×
Publicado em
24 de set. de 2021
Tempo de leitura
2 Minutos
Partilhar
Fazer download
Fazer download do artigo
Imprimir
Clique aqui para imprimir
Text size
aA+ aA-

Paris Fashion Week: Constança Entrudo e Ricardo Andrez regressam a 1 de outubro

Publicado em
24 de set. de 2021

Os designers de moda portugueses Constança Entrudo e Ricardo Andrez, que se estrearam na Paris Fashion Week (PFW), com as respetivas coleções para a estação de outono-inverno 2021/2022, regressam agora à semana da moda parisiense, na sexta-feira (1 de outubro), para revelarem as suas coleções para a primavera-verão 2022 em happenings individuais. Os eventos físicos decorrerão na Galerie Marais (5 rue Saint-Merri), das 15h30 às 17h30.


Imagem da nova coleção para a primavera-verão 2022 de Ricardo Andrez - Foto: Cortesia de Ricardo Andrez


Constança Entrudo "continua a sua simbiose com as artes plásticas, numa instalação multimédia", informou a ModaLisboa num comunicado, adiantando que as novas coleções de ambos os designers serão também apresentadas na próxima "ModaLisboa And Now What?", entre os dias 7 e 10 de outubro, no Capitólio. Assim como aquela de Gonçalo Peixoto, que será apresentada primeiro na Milano Fashion Week, no domingo (26 de setembro).

Constança Entrudo explora "a relação entre palavra escrita e forma visual", como explicou a marca num comunicado. "Nesta coleção, Constança desenvolveu uma nova instalação multimédia específica do local, composta por cinco elementos: têxteis, perfomance, som, escultura e poesia visual. Com esta perfomance, Constança pretende privilegiar um momento no tempo – para criar uma falha – num mundo onde tudo acontece num caminho agora".

Já Ricardo Andrez, vai apresentar a coleção num formato misto entre desfile físico e showcase (como o próprio explica). O conceito da coleção é "viver num mundo maravilhoso e muito virtual", disse ainda o designer num comunicado, acrescentando: "O mundo hiper-real toma forma numa espécie de momento IRL, tem uma consequência da nova realidade, completamente reformulada pela tecnologia". Tudo isto resulta em acabamentos em bruto nas peças de vestuário, sem descurar os detalhes de fabrico português, numa atualização do ADN da marca. 

"Neste momento, numa indústria super saturada como a moda, estamos perante uma nova forma de pensar e de criar com 'sustentabilidade', de modo a elevar a consciência e para fazer uma abordagem lenta ao público, esta coleção foi produzida utilizando tecidos de material morto", acrescentou Andrez focando também "os acabamentos em cru, a reconstrução e os materiais de origem sustentável".

Estas apresentações de designers portugueses vêm reforçar a sua internacionalização, através da parceria de cooperação entre a ModaLisboa e o Portugal Fashion, que se articulam para divulgarem a moda portuguesa nas semanas de moda internacionais.
 

Copyright © 2021 FashionNetwork.com. Todos os direitos reservados.