×
262
Fashion Jobs
ADIDAS
Financial Controller & Reporting Senior Specialist (m/f)
Efetivo - CLT · Porto
SALSA
IT Service Desk Specialist
Efetivo - CLT · Vila Nova de Famalicão
ADIDAS
HR Controlling & Data Analytics Senior Specialist (m/ f
Efetivo - CLT · Porto
ADIDAS
Manager - Project Management & Strategy
Efetivo - CLT · Porto
 GRUPO CONSTANT SERVIÇOS EMPRESARIAIS, LDA.
Area Manager - Retalho/Moda (m/f) - Lisboa
Efetivo - CLT · Lisboa
ADIDAS
Sales Associate Centro Comercial Norteshopping
Efetivo - CLT · Porto
SALSA
IT Sap Specialist fi/co e HR
Efetivo - CLT · Vila Nova de Famalicão
ADIDAS
Gbs Senior Buying Specialist (m/ f) - French Speaker
Efetivo - CLT · Porto
ADIDAS
General Ledger Manager (m/f)
Efetivo - CLT · Porto
H&M
Senior Lawyer - Expansion Department
Efetivo - CLT · Barcelone
BOTTEGA VENETA
Sales Assistant
Trabalho temporário · LISBOA
CLAUDIE PIERLOT PORTUGAL
Vendedor(a) - 30h - CDD 6 Meses - Eci Lisboa H/F
Trainee · LISBONNE
SACOOR BROTHERS
Sales Assistant- Arrábida Shopping - Vila Nova de Gaia (m, f)
Efetivo - CLT · Porto
SACOOR BROTHERS
Sales Assistant- Rua Pascoal de Melo (m, f)
Efetivo - CLT · Lisboa
SACOOR BROTHERS
Costureira de Alta Costura- Oeiras Parque (m, f)
Efetivo - CLT · Lisboa
SACOOR BROTHERS
Sales Assistant- Dolce Vita Tejo (m, f)
Efetivo - CLT · Lisboa
LA ESTAMPA
Coordenador de Estilo (m/f)
Efetivo - CLT · BRAGA
FARFETCH
Senior Men Stylist
Efetivo - CLT · GUIMARÃES
FARFETCH
Senior Stylist
Efetivo - CLT · GUIMARÃES
FARFETCH
Stylist Browns
Efetivo - CLT · GUIMARÃES
VALÉRIUS
Estágio - Modelista
Estágio · BARCELOS
MR.MOOD
Estágio - Web Designer
Estágio · PORTO

Paris: Semana da Moda Masculina continua atrativa

Traduzido por
Estela Ataíde
Publicado em
today 14 de jun de 2019
Tempo de leitura
access_time 5 Minutos
Partilhar
Fazer download
Fazer download do artigo
Imprimir
Clique aqui para imprimir
Text size
aA+ aA-

Depois de Londres, Florença e Milão, a capital francesa toma as rédeas, fechando a maratona da temporada masculina em grande estilo. A Fashion Week, que começa na terça-feira, dia 18 de junho, e termina no domingo, 20, apresenta um dos calendários mais ricos das últimas temporadas com nada menos que 60 desfiles dedicados às coleções de menswear para a primavera-verão 2020, contra 56 em janeiro e 50 em junho passado. Uma semana que culminará com o grande evento "Karl for Ever, dedicado a Karl Lagerfeld, a 20 de junho, no Grand Palais. 

Com o seu espetáculo-concerto, a Balmain terá um dos desfiles mais concorridos da semana - © PixelFormula


Quatro novos nomes, três regressos e três ausências. Estes são os números que caracterizam esta semana, que dá destaque à criação jovem. O primeiro dia, em particular, que habitualmente começa calmamente, anuncia nada menos que 10 desfiles, com a manhã a abrir com Palomo Spain, marca do espanhol Adolfo Gomez Palomo, de volta à Cidade Luz após uma passagem por Nova Iorque na última temporada.

De seguida, Bode e Phipps darão os seus primeiros passos no calendário oficial parisiense. Estas duas novas marcas americanas estão entre os oito finalistas do Prémio LVMH deste ano, cujo vencedor será anunciado em setembro. A Bode é uma linha de moda masculina lançada em 2016 pela criadora nova-iorquina Emily Adams Bode, que utiliza tecidos antigos para criar roupas de patchwork únicas, limpando sutilmente o sabor nostálgico do passado.

O californiano Spencer Phipps, nascido em San Franscico e formado na escola de moda nova-iorquina Parsons, lançou a sua marca unissexo Phipps em Paris, em janeiro de 2018, com uma abordagem sustentável.O ex-estilista de menswear de Dries Van Noten, que também trabalhou para Marc Jacobs, tem como objetivo criar vestuário bonito respeitando o meio ambiente.

Um pouco mais tarde nesse dia, desfilará o designer israelita Hed Mayner, que também conquistou lugar na final do Prémio LVMH. Um desfile para acompanhar de perto, já que o estilista, que desfila na capital francesa desde junho de 2017, também é um dos quatro finalistas na disputa pelo grande prémio Andam, que será entregue no dia 27 de junho. Após estudar na Escola de Belas Artes de Bezalel, em Jerusalém, Mayner continuou a sua formação no Instituto Francês da Moda antes de lançar a sua marca unissexo em 2015, na qual mistura influências e culturas em volumes soltos.

Juntamente com a Bode e a Phipps, um terceiro americano chega a Paris nesta temporada. Sies Marjan, que apresentará na capital o seu primeiro desfile exclusivamente masculino, no sábado, 22 de junho. A jovem marca, lançada em 2016 por Sander Lak, ex-Dries Van Noten, já está a obter um grande sucesso com o seu prêt-à-porter feminino, que desfila em Nova Iorque.
 

Na disputa nas finais dos prémios LVMH e Andam, Hed Mayner será observado de perto. Aqui, um look do último verão - © PixelFormula


Como cabeças de cartaz, estão, é claro, os grandes nomes do luxo e as marcas mais proeminentes como Louis Vuitton, Dior Homme, Hermès, Valentino, Celine, Off-White e Vetements. Sem esquecer a Balmain, que vai transformar o seu espetáculo num verdadeiro festival rock techno na noite da festa da música, a 21 de junho, com banda sonora do DJ francês Gesaffelstein e, depois do espetáculo, uma série de concertos, reservando 1500 lugares para o público.

Outros momentos fortes incluem o regresso das marcas Y/Project, na quarta-feira, 19 de junho, e Lanvin, no domingo, 23. A primeira faz o seu regresso à capital francesa após desfilar no Pitti Uomo em janeiro passado. A segunda esteve parada após a saída de Lucas Ossendrijver, que projetava as coleções masculinas há 14 anos, e regressa nesta temporada para revelar a primeira coleção masculina assinada por Bruno Sialelli.

Nesta edição estival, é a vez da Jacquemus estar ausente. Para comemorar os 10 anos da sua marca, o criador Simon Porte Jacquemus decidiu desfilar na sua região natal, Provença, a 24 de junho, com as coleções masculina e feminina. Outro ausente será Boris Bidjan Saberi, que escolheu mostrar o seu trabalho durante uma apresentação, para permitir que os compradores e a imprensa vejam de perto e apreciem melhor a qualidade das suas roupas.

Nenhum desfile também para a Cerruti 1881, que salta excecionalmente o seu desfile em junho, mas estará de volta em janeiro. A maison mudou de acionistas. A gigante chinesa do têxtil e vestuário Shandong Ruyi adquiriu no ano passado a maioria à empresa de Hong Kong Trinity, filial do grupo Li & Fung, que detinha a Cerruti 1881 desde 2010, bem como a Kent Curwen e a Gieves Hawkes. A operação não implicou mudanças na marca de menswear, mas uma reestruturação interna no grupo Trinity, obrigando a Cerruti a passar a sua vez.

A Cidade Luz também pensava cativar a moda masculina da Givenchy e da Saint Laurent. Mas, terá novamente que esperar. Clare Waight Keller escolheu o salão Pitti Uomo para o seu primeiro desfile exclusivamente masculino, enquanto Anthony Vaccarello optou mais uma vez pelos Estados Unidos. Depois de Nova Iorque no ano passado, o criador revelou, a 6 de junho, a sua coleção em Malibu (Califórnia). Em Paris, o designer continua a apresentar a moda de homem juntamente com a de mulher durante a semana feminina.


Um look de Ludovic de Saint Sernin, novo nome do calendário - Instagram


A Fashion Week terminará em beleza no domingo, 23 de junho, com um último dia bastante cheio. Além da nova direção artística da Lanvin na moda masculina, poderemos descobrir Ludovic de Saint Sernin. Vencedor em 2018 do prémio de marca criativa concedido pela Andam, o jovem criador de 28 anos dará os seus primeiros passos nas passarelas da Fashion Week de Paris durante a tarde.

Nascido em Bruxelas, cresceu na África e mora em Paris desde os 7 anos, dividindo-se agora também entre a capital francesa e Londres. Formado em design de moda pela Ecole Duperré, passou pela Saint Laurent antes de integrar o estúdio de criação de prêt-à-porter feminino da Balmain, sob a direção de Olivier Rousteing. Lançou a sua própria linha de menswear em 2017, propondo um guarda-roupa sensual que equilibra com sutileza elegância e erotismo e que celebra, acima de tudo, o corpo masculino.

Por fim, na agenda das apresentações oficiais, merece nota a chegada das marcas japonesas Auralee e Visvim, de Casablanca, a marca do criador franco-marroquino Charaf Tajer, do coletivo francês Gamut e da Lazoschmidl, fundada em 2014 pela dupla sueco-alemã Josef Lazo e Andreas Schmidl, que desfilou em off em Paris em janeiro e vai repetir no sábado, 22. Sem esquecer a marca Nanushka, da húngara Sandra Sandor, e a Rhude, marca street fundada em 2013 em Los Angeles pelo jovem designer Rhuigi Villasenor, das Filipinas.

Copyright © 2019 FashionNetwork.com. Todos os direitos reservados.