×
Traduzido por
Estela Ataíde
Publicado em
25 de jul. de 2019
Tempo de leitura
2 Minutos
Partilhar
Fazer download
Fazer download do artigo
Imprimir
Clique aqui para imprimir
Text size
aA+ aA-

OTB aumenta participação no capital da Viktor & Rolf

Traduzido por
Estela Ataíde
Publicado em
25 de jul. de 2019

Depois de adquirir, no mês passado, uma participação minoritária na marca californiana Amiri, a OTB continua a sua estratégia de investimento fortalecendo a sua participação no capital da Viktor & Rolf. O grupo de moda de Renzo Rosso, que é proprietário, entre outras, das marcas Diesel, Maison Margiela e Marni, havia adquirido 51% da insígnia holandesa em 2008. Agora, conforme anunciou através de um comunicado, essa participação ascendeu a 70%.


Viktor Horsting, à esquerda, e Rolf Snoeren - Ph Philippe Vogelenzang


O montante da transação não foi revelado, nem o volume de negócios da marca. As ações foram compradas aos dois criadores fundadores Viktor Horsting e Rolf Snoeren, que conservam 30% do capital, a uma taxa de 15% cada. "Acreditamos na Viktor & Rolf há mais de dez anos e hoje acreditamos nela ainda mais”, comentou o presidente do grupo italiano, Renzo Rosso.
 
Esta operação insere-se na estratégia da OTB de acelerar o crescimento das marcas presentes no seu portefólio. O grupo, que realizou 1,439 mil milhões de euros em volume de negócios em 2018 e tem uma sólida tesouraria líquida, planeia investir 200 milhões de euros em três anos.

Fundada em 1993, a marca, conhecida pelo seu lado pouco convencional e conceptual, estreou-se na alta costura em 1998. Após o lançamento de uma linha de prêt-à-porter feminino em 2000, à qual colocaram um ponto final no início de 2015 para se reposicionarem na gama alta, os dois criadores focaram-se na alta costura, que desfila em Paris, e na perfumaria, que representa "uma atividade muito importante".
 
"São "artistas de moda", que desenvolvem sobretudo projetos especiais de nicho e coleções de cápsula", indica o grupo OTB.
 
A Viktor & Rolf lançou uma coleção de vestidos de noite e uma linha nupcial, distribuída nomeadamente nos Estados Unidos, Europa, Rússia, Médio Oriente e Ásia, e uma coleção "Tulle" de prêt-à-porter, “que lhe abriu caminho no mercado asiático", indica a maison, que também comercializa uma linha de óculos produzidos sob licença pela Ego Eyewear.
 
Outros projetos incluem a coleção "RE: Cycle", criada para o site de comércio eletrónico Zalando, e uma linha de roupa interior lançada com a marca de lingerie francesa Aubade, atualmente disponível em algumas lojas.

Copyright © 2023 FashionNetwork.com. Todos os direitos reservados.