Paraffection, da Chanel, vence prémio Rayonnement Français 2018

A subsidiária da Chanel, um chef famoso, um diretor de ballet e o técnico francês campeão mundial de futebol receberam na terça-feira (2) um dos prémios mais prestigiados de França, o "Le Rayonnement Français".


Bruno Pavlovsky, presidente das divisões de moda e acessórios da Chanel- Photo: FashionNetwork.com/ Godfrey Deeny - Photo: FashionNetwork.com/Godfrey Deeny

Bruno Pavlovsky, presidente das divisões de moda e acessórios da Chanel, aceitou o prémio de influência económica em nome da divisão especializada da maison, a Paraffection, que agrupa mais de uma dúzia de fornecedores de luxo, principalmente franceses, que contribuem com habilidades excecionais para a indústria da moda e da alta costura.
 
"É uma grande honra aceitar este prémio pela Paraffection e a prova de que os nossos métiers e os nossos artesãos podem participar do renascimento de França. O savoir-faire a serviço da criação”, disse Pavlovsky, ao receber o prémio, durante uma cerimónia no Ministério das Relações Exteriores de França, Quai d'Orsay, que contou com a presença de Anna Wintour, diversos embaixadores, senadores e deputados.

Pavlovsky é também presidente da Paraffection, que foi criada em 1985 para proteger os fornecedores da Chanel e várias marcas de alta costura, e o nec plus ultra de habilidades artesanais refinadas na produção de chapelaria, luvas, pregas, penas, pérolas, bordados, entre outros.
 
Atualmente, nenhuma coleção desenhada pelo diretor de criação da Chanel Karl Lagerfeld está completa sem as habilidades das empresas que fazem parte da Paraffection e as suas exclusivas petites mains, ou pequenas mãos, que inclui marcas como Lemarié, Massaro, Montex, Guillet e Cause.
 
"Le Rayonnement Français” é um conceito particularmente francês, que expressa a ideia de que França tem um papel único na criação e exportação da sua beleza, elegância, brio e habilidade para o resto do mundo. Este sugere que França tem uma missão civilizadora especial tanto na cultura quanto na arte de viver, bem, em todos os outros países do planeta. E, depois de uma semana da moda parisiense repleta de ideias e beleza, não parece uma opinião tão pouco plausível.

Entre os outros vencedores do prémio estavam Guy Savoy, chef do La Monnaie de Paris, que liderou a notável classificação culinária La Liste durante dois anos consecutivos; e o técnico da seleção francesa de futebol, Didier Deschamps, e a sua equipa-chave, que ganharam um Prémio Especial do Júri em reconhecimento pela vitória de França no Campeonato do Mundo este ano. Os prémios foram entregues  pelo ministro francês de Relações Exteriores, Jean-Yves Le Drian.
 
“França gostaria de lhes agradecer pela conquista! E por baterem um recorde que talvez não saibam: a final do campeonato foi vista por 56 milhões de chineses, 21 milhões de alemães e 11 milhões de italianos. Então, em termos de Rayonnement Français, é algo difícil de superar”, disse Le Drian, entre muitos aplausos e risos. "Acredito que o futebol também tem um papel educacional, e a imagem que a nossa equipa unida mostrou durante a competição foi tão importante quanto o sucesso desportivo”, agradeceu um modesto Deschamps.

Traduzido por Novello Dariella

Copyright © 2019 FashionNetwork.com. Todos os direitos reservados.

Luxo - DiversosCriação
SUBSCREVA A NOSSA NEWSLETTER