×
Publicado em
20 de jul. de 2021
Tempo de leitura
2 Minutos
Partilhar
Fazer download
Fazer download do artigo
Imprimir
Clique aqui para imprimir
Text size
aA+ aA-

Perfumista portuguesa lança fragrância em homenagem a Sintra

Publicado em
20 de jul. de 2021

Cláudia Camacho acaba de lançar Mystery, a primeira fragrância criada em nome próprio por uma perfumista portuguesa. Sem género e sem quaisquer sintéticos, o perfume é o primeiro de uma trilogia dedicada a Sintra.
 

Mystery é o primeiro de três perfumes criados por Cláudia Camacho em homenagem a Sintra - Fotografia: Divulgação


Em comunicado, Cláudia Camacho destaca os seus “41 anos de estreita ligação” ao Monte da Lua, em Sintra, ao longo dos quais as “consecutivas deambulações pelas suas florestas” levaram a  um “conhecimento ímpar dos seus aromas”. Realçando que há, em Sintra, “uma bruma ancestral que cria condições ímpares para os musgos que crescem sobre os troncos dos majestosos carvalhos ou os fungos que cobrem o húmus que, ali, é sempiterno”, a perfumista portuguesa conclui que “é essa humidade, que nos remete para o frio mas que, em perfumística, empresta calor à fragrância, o fundo de Mystery”.

Sem género, Mystery é inteiramente manufaturado e criado apenas com matérias-primas naturais e certificadas. Algo que se aplica não só à fragrância em si, como também à embalagem, feita em cortiça, “na sua forma mais crua e sem qualquer espécie de tratamento”, e ao rótulo escrito à mão por um calígrafo.

Assim, garante a perfumista, cada uma das 25 unidades disponíveis é “um objeto único e irrepetível”, que “encerra uma fragrância que nos remete para uma enigmática jornada por entre as sarças da Serra com o seu terroso, a humidade ímpar, a frescura de ciprestes em cumes onde os bálsamos mediterrânicos têm o mesmo carácter indomável e sacro que nos levaram a desbravar os mares em buscas de especiarias”.
 

Mystery é inteiramente manufaturado e criado apenas com matérias-primas naturais e certificadas - Fotografia: Divulgação


Mystery é o primeiro de três perfumes criados por Cláudia Camacho em homenagem a Sintra, cujos nomes são inspirados nas obras de Eça de Queirós. Com um PVP de 170 euros, pode ser adquirido diretamente através das redes sociais da perfumista. Cada frasco tem 30 ml.

Apresentando-se como “a primeira mulher perfumista independente em Portugal”, Cláudia Camacho fez a sua carreira profissional sobretudo no universo da arte contemporânea. Mestre em História da Arte pela Universidade Complutense de Madrid, ao longo de 17 anos trilhou um percurso durante o qual atuou como curadora, historiadora de arte, professora na Faculdade de Belas-Artes de Lisboa e CEO da empresa  AntiFrame – Art Consulting.

Copyright © 2021 FashionNetwork.com. Todos os direitos reservados.