×
380
Fashion Jobs
JD SPORT
Marketplace Business Developer (m/f)
Efetivo · Maia
FOREO
Business Development Specialist
Efetivo · Lisbon
SALSA
Ecommerce Product Specialist – Oportunidade de Especialização em Ecommerce
Efetivo · Vila Nova de Famalicão
ADIDAS
Buyer (M/F/D)
Efetivo · Porto
ADIDAS
Sap Fico Tech Consultant (M/F/D)
Efetivo · Porto
ADIDAS
Specialist Gbs HR Services - Compensation (M/F/D)
Efetivo · Porto
ADIDAS
Senior Sap Fico Consultant (M/F/D)
Efetivo · Porto
ADIDAS
Specialist Gbs Direct to Consumer Ecommerce (M/F/D)
Efetivo · Porto
ADIDAS
Sales Associate Part-Time - Centro Comercial The Style Outlets - Vila do Conde
Efetivo · Porto
TIFFOSI
Gestor de Produto (m/f)
Efetivo · Porto
JD SPORT
Demand Planner (m/f)
Efetivo · Maia
ADIDAS
HR Specialist Gbs Operations - General Admin - German Speaker (M/F/D)
Efetivo · Porto
ADIDAS
Senior Director Gbs Accounting & Tax Europe (m/f)
Efetivo · Porto
ADIDAS
Specialist Gbs Procurement Operations - French Speaker (M/F/D)
Efetivo · Porto
ADIDAS
Credit And Collections Specialist North & Nordics (M/F/D)
Efetivo · Porto
ADIDAS
Senior Specialist Gbs Taxes Systems (M/F/D)
Efetivo · Porto
JD SPORT
Vendedor (m/f) Sport Zone Vasco da Gama
Temporario · Lisboa
JD SPORT
Vendedor (m/f) Sport Zone Viana Estação Shopping
Temporario · Viana do Castelo
JD SPORT
Vendedor (m/f) Sport Zone Foz Plaza
Temporario · Figueira da Foz
JD SPORT
Vendedor (m/f) Sport Zone Chaves
Temporario · Chaves
SALSA
Salsa Vendedor(a) de Loja (Part-Time) - Fórum Madeira - a Tua Melhor Versão
Efetivo · Funchal
MAX MARA PORTUGAL
Sales Assistant - Max Mara - el Corte Ingles
Temporario · LISBOA
Por
Jornal T
Publicado em
18 de jan. de 2022
Tempo de leitura
2 Minutos
Partilhar
Fazer download
Fazer download do artigo
Imprimir
Clique aqui para imprimir
Text size
aA+ aA-

Portugal diverge na Europa e aumenta exportações para o Reino Unido

Por
Jornal T
Publicado em
18 de jan. de 2022

Os últimos dados do comércio (janeiro-setembro de 2021) mostram uma queda acentuada nas importações e exportações de produtos têxteis entre a União Europeia e o Reino Unido, mas os dados referentes a Portugal mostram que o setor demonstra uma acentuada resiliência face às dificuldades daquele mercado, tendo mesmo conseguido aumentar as exportações face ao mesmo período de 2020.



Assim, nos primeiros nove meses de 2021 e face a igual período de 2020, a UE registou uma queda de 44% (quase dois mil milhões de euros) nas importações e de 22% (cerca de 1,6 mil milhões) nas exportações. Mas, no caso de Portugal, o movimento é contrário: no período em referência, seguiram para o Reino Unido têxteis e vestuário com um valor de 292 milhões de euros, um aumento de cerca de 7% face ao mesmo período de 2020 – apesar de este valor compreender uma queda de 0,2% face aos primeiros nove meses de 2019.

Os dados da União Europeia são da responsabilidade da Eurstat, mas a chamada de atenção surge da Euratex, a confederação europeia do sector, que afirma que “é provável que a situação piore, pois o regime aduaneiro completo entre o Reino Unido e a União entrou em vigor em 1 de janeiro de 2022”. Nesse contexto, a Euratex “apela à União Europeia e ao Reino Unido para que cooperem efetivamente para remover as questões no acordo comercial conjunto que impedem fluxos comerciais suaves”.

Os dados mostram que os países da União mais impactados do lado das exportações são Itália, Holanda, Bélgica e Alemanha, enquanto do lado das importações os mais afetados são Alemanha, Irlanda e França. Os artigos de vestuário enfrentam a queda mais acentuada tanto nas importações como nas exportações, correspondendo a uma perda comercial total de mais de 3,4 mil milhões de euros no período em análise. “Apesar destes números alarmantes, o Reino Unido continua a ser o mercado de exportação mais importante para os têxteis e vestuário da União”.

Em relação ao impacto no setor têxtil do Reino Unido, em maio de 2021, a Associação de Moda e Têxtil do Reino Unido (UKFT) apurou resultados em 138 empresas, que mostram que: 71% dependem de importações da União; 92% enfrentam um aumento nos custos de transporte; 83% enfrentam um aumento de custos e burocracia para desembargo aduaneiro; e 53% registam pedidos cancelados como resultado do acordo União-Reino.

A Euratex recorda que desde 1 de janeiro, estão a ser implementados controlos aduaneiros completos. “Isso significa que as regras de exportação e importação se tornaram mais rígidas.

Copyright © Jornal T. Todos os direitos reservados.