×
374
Fashion Jobs
keyboard_arrow_left
keyboard_arrow_right

Petit Bateau elege novo diretor-geral para a Península Ibérica

Traduzido por
Estela Ataíde
Publicado em
today 25 de out de 2018
Tempo de leitura
access_time 3 Minutos
Partilhar
Fazer download
Fazer download do artigo
Imprimir
Clique aqui para imprimir
Text size
aA+ aA-

A empresa de moda francesa incorporou Max Buges como novo responsável pela Península Ibérica. O executivo vai orientar os novos passos da marca na região, que passam pela digitalização das lojas.

A Petit Bateau reorganizará a sua rede de lojas para crescer - Petit Bateau - Facebook


Max Buges conta com uma vasta experiência no setor do retalho. O executivo trabalhou durante nove anos na Nike, em diferentes posições, juntou-se à Desigual para trabalhar no desenvolvimento do retalho da marca, tanto em lojas como em outlets, passou pela Custo Barcelona e pela Privalia e chegou à IKKS.
 
Nos últimos cinco anos, esteve à frente da filial da empresa francesa em Espanha e ficou responsável pelo seu plano de desenvolvimento no mercado espanhol, especialmente no que diz respeito à rede de lojas.

Max Buges irá aplicar a toda a sua experiência anterior na sua nova posição à frente da filial da Petit Bateau para a Península Ibérica. O executivo implementará a estratégia da marca para Espanha e Portugal, um plano a cinco anos. Em Espanha, os próximos passos da empresa passam, nas palavras de Buges à FashionNetwork.com, "pela reordenação da rede comercial”. “Será uma estratégia que se centrará na digitalização das lojas."
 
A Petit Bateau quer avançar para a omnicanalidade no seu retalho, integrar a compra online e física num único conjunto e assim otimizar os seus stocks, uma tendência comum nos últimos tempos nas empresas com presença online e física.

A reestruturação da rede de lojas passa também pelo encerramento de alguns pontos de venda, como os que já foram feitos em Palma de Maiorca e Málaga, ambas franquias. "Temos que repensar o tamanho e a localização das lojas", diz Buges. E, sobre as franquias, acrescenta: "Não nos fechamos a ter franquias, mas estas precisam de ser digitalizadas e seguir os passos da estratégia geral da empresa."

O reordenamento da rede comercial da Petit Bateau em Espanha contempla, além disso, a implementação do novo conceito de loja que a empresa já está a implementar noutros mercados, como França e Itália. "Agora está em fase de testes, terá que ser adaptado ao mercado espanhol", explica Buges. O destino final, confirma, é caminhar na direção da flagship store, outra das principais tendências no retalho.


Campanha da Petit Bateau para este outono - Petit Bateau - Facebook


inaugurações da marca no país. "Queremos estar em breve nas cidades onde não estamos agora, como San Sebastián”, diz o diretor.
 
No país, a Petit Bateau está atualmente presente com seis lojas próprias e quatro franquias, além de 30 corners no El Corte Inglés. A Petit Bateau lançou a sua loja online em Espanha em meados de 2017 e este é, atualmente, um canal de vendas com muito crescimento para a empresa. "As nossas vendas neste canal estão a crescer a um ritmo muito forte. Estamos a perceber um comportamento do cliente online que surpreende. A médio-longo prazo, o comércio online será o nosso principal ponto de venda em Espanha em termos de faturação", afirma o diretor.

Buges é também diretor da empresa para Portugal, um mercado no qual planeia acelerar o ritmo, já que atualmente a marca só conta com dois corners no El Corte Inglés. A estratégia da marca para Portugal passa por, até 2020, a abrir a sua loja online e dois pontos de venda próprios.
 
Sem dar números específicos de faturação, o novo diretor-geral da Petit Bateau para a região indica: "Em cinco anos devemos duplicar o volume de negócios na Península Ibérica, com o impulso de vendas online e das novas lojas físicas." Online e offline novamente destinados a colaborar.

Copyright © 2019 FashionNetwork.com. Todos os direitos reservados.