×
Traduzido por
Novello Dariella
Publicado em
31 de jan. de 2020
Tempo de leitura
2 Minutos
Partilhar
Fazer download
Fazer download do artigo
Imprimir
Clique aqui para imprimir
Text size
aA+ aA-

Pandora será neutra em carbono até 2025

Traduzido por
Novello Dariella
Publicado em
31 de jan. de 2020

A marca de joalharia dinamarquesa Pandora entrou para a crescente lista de empresas que querem descarbonizar as suas operações, numa tentativa para evitar as piores consequências das mudanças climáticas.


Twitter @PANDORA_NA


A Pandora anunciou que será neutra em carbono até 2025, uma promessa que será alcançada através de várias medidas de economia de energia e aumento do uso de energia renovável. As emissões que não puderem ser eliminadas da sua cadeia de aprovisionamento, estimadas em 5% do total, serão combatidas por compensações de carbono.

Um plano detalhado para reduzir as emissões em conformidade com o Acordo de Paris será publicado antes do final do próximo ano, mas a Pandora já revelou os seus primeiros passos. Até ao final deste ano, fornecerá energia 100% renovável nas suas duas instalações de artesanato na Tailândia a partir de provedores de energia solar verificados. No futuro, a empresa planeia aumentar a sua própria produção de energia solar e envolver-se diretamente no desenvolvimento de projetos de energia renovável como, por exemplo, através de contratos de compra de energia. Também será introduzida uma política de compra de energia verde para todas as lojas.

Reduzir as emissões de fornecedores

O compromisso com a neutralidade de carbono aplica-se a toda a cadeia de aprovisionamento da empresa, incluindo as emissões que ocorrem fora das operações da empresa. Segundo um comunicado da companhia, mais de 90% das suas emissões de gases de efeito estufa enquadram-se nessa categoria, sendo a maioria proveniente da aquisição de matérias-primas. A Pandora também analisará as emissões decorrentes do fabrico de peças de joalharia, embalagens, franquias e transporte.

“Para reduzir as emissões na nossa cadeia de aprovisionamento, comprometemo-nos a definir uma meta baseada na ciência. Em 2020, realizaremos novas pesquisas para aprofundar a nossa compreensão da pegada de carbono nos nossos diferentes fornecedores e trabalharemos com eles para encontrar as oportunidades escaláveis ​​certas para reduzir a pegada de carbono”, disse Mads Twomey-Madsen, vice-presidente de sustentabilidade da Pandora.

A Pandora está numa boa posição para alcançar a neutralidade em comparação com empresas de joias finas como Cartier ou Bvlgari. A marca utiliza especialmente metais reciclados e pedras artificiais para criar as suas coleções de joias acessíveis, e esses materiais têm uma pegada ambiental significativamente menor do que metais e pedras preciosas.

Copyright © 2021 FashionNetwork.com. Todos os direitos reservados.