Peru busca ser líder mundial em corantes naturais

A riqueza do Peru traz à indústria grandes tesouros, além das suas valiosas fibras como alpaca e algodão Pima, o país conta também com um amplo portefólio vegetal do qual emerge um grande número de corantes, que hoje coloca o país na mira do comércio internacional.

Os corantes naturais do Peru prometem ser o novo tesouro da indústria têxtil mundial. - Carmín Perú

Enquanto há alguns anos, até mesmo décadas, a migração da indústria têxtil para a Ásia, com fins lucrativos, tornou-se o meio para os corantes químicos, a nova onda de tendência para as roupas orgânicas, naturais e antialérgicas voltou-se para as mais caras, mas melhores e mais puras cores da natureza.
 
O caso da maquilhagem é similar: o Peru produz 95% do carmim do mundo, o corante antigamente utilizado no mundo da maquilhagem para o famoso vermelho carmesim, mas que ficou de lado quando seu preço passou de 20 dólares o kg para 130 dólares; atualmente este corante está em retrocesso.
 
O mercado desses corantes no mundo chega a 2.900 milhões de dólares e ainda assim as exportações peruanas nesta categoria totalizaram apenas 100 milhões em 2015, o potencial é muito alto; a indústria tem também vários desafios, pois tratando-se de uma matéria-prima natural suas propriedades são variáveis e difíceis de regular.

Copyright © 2019 FashionNetwork.com. Todos os direitos reservados.

TêxtilIndústria
SUBSCREVA A NOSSA NEWSLETTER