×
355
Fashion Jobs
GIANNI KAVANAGH
PR / Influencers Management
Efetivo · BRAGA
ADIDAS
Specialist Gbs HR Services Bik - German Speaker (M/F/D)
Efetivo · Porto
TIFFOSI
Comprador de Vestuário (m/f)
Efetivo · Porto
CONFIDENCIAL
Country Manager Iberica Textile
Efetivo · PORTO
SALSA
Ecommerce Product Manager – Desenvolvimento do Negócio Digital da Marca
Efetivo · Vila Nova de Famalicão
FARFETCH
Account Manager (Italian Speaker)
Efetivo · PORTO
LION OF PORCHES
Copywriter
Efetivo · MINDELO
SPORT ZONE
Marketplace Business Developer (m/f)
Efetivo · Maia
FOREO
Business Development Specialist
Efetivo · Lisbon
SALSA
Ecommerce Product Specialist – Oportunidade de Especialização em Ecommerce
Efetivo · Vila Nova de Famalicão
ADIDAS
Buyer (M/F/D)
Efetivo · Porto
ADIDAS
Sap Fico Tech Consultant (M/F/D)
Efetivo · Porto
ADIDAS
Specialist Gbs HR Services - Compensation (M/F/D)
Efetivo · Porto
ADIDAS
Senior Sap Fico Consultant (M/F/D)
Efetivo · Porto
ADIDAS
Specialist Gbs Direct to Consumer Ecommerce (M/F/D)
Efetivo · Porto
ADIDAS
Sales Associate Part-Time - Centro Comercial The Style Outlets - Vila do Conde
Efetivo · Porto
TIFFOSI
Gestor de Produto (m/f)
Efetivo · Porto
ADIDAS
HR Specialist Gbs Operations - General Admin - German Speaker (M/F/D)
Efetivo · Porto
ADIDAS
Senior Director Gbs Accounting & Tax Europe (m/f)
Efetivo · Porto
MAX MARA PORTUGAL
Sales Assistant - Max Mara - el Corte Ingles
Temporario · LISBOA
SALSA
Salsa Vendedor(a) de Loja - Guimarães Shopping - a Tua Melhor Versão
Efetivo · Guimarães
ISADORA LIMARE
Communication Assistant
Estágio · LISBOA
Por
Agência LUSA
Publicado em
27 de mar. de 2017
Tempo de leitura
3 Minutos
Partilhar
Fazer download
Fazer download do artigo
Imprimir
Clique aqui para imprimir
Text size
aA+ aA-

Portugal Fashion: Jovens criadores exibem novas coleções no Palácio dos CTT

Por
Agência LUSA
Publicado em
27 de mar. de 2017

O segundo dia da 40.ª edição do Portugal Fashion apresentou, no Palácio dos CTT, no Porto, as novas coleções de jovens criadores em início de carreira, no âmbito do projeto Bloom.

Centenas de pessoas "ocuparam" o terceiro piso do edifício para assistir à apresentação das novas criações de designers em início de carreira, com destaque para Eduardo Amorim, que se apresenta no ‘Espaço Bloom’ desde 2014, depois de ser um dos vencedores do concurso desse ano.

Desfile Eduardo Amorim - Portugal Fashion - Outono-Inverno 2017-18 - Foto: View Fashion Book


Para as estações mais frias, o designer de 24 anos inspirou-se “na morte de Fidel Castro”, relatou à agência Lusa, mas também “na diva cubana Celia Cruz, que saiu do país por causa do ditador e tornou-se nos Estados Unidos uma grande cantora”, assentando as criações em “imensos folhos aplicados em peças desportivas”.

A marca Nycole, de Tânia Nicole, estreou-se no Bloom em nome próprio, com criações que misturam “um lado mais clássico com o desportivo”, mas juntou também “o lado militar” inspirado nas fardas de paraquedistas.

O "veterano" Pedro Neto, que se apresentou pela sétima vez no Bloom, trouxe “Afloat”, em que trabalhou sobre silhuetas “cintadas e femininas” com veludos, rendas, malha e a aposta em “acabamentos impermeáveis e plissados irregulares”.

A tarde prosseguiu com os desfiles de Maria Kobrock, que se inspirou “nas roupas que usamos no conforto do nosso mundo interior”, e Beatriz Bettencourt, que mostrou “um paralelismo entre o sonho e a realidade” como proposta para mulher nas estações mais frias, com a predominância do trabalho de camadas, com malhas, fazendas e tecidos translúcidos como materiais em foco.

Mariana Almeida olhou para a antiga tenista Suzanne Lenglen e para “o enfado mecânico e programado do Metro do Porto” para cruzar os dois em roupas de tons “marcadamente escuros” e a utilização de pregas e volumes sobre recortes geométricos.

À noite, David Catalán mostrou um trabalho de “rutura” com as anteriores apresentações, com o foco nos anos 1990 e nas “saídas à noite”.

Desfile David Catalan - Portugal Fashion - Outono-Inverno 2017-18 - Foto: View Fashion Book


“Queria romper com o que já tinha feito antes. Inspirei-me no filme ‘Human Traffic’ e nesse ambiente dos anos 90, de discotecas, música ‘tecno’, saídas à noite, estive a experimentar um pouco com isso”, descreveu o ‘designer’, que considerou que a criação de um dia inteiramente dedicado ao Bloom é positivo, por ser “um ambiente que tem mais a ver com os jovens criadores”.

As linhas diagonais predominam na nova coleção de Sara Maia, com o preto como “elemento principal” sobre “um jogo de textura e grafismo” sobre malhas tricotadas, além da “exploração e desconstrução formal dos clássicos” da coleção de Inês Torcato.

O desfile de Olimpia Davide foi o primeiro a pisar a passerelle, apresentando uma coleção inspirada na memória, através “do pai e de tudo o que o rodeava e mais gostava”, com coordenados onde o preto e o cinza dominaram e a malha e fazenda foram os materiais predominantes para “transmitir uma atitude descontraída, mas feminina e elegante”.

No mesmo desfile, a marca Amorphous, da ‘designer’ Carla Alves, apresentou “M002 Origem”, um manifesto que questiona “uma crise de valores” na moda e o “pensamento massificado e manipulado onde os bens são descartáveis”.

Pela segunda vez com um dia inteiramente dedicado aos jovens criadores, o ‘Espaço Bloom’ é “uma rampa de lançamento de jovens na área”, considerou à Lusa o novo coordenador, Paulo Cravo, dando o exemplo de Carla Pontes ou Hugo Costa, que no sábado mostram as novas coleções na ‘passerelle’ principal.

Atualmente na 14.ª edição, o Bloom já estreou no Portugal Fashion quase 40 novos ‘designers’, todos com “identidade e imagem muito abrangentes”, com “coleções autossuficientes”.

Copyright © 2022 Agência LUSA. Todos os direitos reservados.