×
302
Fashion Jobs
DIRETOR(A) INDUSTRIAL
Diretor(a) Industrial
Efetivo · MONACO-VILLE
GIANNI KAVANAGH
PR / Influencers Management
Efetivo · BRAGA
ADIDAS
Specialist Gbs HR Services Bik - German Speaker (M/F/D)
Efetivo · Porto
TIFFOSI
Comprador de Vestuário (m/f)
Efetivo · Porto
CONFIDENCIAL
Country Manager Iberica Textile
Efetivo · PORTO
SALSA
Ecommerce Product Manager – Desenvolvimento do Negócio Digital da Marca
Efetivo · Vila Nova de Famalicão
SPORT ZONE
Marketplace Business Developer (m/f)
Efetivo · Maia
FOREO
Business Development Specialist
Efetivo · Lisbon
SALSA
Ecommerce Product Specialist – Oportunidade de Especialização em Ecommerce
Efetivo · Vila Nova de Famalicão
ADIDAS
Buyer (M/F/D)
Efetivo · Porto
ADIDAS
Sap Fico Tech Consultant (M/F/D)
Efetivo · Porto
ADIDAS
Senior Sap Fico Consultant (M/F/D)
Efetivo · Porto
ADIDAS
Specialist Gbs Direct to Consumer Ecommerce (M/F/D)
Efetivo · Porto
ADIDAS
Sales Associate Part-Time - Centro Comercial The Style Outlets - Vila do Conde
Efetivo · Porto
TIFFOSI
Gestor de Produto (m/f)
Efetivo · Porto
ADIDAS
HR Specialist Gbs Operations - General Admin - German Speaker (M/F/D)
Efetivo · Porto
ADIDAS
Senior Director Gbs Accounting & Tax Europe (m/f)
Efetivo · Porto
COURIR PORTUGAL
Sales Assistant - Coimbra cc Forum Coimbra - CDI - Part-Time - 20h - m/h
Efetivo ·
COURIR PORTUGAL
Sales Assistant - Lisboa cc Chiado - CDI - Part-Time - 20h - m/h
Efetivo · LISBOA
PEPE JEANS (RETAIL)
Vendedor / Vendedora - Coimbra
Efetivo · COIMBRA
SALSA
Salsa Vendedor(a) de Loja (Part-Time) - Madeira Shopping - a Tua Melhor Versão
Efetivo · Funchal
SALSA
Salsa Vendedor(a) de Loja (Part-Time) - Funchal Rua - a Tua Melhor Versão
Efetivo · Funchal
Traduzido por
Helena OSORIO
Publicado em
23 de fev. de 2022
Tempo de leitura
3 Minutos
Partilhar
Fazer download
Fazer download do artigo
Imprimir
Clique aqui para imprimir
Text size
aA+ aA-

Patou lança o seu saco Le Patou de estreia

Traduzido por
Helena OSORIO
Publicado em
23 de fev. de 2022

A maison Patou lançou o seu primeiro saco: uma peça de edição limitada produzida de forma sustentável, em couro de stock morto (ou "adormecido"); e batizou-o com o nome Le Patou, num grande passo em frente para a marca.


Le Patou - DR

 
A maison disponibilizou tranquilamente o pequeno saco de ombro através de algumas lojas de departamento selecionadas neste outono, testando o mercado antes de o revelar este mês à imprensa.
 
O Le Patou marca um importante desenvolvimento no renascimento da maison francesa preservada, que só foi relançada há quatro anos pelo colosso de luxo LVMH. O fundador Jean Patou abriu o seu primeiro salão pouco antes da I Guerra Mundial em 1912.

"Queríamos obter o feedback de uma restrita seleção de clientes, antes de o mostrar aos meios de comunicação social. Os clientes têm sido muito entusiastas, não só porque gostam do seu look, mas também por causa da história por detrás dele", explicou o designer da Patou, Guillaume Henry.


Guillaume Henry - Foto: Patou


"Há uma enorme concorrência quando se trata de sacos. Por isso, quisemos acrescentar a nossa própria história. O Le Patou está muito próximo do ADN da marca. Jean Patou criou um estilo muito prático, concebido para as mulheres francesas na vida quotidiana. Assim, o saco tinha de ser amigável, pois somos uma marca generosa, como uma boa pastelaria francesa. Além disso, eu próprio sou um gourmand", disse Guillaume Henry.
 
Concebido com uma "cara sorridente", graças à sua forma de meia-lua, o Le Patou é criado em cores doces como sol, papoila, rosa e canela. A sua tiragem inicial é de apenas 300 sacos de edição limitada, cada um deles numerado. Embora a sua distribuição vá agora expandir-se para 25 boutiques de topo em todo o mundo. Na próxima estação, o número aumentará para 60 lojas. Mas o Le Patou já se encontra disponível no website da maison, a um preço de 950 euros.
 
"Na Patou, não usamos peles ou couro e somos muito sustentáveis. Experimentamos pele vegan, mas na verdade existem muitos produtos químicos. Depois, tentámos o couro de cogumelos, mas não gostámos do resultado. Mas encontrámos material adormecido, feito para algumas grandes marcas, e a qualidade era ótima. O tipo de produto de qualidade que um dia poderemos oferecer aos netos. Prefiro dizer stock adormecido, pois é muito mais positivo do que o stock morto", explicou Henry.


Le Patou é criado em cores doces como sol, papoila, rosa e canela - DR


Guillaume Henry juntou-se à Patou em setembro de 2018, escolhido a dedo por Sidney Toledano, o CEO do LVMH Fashion Group, que inclui a Kenzo, Givenchy e Pucci, entre outras maisons de moda.
 
Após o relançamento em 2018, Henry levou um ano inteiro antes de mostrar qualquer produto, uma vez que a maison de moda não tinha escritório nem qualquer arquivo.
 
"O website da Patou era apenas um .fr e não um .com! A minha primeira ideia foi construir um guarda-roupa, e criar um ponto de vista muito específico. Agora que criámos um público e as nossas vendas estão a aumentar, queríamos criar um saco que fosse fiel ao que fazemos", acrescentou o designer.
 
A Patou sob a direção artística de Guillaume Henry ainda não realizou um desfile, mas como tem feito desde 2019, apresentará a sua próxima coleção perante a imprensa e compradores durante a Paris Fashion Week do próximo mês, numa apresentação com a duração de um dia, quando todos os convidados se poderão encontrar e falar com Henry.
 
"Gosto da ideia de uma apresentação e de uma conversa", concluiu.
 

Copyright © 2022 FashionNetwork.com. Todos os direitos reservados.