×
Publicado em
27 de abr. de 2018
Tempo de leitura
2 Minutos
Partilhar
Fazer download
Fazer download do artigo
Imprimir
Clique aqui para imprimir
Text size
aA+ aA-

Portugueses são os europeus que mais seguem lojas nas redes sociais

Publicado em
27 de abr. de 2018

Numa altura em que cada vez mais marcas e empresas recorrem às redes sociais para divulgarem produtos e serviços, o estudo Observador Cetelem Millennials 2018 conclui que, no domínio europeu, são os jovens adultos portugueses quem mais acompanha as marcas nessas plataformas.
 


De acordo com o documento, os adultos portugueses com menos de 35 anos são “os campeões incontestáveis” nesta prática, com 77% dos jovens adultos a afirmarem que seguem pelo menos uma marca nas redes sociais, face a uma média europeia de 55%.
 
Também no que se refere a inquiridos acima dos 35 anos, Portugal está acima da média: 57% dos inquiridos acima desta faixa etária dizem ter aderido a esta prática, quando em termos europeus a média é de 39%.

Querer seguir a atividade das marcas e gostarem dos conteúdos divulgados são as razões indicadas pelos inquiridos do estudo. Relativamente ao tipo de conteúdos, 52% dos inquiridos portugueses já assistiram, por exemplo, a um vídeo de uma loja nas redes sociais (face a 37% da média europeia).
 
O Observador Cetelem Millennials 2018 revela ainda que os jovens consumidores assumem um papel ativo nas redes sociais no que diz respeito
à sua interação com as marcas/empresas: 36% dos europeus já fizeram perguntas online a um comerciante e 29% já participaram em pelo menos um fórum de discussão. Nestes dois quesitos, os jovens adultos portugueses registaram percentagens de 47% e 28%, respetivamente, sendo apenas ultrapassados em comparação por nacionalidades pelos italianos.
 
Quando se trata da faixa etária acima dos 35 anos, os consumidores recorrem menos às redes para contactar com as marcas, com apenas 25% dos europeus e 35% dos portugueses a colocar, por exemplo, questões por este meio.
 
Apesar de mais de metade dos jovens adultos europeus acompanharem as marcas nas redes sociais, “a compra de um produto ou serviço encontra-se em último lugar entre as razões” para esta interação, revela o estudo. Apesar disso, uma média de 38% dos millennials europeus afirmam já ter feito uma aquisição (31% dos portugueses). Na faixa etária acima dos 35 anos, estas percentagens caem para 19% (europeus) e 22% (portugueses).

Copyright © 2021 FashionNetwork.com. Todos os direitos reservados.