última tendência notável concerne aos smartwatches: Apple, Pebble, Moto 360 e Samsung Gear assistiram a uma renovação no interesse em setembro de 2014. Se o anúncio do Apple Watch afetou o segmento do relógio de luxo, os consumidores dizem-se interessados na oferta potencial das marcas tradicionais de relojoaria (Montblanc Estrap, TAG Heuer, Rolex, Omega e Breitling), e isso apesar da ausência de anúncios oficiais.

Copyright © 2019 AFP-Relaxnews. All rights reserved.

Tags :
Luxo
Relojoaria