×
Traduzido por
Helena OSORIO
Publicado em
2 de jun de 2021
Tempo de leitura
5 Minutos
Partilhar
Fazer download
Fazer download do artigo
Imprimir
Clique aqui para imprimir
Text size
aA+ aA-

Plano C lança coleção de produtos em estado morto no comércio eletrónico e abre pop-ups no oriente e ocidente

Traduzido por
Helena OSORIO
Publicado em
2 de jun de 2021

Uma das maisons que está a distinguir-se de forma sustentável é a Plan C, a marca de moda milanesa que lança a sua primeira coleção no e-commerce, na quinta-feira (3 de junho), com todas as peças de vestuário compostas de material morto.


A Plan C aposta em roupa confecionada com material morto - Plan C


O eco desafio chega num ano atarefado para a Plan C e para a sua fundadora Carolina Castiglioni, que viu a marca a desenvolver a sua primeira coleção de calçado; e a preparar a abertura de várias novas lojas nos EUA e Ásia.
 
A Plan C já conta com mais de 100 pontos de venda em todo o mundo. Nada mal para uma marca que acabou de ser lançada em 2018. As senhoras da moda ligam-se claramente ao seu ADN individualista de sofisticação ingénua.

"Lançámo-nos no comércio eletrónico durante o lockdown, como um novo projecto em fevereiro. Agora podemos comunicar diretamente com os nossos clientes e é muito importante para expressar mais as nossas ideias. É como ter uma flagship que controlamos diretamente, mesmo que não tenhamos a nossa própria loja física", entusiasma-se a dizer Carolina Castiglioni, num Zoom a partir de Milão, juntamente com a diretora de Comunicação Celeste Morozzi.


Este verão a Plan C vai abrir novos espaços em Nova Iorque e Los Angeles - Plan C


Durante toda a pandemia, a dupla nunca deixou de se deslocar à sede de Milão na Via Visconti di Modrone, no bairro central de San Babila, instalado dentro do atelier de peles da avó de Castiglioni. Como qualquer fashionista bem informado podemos dizer: Carolina é muito aristocrática na moda, visto que a mãe Consuelo fundou e guiou a Marni durante mais de duas décadas.
 
Este verão, a Plan C irá abrir espaços na Bergdorf Goodman em Nova Iorque; e na Neiman Marcus em LA, com a exposição da sua coleção para a estação de outono-inverno que se aproxima.
 
"O negócio tem sido mais complicado na Europa, mas as vendas na América do Norte e na Ásia têm compensado. Agora queremos investir nos EUA", acrescentou Morozzi.
 
Este ano, Carolina Castiglioni também se tem deslocado a Veneto, desenhando uma coleção de calçado de estreia com Him Co, um fabricante de primeira linha que também produz calçado Proenza Schouler e Victoria Beckham.
 
"Os sapatos são todos fabricados em Itália, na sua própria e bela fábrica do Veneto, onde podemos desenvolver a coleção prontamente. Se desejarmos que o tamanho do calcanhar seja alterado (ou uma outra forma) também o fazem imediatamente. Essa resposta muito direta faz com que seja um prazer criar e desenvolver modelos", sorriu Castiglioni, cujo calçado de estreia também será lançado este verão.
 
Durante o lockdown, a Plan C desenvolveu vídeos de espectáculos insuspeitos, filmados nos Alpes suíços e na estância marítima toscana Forte dei Marmi. O seu próximo vídeo será filmado no icónico arranha-céus milanês Torre Velasca, construído na década de 1950, famoso pelo "brutalismo" do movimento moderno.

A torre com quase 100 metros de altura nasceu como resultado de uma interpretação moderna do típico castelo medieval italiano. E, mais figurando nas suas imediações, o Castello Sforzesco (1360), construído como fortaleza, que se diz anterior ao século XIV; também vizinho à catedral de Milão, Duomo, que parece ser albarroada a qualquer momento pela forma maciça em cogumelo da Torre Velasca.
 
"A Torre Velasca, que está a ser completamente renovada, foi outrora o edifício mais alto de Itália, e parece-me adequado para a nossa filmagem", sorriu Carolina.
 
Na quinta-feira (3), a designer estreia as suas últimas ideias online com a coleção cápsula see-now-buy-now, para o verão; 19 peças exclusivamente concebidas para o comércio eletrónico. Para além do seu próprio website, a principal loja online internacional da Plan C é a MyTheresa.


A ideia da Plan C de reciclar tecidos remonta à sua origem - Plan C


"Consideramos uma boa ideia reciclar os tecidos que já tínhamos. Faço muita pesquisa de tecidos e temos materiais muito específicos, aos quais acreditamos poder dar continuidade em novos estilos de moda", acrescentou Castiglioni.

Usando algodões técnicos, utilizados pela primeira vez na sua coleção de estreia; polka-dot em viscose; e algodões listrados e leves como plumas. Os destaques incluíram T-shirts brancas e estaladiças, terminando com mini desenhos infantis tipo rubber-patch, feitos pela filha de Carolina, a Bianca. Uma série de looks frescos em polka-dot verde, seja de macacão ou vestido; e alguns elegantes vestidos de camisa preta de algodão com ombros totalmente destacáveis.
 
As suas ideias mais sumarentas resultam em vestidos de algodão cinzento-claro às riscas; bermudas volumosas e várias camisas maravilhosamente estratificadas. Além disso, Carolina Castiglioni jogou com um algodão branco mais hirto com um toque de ganga, sonhando com Eisenhowers de bolso enorme e algumas camisas manchadas.


A Plan C sedimenta-se nos mercados da Coreia e do Japão - Plan C


No Extremo Oriente, a Plan C tem dois acordos exclusivos a longo prazo na Coreia e no Japão.
 
"Na Coreia, trabalhamos com a Samsung, que controla aí o 10 Corso Como. E estamos prestes a abrir uma pop-up dentro deste centro comercial, a mais importante loja de departamentos de Seul. Enquanto que no Japão temos uma flagship em Tóquio, desde há dois anos, e shop-in-shops, como a loja Mitsukoshi em Ginza. Temos estado ocupados", entusiasmou-se a acrescentar Morozzi.
 
O próximo evento ao vivo da Plan C na Milano Fashion Week será em setembro, quando esta se juntar à Perimetro, a revista indie mag, conhecida pelas suas narrativas fotográficas.
 
Inspirada pela Perimetro, Carolina Castiglioni está a criar uma linha de tops, utilizando imagens de Tóquio de fotógrafos da revista, impressas em popelina que é depois cosida em cima de T-shirts.
 
"Será o nosso primeiro projecto unisexo", riu Castiglioni, que planeia organizar o evento num hangar da família Castiglioni. (Localizado onde?) A caminho de Linate, o aeroporto da cidade de Milão. Um bom local de exposição para esta maison de moda em rápido crescimento, de pensamento livre e com ambições globais.
 

Copyright © 2021 FashionNetwork.com. Todos os direitos reservados.