×
Traduzido por
Novello Dariella
Publicado em
5 de mar. de 2020
Tempo de leitura
2 Minutos
Partilhar
Fazer download
Fazer download do artigo
Imprimir
Clique aqui para imprimir
Text size
aA+ aA-

Pandora extingue 180 empregos devido a uma grande reestruturação

Traduzido por
Novello Dariella
Publicado em
5 de mar. de 2020

A joalharia dinamarquesa Pandora vai extinguir 180 empregos dos três escritórios regionais, por causa da reorganização estratégica que garante operações mais rápidas.


Pandora


O plano inclui a reorganização da estrutura internacional em 10 grupos, sendo dois na América, três na Ásia e cinco na Europa, Médio Oriente e África (EMEA).

Cada cluster será chefiado por um diretor geral, o que significa que os três principais executivos regionais perderão os seus títulos: Kenneth Madsen, atual presidente da Pandora Ásia-Pacífico, deixará a empresa, enquanto Sid Keswani, atual presidente da Pandora na América do Sul e do Norte, tornar-se-à presidente do cluster da América do Norte. Por fim, David Allen, atualmente presidente da região EMEA, apoiará a implementação do Programa Now, embora a marca não tenha divulgado mais detalhes sobre este assunto.

A nova organização entrará em vigor a partir de 2 de abril e todos os gerentes reportarão a um novo diretor comercial, cujo nome será anunciado no segundo trimestre.

Além de supervisionar os clusters, o CCO será responsável por uma função de excelência no varejo, a fim de melhorar as habilidades globais de varejo da empresa, incluindo o merchandising global, desenvolvimento, planeamento e execução de lojas.


Pandora


A reorganização vai custar ao negócio da joalharia 2 biliões, ou 21 milhões de dólares, mas a empresa considera valer a pena porque vai beneficiar de operações mais rápidas. Para oferecer produtos com maior impacto, também está a criar duas Unidades de Negócios Globais com responsabilidade de ponta a ponta pelo desempenho do produto. Uma delas concentrar-se-á nos produtos principais, incluindo encantos e colaborações, enquanto a outra impulsionará inovações.
"Com o anúncio de hoje, aproximamos a sede global dos nossos mercados e consumidores locais e asseguramos que o feedback dos consumidores possa alimentar mais rapidamente a criação de novos conceitos". A reorganização reduzirá a complexidade organizacional, permitirá que a Pandora execute com mais rapidez e agilidade e acrescentará as capacidades críticas necessárias para apoiar o crescimento", disse Alexander Lacik, presidente e CEO da empresa.
O anúncio segue-se à nomeação de Carla Liuni como CMO, e de Erik Schmidt como diretor de recursos humanos.

Copyright © 2021 FashionNetwork.com. Todos os direitos reservados.