×
362
Fashion Jobs
MINGA LONDON
Ecommerce Manager
Efetivo - CLT · GUIMARÃES
MINGA LONDON
Head of Creative Content / Art Director
Efetivo - CLT · GUIMARÃES
SALSA
IT Retail Systems Specialist – Oportunidade de Suporte e Participação em Projetos de IT
Efetivo - CLT · Vila Nova de Famalicão
GIANNI KAVANAGH
Marketing Director
Efetivo - CLT · BRAGA
SALSA
IT Development Specialist – Oportunidade de Fazer a Diferença no Dia a Dia do Utilizador Final
Efetivo - CLT · Vila Nova de Famalicão
ADIDAS
Sap Fico Tech Consultant (m/f)
Efetivo - CLT · Porto
TIFFOSI
Area Manager (m/f)
Efetivo - CLT · Faro
ADIDAS
Buyer - German Speaker (m/f)
Efetivo - CLT · Porto
JD SPORT
Stock Financial Controller
Efetivo - CLT · Alicante
JD SPORT
Demand Planner
Efetivo - CLT · Alicante
TAPESTRY
Sales Associate ii - ce pt Vila do Conde (20-39 Hours)
Efetivo - CLT · Vila do Conde
SALSA
Estágio Curricular - People & Talent
Estágio · Vila Nova de Famalicão
SALSA
Salsa Vendedor(a) de Loja - Estação Viana - a Tua Melhor Versão
Efetivo - CLT · Viana do Castelo
THE KOOPLES
Store Manager
Efetivo - CLT · LISBOA
HUGO BOSS
Sales Associate Hugo Boss Factory Outlet Almancil (f/m)
Efetivo - CLT · Quarteira
HUGO BOSS
Sales Associate Hugo Boss Factory Outlet Almancil (f/m) 1
Efetivo - CLT · Porto
HUGO BOSS
Sales Associate Hugo Boss Factory Outlet Vila do Conde (f/m)
Efetivo - CLT · Porto
HUGO BOSS
Assistant Store Manager Hugo Boss Factory Outlet Vila do Conte (f/m)
Efetivo - CLT · Porto
HUGO BOSS
Assistant Store Manager Hugo Boss Factory Outlet Vila do Conte (f/m)
Efetivo - CLT · Porto
HUGO BOSS
Ales Associate Hugo Boss Factory Outlet Almancil (f/m)
Efetivo - CLT · Quarteira
HUGO BOSS
Sales Associate Boss Store Quinta do Lango (f/m)
Efetivo - CLT · Almancil
HUGO BOSS
Sales Associate Boss Store Quinta do Lago (f/m)
Efetivo - CLT · Almancil
Traduzido por
Estela Ataíde
Publicado em
9 de abr de 2021
Tempo de leitura
2 Minutos
Partilhar
Fazer download
Fazer download do artigo
Imprimir
Clique aqui para imprimir
Text size
aA+ aA-

Paul Andrew deixa direção artística da Salvatore Ferragamo

Traduzido por
Estela Ataíde
Publicado em
9 de abr de 2021

Após a liderança da Salvatore Ferragamo ter sido recentemente confirmada, com Leonardo Ferragamo a suceder ao seu irmão Ferruccio como vice-presidente não executivo, o diretor artístico Paul Andrew está, por sua vez, de saída. A marca de luxo florentina, que percorre há vários anos um caminho de relançamento, optou pela continuidade do lado da gestão, mas parece ter decidido mudar a sua estratégia no que diz respeito à criatividade e, consequentemente, à sua imagem.
 

Paul Andrew - DR


"Paul Andrew deixará a empresa em maio de 2021 para dar seguimento a outras oportunidades profissionais”, declarou a casa em comunicado, acrescentando que “a liderança criativa e de design da Ferragamo continuará sob a supervisão da equipa interna existente" e confirmando assim os rumores que circulavam há algum tempo. O designer britânico, originalmente especializado em calçado, aproveitou o seu tempo na casa para provar o seu valor no pronto-a-vestir.
 
Considerado um dos talentos mais relevantes do calçado, Paul Andrew destacou-se através da sua própria marca de calçado, reconhecida pelo seu savoir-faire técnico e pelo seu estilo elegante, moderno e glamoroso, com os seus famosos escarpins com saltos vertiginosos confortáveis. Marca que colocou em pausa quando assumiu a liderança do estilo da Salvatore Ferragamo.

Formado na Berkshire College of Art and Design, Paul Andrew estreou-se na Alexander McQueen, antes de se mudar para Nova Iorque em 1999 para ingressar na Narciso Rodriguez e, por fim, lançar a sua própria marca em 2013. Reconhecido nos Estados Unidos, onde foi premiado várias vezes, o designer, agora na casa dos quarenta, encetou uma série de colaborações, trabalhando nomeadamente para Donna Karan, mas também para Michael Kors, Calvin Klein e Ralph Lauren, antes de ser recrutado em 2016 pela Salvatore Ferragamo.
 
Um passo importante para a casa, que pela primeira vez na sua história recorreu a um diretor de design para a sua linha de calçado feminino. Um ano depois, em 2017, Paul Andrew foi impulsionado para a direção criativa das coleções de pronto-a-vestir femininas e, em 2019, assumiu também a direção artística da moda masculina, supervisionando todas as categorias de produtos.
 
Sob a influência da família Ferragamo, a marca sempre preservou uma imagem bastante tradicional sem realmente inovar. Nos últimos anos, não conseguiu renovar-se do ponto de vista criativo, nem fazer evoluir a sua imagem, e encontra-se frequentemente no centro de especulações sobre a sua potencial venda.
 
Particularmente afetada pela crise da Covid-19, em 2020 sofreu um prejuízo líquido de 72 milhões de euros. Após dois anos difíceis em 2017 e 2018, a Salvatore Ferragamo começou a recuperar em 2019, mas a pandemia afetou o seu volume de negócios, que chegou a 916 milhões de euros no ano passado, caindo 33,5%.

Copyright © 2021 FashionNetwork.com. Todos os direitos reservados.