×
361
Fashion Jobs
UNREAL FIELDS
Creative/Art Director
Efetivo - CLT · LISBOA
SALSA
Commercial Product Manager - Work With Product in The Fashion Business
Efetivo - CLT · Vila Nova de Famalicão
SALSA
IT Development Specialist – Oportunidade de Fazer a Diferença no Dia a Dia do Utilizador Final
Efetivo - CLT · Vila Nova de Famalicão
ADIDAS
Sap Fico Tech Consultant (m/f)
Efetivo - CLT · Porto
ADIDAS
Buyer (m/f) - French Speaker
Efetivo - CLT · Porto
TIFFOSI
Area Manager (m/f)
Efetivo - CLT · Faro
ADIDAS
Buyer - German Speaker (m/f)
Efetivo - CLT · Porto
ADIDAS
Buyer - Italian Speaker (m/f)
Efetivo - CLT · Porto
JD SPORT
Stock Financial Controller
Efetivo - CLT · Alicante
JD SPORT
Demand Planner
Efetivo - CLT · Alicante
LION OF PORCHES
Fotógrafo (m/f) – Vila do Conde
Efetivo - CLT · PORTO
BWGROUP
Fashion Styling And Production
Efetivo - CLT · BRAGA
BWGROUP
Fashion Design Intern
Estágio · BRAGA
SALSA
E-Commerce Assistant
Efetivo - CLT · Vila Nova de Famalicão
SALSA
Credit Control Specialist (Fluente em Inglês) – Oportunidade de Trabalho Diversificado e Dinâmico
Efetivo - CLT · Vila Nova de Famalicão
CONFIDENTIAL
Concession Manager w/m - Lisboa - Full Time
Efetivo - CLT · LISBOA
SALSA
Salsa Vendedor(a) de Loja - Famalicão - a Tua Melhor Versão
Efetivo - CLT · Vila Nova de Famalicão
SALSA
Salsa Vendedor(a) de Loja - Freeport - a Tua Melhor Versão
Efetivo - CLT · Alcochete
BWGROUP
Controle de Qualidade / Tabelas de Medidas
Efetivo - CLT · BRAGA
LEVI'S
Part-Time 20h Levis el Corte Inglês Gaia
Efetivo - CLT · Vila Nova de Gaia
SALSA
Salsa Vendedor(a) de Loja - Wshopping (Santarém) - a Tua Melhor Versão
Efetivo - CLT · Lisboa
SALSA
Salsa Vendedor(a) de Loja - Évora Plaza - a Tua Melhor Versão
Efetivo - CLT · Évora
Traduzido por
Estela Ataíde
Publicado em
17 de dez de 2020
Tempo de leitura
3 Minutos
Partilhar
Fazer download
Fazer download do artigo
Imprimir
Clique aqui para imprimir
Text size
aA+ aA-

Pitti irá em frente com evento de fevereiro, diz CEO

Traduzido por
Estela Ataíde
Publicado em
17 de dez de 2020

O Pitti está determinado a seguir em frente com o seu próximo evento físico, em fevereiro, e espera a presença de cerca de 300 marcas, de acordo com Raffaello Napoleone, CEO do salão de moda florentino.


Raffaello Napoleone - Pitti Immagine


O Pitti, que conta com três eventos diferentes, Uomo para homem, Bimbo para criança e Filati para fiação, foi forçado a cancelar todos os seus salões ao vivo este ano após a edição de janeiro do Uomo, quando a pandemia começou a ganhar força. Embora a organização tenha realizado várias edições digitais, destacando-se o lançamento do projeto digital Pitti Connect, em julho.
 
A próxima edição do Pitti Connect, onde será apresentada a moda masculina, acontecerá online em janeiro. E, conforme foi noticiado anteriormente, o Pitti organizará um evento físico conjunto das suas três divisões de 21 a 23 de fevereiro.

“Temos cerca de 300 marcas em fevereiro que já pagaram. Portanto, esperamos um quarto a um terço do nosso número habitual de marcas. Ainda que, honestamente, seja impossível saber agora exatamente quantos serão", explicou Napoleone numa chamada de Zoom com a FashionNetwork.com.

Todo o evento acontecerá na Fortezza da Basso, a gigantesca fortaleza medieval que é o centro nevrálgico do Pitti, ao contrário de uma temporada normal onde showrooms, desfiles e lançamentos acontecem em palácios dourados e locais históricos em toda a capital do Renascimento.
 
O governo italiano proibiu qualquer evento ao vivo até 15 de janeiro do próximo ano, observou Napoleone, acrescentando que, se a restrição fosse alargada, o Pitti devolveria todos os custos da reserva aos expositores. “Já devolvemos 80 milhões de euros em junho. Isso é metade da nossa faturação anual para os nossos três salões. Outros salões apenas deram um voucher às pessoas!”

O Pitti tem uma estrutura organizada de pagamento dos stands dentro da fortaleza, de acordo com o piso, o acesso e a configuração. Mas, um valor aproximado para as marcas ronda os 300 euros por metro quadrado.
 
O CEO do salão alerta para o facto de que, para muitas empresas de moda e acessórios de pequeno e médio porte, o Pitti continua a ser um mercado essencial para conhecer proprietários de lojas, grandes armazéns e retalhistas online. “Temos muitas marcas pequenas, mas criativas. São a espinha dorsal de Itália. Estes pequenos expositores não têm organização para vender no estrangeiro sem um salão como o nosso. Não são empresas de 500 milhões de euros.”
 
Napoleone admite ser impossível prever exatamente quantos visitantes estarão na edição de fevereiro, mas sublinha que ainda há voos regulares dos Estados Unidos ou da China para Roma, embora com requisitos de testes Covid antes do voo e à chegada.


Fotografia - Pitti Immagine/AKAstudio - collective


O responsável especula também que algumas marcas poderão mostrar versões atualizadas das coleções de outono para 2020/21 que não poderiam ser enviadas aos retalhistas.

“É difícil saber o que vai acontecer. Em Itália, quando uma região abre, outra fecha. Comercialmente, no geral a situação continua um desastre. Também temos muitos retalhistas que estão a sofrer bastante. Estão a fechar um grande número de lojas multimarca. Não conseguem pagar as rendas. Os proprietários nem sempre estão dispostos a reduzir o valor. Portanto, qualquer oportunidade para uma marca se encontrar com clientes num salão é bem-vinda. E, sim, o digital é muito importante, mas na moda uma apresentação ao vivo tem um impacto completamente diferente para um atacadista ou consumidor.”

A plataforma Pitti Connect, que estreou em julho, atraiu 288 marcas para a divisão Uomo, e cerca de 550 no total quando Filati e Bimbo foram adicionados. “Atraímos 9.500 compradores e 1,5 milhões de visitas à página. Sei que 2021 continuará certamente a ser difícil. Mas, esperamos ter uma edição física completa do Pitti Uomo em junho. Afinal, será a sua centésima edição.”
 
Usando a expressão latina, Napoleone conclui: “Audaces fortuna juvat” (a sorte favorece os audazes).

Copyright © 2021 FashionNetwork.com. Todos os direitos reservados.