Plataforma alemã Zalando deixa Portugal

A Zalando, uma das maiores plataformas europeias online de moda, de origem alemã, vai sair de Portugal no final desta semana, depois de problemas internos de liderança e de ter sido incapaz de cumprir o plano que se havia proposto há cerca de um ano e meio. Segundo revela o jornal Dinheiro Vivo, o escritório aberto em Lisboa vai fechar de imediato, depois de a plataforma não ter conseguido cumprir os objetivos ao nível de recrutamento: foram contratadas apenas 20 pessoas, quando pretendiam até 150 trabalhadores a longo prazo.



A empresa chegou a investir três milhões de euros logo no primeiro ano de operações, mas as dificuldades com a gestão do centro tecnológico português levaram a divergências entre a companhia alemã e a equipa instalada em Lisboa. “Vamos fechar o centro tecnológico de Lisboa. Tomámos esta decisão devido a obstáculos que encontrámos para fazer crescer o nosso hub para um nível sustentável”, explicou fonte oficial da Zalando citada pelo Dinheiro Vivo.

Entretanto, a Zalando informou que os produtos desenvolvidos pela empresa em Portugal vão passar para as mãos da equipa instalada em Helsínquia, na Finlândia, onde se localiza um dos dois centros tecnológicos da plataforma fora da Alemanha – o outro fica em Dublin, na Irlanda. A partir da Alemanha, a empresa disse ao Dinheiro Vivo que “Portugal continua a ser um mercado europeu atrativo” e a saída não significa que deixe de ser “considerado como futuro local para operações ou mesmo como mercado de venda”. A plataforma tecnológica diz mesmo que ofereceu aos trabalhadores de Lisboa a possibilidade de se transferirem para outros escritórios da Zalando.

Copyright © Jornal T. Todos os direitos reservados.

Moda - Pronto-a-vestirModa - AcessóriosModa - CalçadosDesportoModa - DiversosDistribuiçãoNegócios
SUBSCREVA A NOSSA NEWSLETTER