×
Traduzido por
Estela Ataíde
Publicado em
26 de out. de 2022
Tempo de leitura
2 Minutos
Partilhar
Fazer download
Fazer download do artigo
Imprimir
Clique aqui para imprimir
Text size
aA+ aA-

Pimkie será vendida a Lee Cooper France, Kindy e Ibisler Tekstil

Traduzido por
Estela Ataíde
Publicado em
26 de out. de 2022

À procura de um comprador desde a primavera de 2022, a marca de moda feminina Pimkie já conhece os seus futuros novos proprietários. E são três: a família Mulliez optou por entrar em negociações exclusivas com um consórcio formado pelas empresas Lee Cooper France (especialista em jeans), Kindy (fabricante de meias) e Ibisler Tekstil (fornecedor têxtil turco), conforme indica em comunicado. A transação deverá ser finalizada no início de 2023.


Pimkie


A 19 de maio, o acionista francês anunciou aos representantes dos funcionários que havia decidido separar-se da marca em dificuldades, principalmente devido ao investimento substancial a ser feito para recuperar a empresa.
 
Salih Halassi, presidente da Kindy, afirma: "A Pimkie é uma marca forte que conta com a qualidade das suas equipas e com a sua experiência de mais de 40 anos. Estamos convictos do potencial de desenvolvimento desta marca e da complementaridade do savoir-faire presente."

O âmbito assumido pelos compradores envolverá, por enquanto, toda a empresa. Posteriormente, uma possível reestruturação será, sem dúvida, colocada em prática, especifica uma fonte interna à FashionNetwork.com, que também sublinha que a Lee Cooper France é maioritária dentro do grupo de compradores. Além disso, o líder da Kindy poderá assumir a direção da Pimkie.
 
Com mais de 600 endereços no passado, a empresa francesa nascida em 1971 e com sede em Villeneuve d'Asq conta ao dia de hoje com uma rede de 426 pontos de venda, dos quais 311 localizados em França, 37 na Alemanha e 26 em Espanha. Durante o ano de 2020, marcado pela pandemia de Covid-19, atingiu um volume de negócios de 194 milhões de euros.
 
Desde o início de 2022, e após a saída do seu diretor-geral Yann Hinsinger no final de 2021, a Pimkie é liderada pelo especialista em recuperação de empresas Philippe Favre.
 
Em 2018, a marca já havia passado por um episódio de reestruturação, causando a perda de mais de 200 pontos de trabalho (através de um plano de saídas voluntárias) e o encerramento de 37 lojas em França. Também reduziu as exportações nos últimos dois anos, fechando as suas filiais belga, austríaca e suíça e mudando para franchise as suas atividades na Alemanha, Espanha e Portugal.

Copyright © 2023 FashionNetwork.com. Todos os direitos reservados.